Dourados – MS sábado, 15 de dezembro de 2018
Anuncie aqui
Anuncie aqui
Dia-a-Dia

Revitalização do Terminal Rodoviário de Dourados garante mais segurança

10 Abr 2015 - 09h50
Mudanças já podem ser visualizadas no Terminal Rodoviário Renato Lemes Soares. - Crédito: Foto: A. FrotaMudanças já podem ser visualizadas no Terminal Rodoviário Renato Lemes Soares. - Crédito: Foto: A. Frota
A obra de reforma do Terminal Rodoviário Renato Lemes Soares está em fase avançada e ao percorrer o local, os usuários hoje já conseguem perceber as mudanças realizadas. Infraestrutura que garante maior conforto e segurança aos passageiros e trabalhadores é foco das melhorias.


O banheiro feminino, que passou por reforma completa, inclusive, com a instalação de chuveiros para melhor atender quem passa pelo local, e já está pronto. No caso do masculino, os trabalhos ainda estão em andamento, sendo que o uma parte está liberada para uso, não causando dessa forma transtorno durante as obras.


A parte de pintura completa do prédio na cor terracota na parte interna e externa, também está praticamente finalizada, apenas realizando alguns acabamentos.


A parte de gesso é colocada atualmente e finalizados os últimos reparos na rede elétrica que foi trocada.
Janelas de vidro temperado que isolam a área de embarque e desembarque também foram instaladas, assim como os aparelhos de ar-condicionado. “Assim que a parte elétrica for concluída, vamos ligar os equipamentos para refrigerar este espaço”, explica o secretário de Serviços Urbanos, Márcio Katayama.
A reforma pela qual passa a rodoviária é a mais completa já feita no prédio desde que este foi criado, há 32 anos.


Desde sua edificação em junho de 1982, o terminal passou apenas por obras de reparos, nunca houve uma reforma que mexesse com toda a estrutura como esta realizada pela administração do prefeito Murilo que quer transformá-lo num cartão postal da cidade.


A realização dos trabalhos é feita com aplicação de recursos do Ministério do Turismo e contrapartida do município.


Sendo instalado numa cidade universitária e que é polo de serviços para diversas localidades da região, o terminal é um dos mais importantes de Mato Grosso do Sul.


Para a realização destes trabalhos são aplicados recursos do Ministério do Turismo com contrapartida do município. Sendo instalado numa cidade universitária e que é polo de serviços para diversas localidades da região, o terminal é um dos mais importantes de Mato Grosso do Sul.


Passam pela rodoviária de Dourados uma média de 40 mil pessoas por mês, entre embarques e desembarques.

Aeroporto


O ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, apresentou no mês passado na Câmara dos Deputados o andamento do PIL Aeroportos (Programa de Investimento em Logística) Aeroportos.


O ministro informou que 55 dos 270 aeroportos regionais que receberão investimentos já estão com os anteprojetos aprovados. Assessoria de Imprensa da Secretaria de Aviação Civil informou que o aeroporto regional de Dourados está nessa lista.


Segundo o ministro, em breve as licitações das obras desses aeródromos serão lançadas, de acordo com a liberação das licenças ambientais. Em Dourados, o Eia/Rima (Estudo de impacto ambiental/Relatório de impacto ambiental) está em fase final de conclusão pela empresa contratada pelo Governo Federal para esse fim.


A Prefeitura de Dourados acompanha e ajuda na agilização do projeto e agora do Eia/Rima para o aeroporto seja licitado o mais rápido possível. O prefeito Murilo tem pressa na entrega da restruturação e modernização da parte de pista e da nova estação de passageiros para que Dourados possa atender melhor a população regional e ampliar o número de voos.


Para o prefeito Murilo, o desenvolvimento regional depende do novo aeroporto. Ele explica que desde quando era vice-governador fez todo o possível para melhorar a estrutura do aeroporto e garantir voos para os grandes centros do país. Mas, essa capacidade de ampliação foi esgotada e agora Dourados precisa de uma nova estrutura. Para isso, o prefeito fez ações no Governo Federal e conseguiu incluir Dourados como uma das prioridades no PIL Aeroportos.


De acordo com o ministro Padilha 163 estudos de viabilidade técnica e 159 estudos preliminares, que são as duas primeiras etapas do programa de desenvolvimento da aviação regional, em relação à infraestrutura, foram entregues à SAC (Secretaria de Aviação Civil). 54 licenciamentos ambientais estão em andamento e dois já foram emitidos, que são os dos aeródromos de Volta Redonda e Angra dos Reis, ambos no Rio de Janeiro.

Deixe seu Comentário