Dourados – MS segunda, 25 de outubro de 2021
Dourados
29º max
17º min
Ranking Valor Econômico
Economia

Apreensões de contrabando sobem 51% até abril

30 Jun 2011 - 15h49
Apreensões de contrabando sobem 51% até abril -
Dados da Receita Federal divulgados nesta quinta-feira (30) mostram que as apreensões de contrabando, oriundas de operações de vigilância, repressão e despacho aduaneiro, somaram R$ 618 milhões nos quatro primeiros meses deste ano, com forte crescimento de 51,1% frente ao mesmo período do ano passado. Em todo ano de 2010, as apreensões somaram R$ 1,27 bilhão.

O maior crescimento de apreensões, ainda de acordo com dados do Fisco, foi de relógios.

Neste caso, foram apreendidos R$ 47 milhões em mercadorias nos quatro primeiros meses do ano, com crescimento de 486% frente ao mesmo período do ano passado (R$ 9,84 milhões).

Também se destacaram as apreensões de bolsas e acessórios, com elevação de 423%, para R$ 26,2 milhões.

No caso das importações de brinquedos, as apreensões somaram R$ 6,16 milhões de janeiro a abril deste ano, com aumento de 183% sobre igual período de 2010 (R$ 3,36 milhões).

A apreensão de bebidas alcólicas também subiu neste ano, passando de R$ 1 milhão, de janeiro a abril de 2010, para R$ 1,91 milhão em igual período deste ano.

Um crescimento de 173%. No caso dos cigarros, o volume apreendido somou R$ 35,5 milhões, com alta de 146% sobre os quatro primeiros meses do ano passado (R$24,3 milhões).

Informações da Receita Federal mostram que as apreensões de drogas também continuarem acontecendo neste ano nas fronteiras do país. No balanço dos quatro primeiros meses de 2011, foram apreendidos 342 quilos de cocaína, 1,3 mil quilos de maconha, 64 mil comprimidos de ecstasy, além de 19 quilos de haxixe e de 13,9 quilos de crack.

Os números foram divulgados pelo governo no mesmo dia em que foram anunciadas novas regras para coibir importações irregulares. A Receita Federal informou que a instrução normativa 1.169, publicada no "Diário Oficial da União" desta quinta-feira, busca evitar a triangulação de importações irregulares.

Também haverá uma integração maior entre a Receita Federal, vinculada ao Ministério da Fazenda, e a Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimen
to.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia

Petrobras diz que não há perspectiva para estabilização do preço dos combustíveis

22/10/2021 16:00
Economia

Dólar sobe para R$ 5,66 com possíveis mudanças no teto de gastos

22/10/2021 11:00
Mato Grosso do Sul se mantém líder na exportação de tilápia no terceiro trimestre de 2021
Economia

Mato Grosso do Sul se mantém líder na exportação de tilápia no terceiro trimestre de 2021

21/10/2021 15:00
Mato Grosso do Sul se mantém líder na exportação de tilápia no terceiro trimestre de 2021
Economia

Intenção de consumo das famílias se mantém estável em outubro

20/10/2021 17:30
Economia

Dólar volta a fechar acima de R$ 5,50 com tensões no exterior

19/10/2021 13:00
Últimas Notícias