Dourados – MS terça, 28 de maio de 2024
Comércio Exterior

Balança comercial do agro registra exportações de US$ 15,71 bilhões em junho

Os destaques ficaram com as exportações do complexo soja, carnes (frango e bovina) e café

14 Jul 2022 - 17h00Por Assessoria/Mapa
O complexo soja  alcançou registros recordes de US$ 8,06 bilhões em vendas externas - Crédito: Wenderson Araújo/CNAO complexo soja alcançou registros recordes de US$ 8,06 bilhões em vendas externas - Crédito: Wenderson Araújo/CNA

Com elevação do índice de preços em 28,5% comparado ao mesmo mês do ano anterior, as exportações brasileiras do setor agropecuário atingiram o valor recorde da série em junho de 2022:  US$ 15,71 bilhões (+31,2%). Também houve expansão de 2,1% no volume embarcado.

As importações de produtos do agronegócio foram de US$ 1,53 bilhão (+19,8%), com alta de 17,9% dos preços médios e 1,6% do quantum importado.

Os destaques de junho/2022 ficaram com as exportações recordes do complexo soja, carnes (frango e bovina) e café.

Complexo soja

O complexo soja, principal setor exportador do agronegócio brasileiro, alcançou registros recordes de US$ 8,06 bilhões em vendas externas para meses de junho (+31,9%), mesmo com queda do volume importado (-2,3%), em virtude do desempenho da soja em grãos.

A China, tradicional importadora da oleaginosa brasileira, adquiriu em junho 64,5% da quantidade exportada, 6,49 milhões de toneladas (-8,2%). As exportações de farelo de soja, segundo principal produto do complexo, foram de US$ 1,20 bilhão em junho (+63,8%). Pela primeira vez na série histórica, as exportações do produto nos meses de junho suplantaram a casa de US$ 1 bilhão. O valor alcançado foi resultado do volume recorde exportado (+33,5%), e, também, da elevação de 22,7% no preço médio de exportação.

Com menor produção de soja em grãos na América do Sul (Argentina e Brasil), e a guerra na Ucrânia (maior exportador mundial de farelo de girassol), a oferta de farelo para alimentação animal se reduziu no mundo, impactando os preços internacionais do produto brasileiro. O principal mercado importador de farelo de soja do Brasil foi a União Europeia, que adquiriu US$ 448,26 milhões (+41,4%) ou 804,8 mil toneladas (+8,0%; 35,4% de participação.

Carnes

As vendas externas de carnes, segundo setor mais importante em exportações, foram de US$ 2,35 bilhões em junho de 2022 (+32,0%). Trata-se do maior valor mensal de toda a série histórica iniciada em janeiro de 1997. O valor foi obtido em função, principalmente, do incremento dos preços médios de exportação dos produtos do setor (+25,8%), embora com menor aumento de quantidade exportada (+4,9%). 

A principal carne exportada é a carne bovina, que registrou US$ 1,14 bilhão em vendas externas (+36,9%), valor recorde para os meses de junho, com alta de 6,6% nos volumes e 28,4% nos preços médios. O principal mercado importador é a China, que adquiriu 65,9% do valor exportado pelo Brasil em junho, o que significou US$ 752,99 milhões (+70,7%). 

As exportações de carne de frango também alcançaram recorde na série histórica em junho de 2022, ultrapassando a marca de US$ 900 milhões de dólares para atingir US$ 932,12 milhões (+46,7%). 

Café

O setor cafeeiro exportou US$ 788,74 milhões em junho de 2022 (+73,6%). As vendas externas de café verde foram de US$ 721,50 milhões, valor recorde para meses de junho e que significou uma expansão de 76,7% comparado aos US$ 408,32 milhões exportados em junho de 2021. As exportações de café solúvel registraram US$ 57,2 milhões no mencionado mês (+46,1%).

Os principais mercados para onde o Brasil exportou café verde foram: União Europeia (US$ 376,68 milhões; +82,5%) e Estados Unidos (US$ 168,69 milhões; +171,9%). O valor recorde exportado de café verde ocorreu devido à elevação de 70,3% no preço médio de exportação. 

Acumulado do ano

No primeiro semestre de 2022, as exportações brasileiras do agronegócio somaram US$ 79,32 bilhões (+29,4%), valor recorde para o período. A expansão ocorreu devido à alta dos preços (+27,7%), enquanto o quantum exportado subiu menos (+1,3%). O agronegócio representou 48,3% das exportações totais brasileiras nos seis primeiros meses de 2022.

As importações do agronegócio alcançaram US$ 8,14 bilhões no semestre (+8,5%), totalmente influenciadas pela variação dos preços médios (+17,7%), já que o índice de volume caiu: -7,8%. Este valor não inclui os insumos importados para produção agropecuária. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mais de 10 milhões de pessoas ainda não entregaram declaração do IR
Economia

Mais de 10 milhões de pessoas ainda não entregaram declaração do IR

27/05/2024 22:30
Mais de 10 milhões de pessoas ainda não entregaram declaração do IR
Teto de juros do consignado do INSS cairá para 1,66% ao mês
Economia

Teto de juros do consignado do INSS cairá para 1,66% ao mês

27/05/2024 20:30
Teto de juros do consignado do INSS cairá para 1,66% ao mês
Mercado eleva previsão da inflação de 3,8% para 3,86% em 2024
Economia

Mercado eleva previsão da inflação de 3,8% para 3,86% em 2024

27/05/2024 18:30
Mercado eleva previsão da inflação de 3,8% para 3,86% em 2024
Anunciada na 1ª edição do MS Day, construção de fábrica avança e gera 2,3 mil empregos
Sidrolândia

Anunciada na 1ª edição do MS Day, construção de fábrica avança e gera 2,3 mil empregos

27/05/2024 13:00
Anunciada na 1ª edição do MS Day, construção de fábrica avança e gera 2,3 mil empregos
Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 7
Economia

Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 7

27/05/2024 11:30
Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 7
Últimas Notícias