Dourados – MS segunda, 17 de junho de 2024
21º
Cultura

Sistema MinC realiza oficina para elaboração do novo Plano Nacional de Cultura

Atividade ontem (10) teve como objetivo pactuar os eixos do PNC e definir calendários para cada um deles

11 Jun 2024 - 07h45Por Assessoria de Imprensa do MinC
Sistema MinC realiza oficina para elaboração do novo Plano Nacional de Cultura - Crédito: Juliana Uepa/MinC Crédito: Juliana Uepa/MinC

O cronograma para a elaboração do novo Plano Nacional de Cultura (PNC) segue avançando. Ontem (10) foi promovida oficina sobre o tema, na Escola Nacional de Administração Pública (Enap), em Brasília. A atividade contou com a participação da ministra da Cultura, Margareth Menezes, além de representantes das secretarias e entidades vinculadas que compõem o Sistema MinC.

“Nós estamos discutindo o Plano Nacional de Cultura para levar essa pauta à frente e entregar no final do ano esse Plano analisado e debatido”, declarou a ministra.

Criado pela Lei nº 12.343, de 2 de dezembro de 2010, o PNC reúne princípios, objetivos, diretrizes, estratégias, ações e metas que orientam o poder público na formulação de políticas culturais. Com duração de dez anos, teve a sua vigência prorrogada duas vezes e tem validade até dezembro de 2024.

“O Plano Nacional de Cultura é uma proposta de construção de políticas para os próximos dez anos do Brasil, que deve ser enviado ao Congresso Nacional, para ser debatido, mas que antes será formulado pelo Ministério da Cultura, junto com os resultados da 4ª Conferência Nacional de Cultura, para passar por novas etapas de participação social e consultas públicas e ser encaminhado ao Congresso”, explicou a subsecretária de Gestão Estratégica do MinC, Letícia Schwarz.

As 30 propostas prioritárias aprovadas durante a CNC, realizada em março, serão a base do Plano.  

“Esse momento é parte estratégica desse processo, que é o de sistematizar o que veio da Conferência Nacional de Cultura e formular um plano”, salientou a coordenadora-geral de projetos estratégicos da subsecretaria de Gestão Estratégica (SGE), Sofia Mettenheim. “Foi uma conferência em que as propostas acolheram muitas demandas sociais que estavam represadas, propostas amplas, robustas, representativas e, agora, temos o desafio de desenvolver um plano que seja exequível e monitorável com metas mobilizadoras, mas que reflita a legitimidade desse procedimento que aconteceu na CNC”, completou.

.

A reunião teve como objetivo validar os eixos do Plano e pactuar calendários ideais para cada um. Foram abordados temas como a estrutura metodológica do novo PNC, premissas e apresentação de proposta e a coleta de contribuições para a definição dos eixos.

A partir de uma série de oficinas, em junho e julho, será elaborada a proposta-base do PNC, que passará por consulta pública, a fim de que a sociedade contribua para que a formulação seja representativa das demandas da Conferência. O texto final deverá ser concluído em outubro, com envio para o Congresso no mês seguinte.

A subsecretária de Gestão Estratégica destaca a contribuição do PNC em vigor e o papel do que está sendo criado. “O Plano Nacional de Cultura anterior foi heroico e também fruto de discussões. Em relação aos aspectos em que não funcionou, nós vamos corrigir, fazer de outro jeito. O Plano tem dez anos, então temos que conseguir fazer um que traga ideias mobilizadoras da sociedade civil, porque é ela que vai sustentar esse PNC, reivindicá-lo, se sentir parte dele e fazê-lo valer e ser institucionalizado”.

Também participaram da reunião os secretários Márcio Tavares (Executiva); Cassius Rosa (Executiva); Joelma Gonzaga (Audiovisual); Cecília Gomes de Sá (subsecretaria de Espaços e Equipamentos Culturais); Márcia Hollemberg (Cidadania e Diversidade Cultural); Henilton Menezes (Economia Criativa e Fomento Cultural); Fabiano Piúba (Formação, Livro e Leitura), Marcos Souza (Direitos Autorais e Intelectuais); o chefe da Assessoria Especial de Assuntos Internacionais, Bruno Melo (AEAI); e os presidentes da Fundação Nacional de Artes (Funarte), Maria Marighella; e da Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB), Alexandre Santini.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Arraial de Santo Antônio reúne mais de 39 mil pessoas em 5 dias de festa
Campo Grande

Arraial de Santo Antônio reúne mais de 39 mil pessoas em 5 dias de festa

17/06/2024 22:30
Arraial de Santo Antônio reúne mais de 39 mil pessoas em 5 dias de festa
MIS oferece Oficina Gratuita de Vídeo com Celular
Cultura

MIS oferece Oficina Gratuita de Vídeo com Celular

17/06/2024 15:00
MIS oferece Oficina Gratuita de Vídeo com Celular
MIS promove Mostra de Cinema Japonês a partir desta segunda
Cultura

MIS promove Mostra de Cinema Japonês a partir desta segunda

17/06/2024 13:30
MIS promove Mostra de Cinema Japonês a partir desta segunda
Movimento Concerto recebe a Orquestra Sinfônica de Campo Grande no Teatro Glauce Rocha
Música

Movimento Concerto recebe a Orquestra Sinfônica de Campo Grande no Teatro Glauce Rocha

17/06/2024 08:00
Movimento Concerto recebe a Orquestra Sinfônica de Campo Grande no Teatro Glauce Rocha
MinC abre consulta pública para elaboração do novo Plano de Dados Abertos
Cultura

MinC abre consulta pública para elaboração do novo Plano de Dados Abertos

17/06/2024 07:30
MinC abre consulta pública para elaboração do novo Plano de Dados Abertos
Últimas Notícias