Dourados – MS segunda, 27 de setembro de 2021
Dourados
37º max
20º min
Institucional - Setembro
Brasil

Bancos aumentam projeção de déficit das contas públicas

12 Set 2019 - 16h52Por Redação
Bancos aumentam projeção de déficit das contas públicas - Crédito: Marcello Casal Jr./Agência Brasil Crédito: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Instituições financeiras consultadas pelo Ministério da Fazenda aumentaram a previsão para o resultado negativo das contas públicas, neste ano. A estimativa do déficit primário do Governo Central, formado por Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, passou de R$ 103,217, em agosto, para R$ 104,068 bilhões. Mesmo assim, a estimativa está abaixo da meta de déficit perseguida pelo governo de R$ 139 bilhões. O resultado primário é formado por receitas menos despesas, sem considerar os gastos com juros.

Os dados constam da pesquisa Prisma Fiscal, elaborada pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia, com base em informações do mercado financeiro.

Para 2020, a estimativa das instituições financeiras é de um déficit de R$ 70,875 bilhões, contra R$ 70 bilhões previstos em agosto. A meta de déficit primário para 2020 é R$ 124,1 bilhões.

A previsão para as despesas passou de R$ 1,412 trilhão para R$ 1,408 trilhão em 2019, e foi mantida em R$ 1.473 trilhão em 2020. A previsão para as receitas líquidas foi alterada de R$ 1,307 trilhão para R$ 1,3 trilhão, neste ano, e de R$ 1,398 trilhão para R$ 1,391 trilhão, em 2020.

A pesquisa apresenta também a projeção para a dívida bruta do Governo Central, que, na avaliação das instituições financeiras, deve ficar em 78,5% do Produto Interno Bruto (PIB, a soma de todas as riquezas produzidas pelo país), neste ano, a mesma previsão anterior. Para 2020, a estimativa ficou em 79,7% do PIB, ante 80% previstos no mês passado.

 

Fonte: Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia

Dólar aproxima-se de R$ 5,35 com preocupações sobre China

25/09/2021 12:00
Confiança do consumidor recua 6,5 pontos em setembro, diz FGV
Economia

Confiança do consumidor recua 6,5 pontos em setembro, diz FGV

25/09/2021 10:00
Confiança do consumidor recua 6,5 pontos em setembro, diz FGV
Diferença entre preço mínimo e máximo da gasolina em Dourados é de 6,72%, diz Procon
Economia

Diferença entre preço mínimo e máximo da gasolina em Dourados é de 6,72%, diz Procon

24/09/2021 14:45
Diferença entre preço mínimo e máximo da gasolina em Dourados é de 6,72%, diz Procon
Economia

Prévia da inflação oficial sobe para 1,14% em setembro

24/09/2021 12:00
Economia

Dólar reverte queda e fecha com pequena alta, a R$ 5,31

24/09/2021 08:00
Últimas Notícias