Dourados – MS quarta, 25 de novembro de 2020
Dourados
35º max
21º min
Influx
Imaculada-Mobile
Dourados

“Sempre Forte” revela segredos em família e inspira amor

29 Jul 2020 - 07h01
Enágio e a mãe Ana Cleia - Enágio e a mãe Ana Cleia -

Baseado em fatos reais, “Sempre Forte”, livro do douradense Enágio Fagner de Albuquerque da Silva, inspira fé em tempos difíceis. A primeira obra do autor retrata drama familiar, suspense, amor e superação e começou a ser escrita em 2019. A intenção foi render homenagem a mãe dele, Ana Cleia Gonçalves de Albuquerque e a irmã Luciane Albuquerque da Silva (in memórian). 


‘’Eu sempre gostei de escrever e tinha o sonho de publicar um livro, só não sabia exatamente como o fazer. Em 2018 minha irmã faleceu, vítima de um câncer e em 2019 tive a coragem de dar o ponta pé inicial e escrever as primeiras linhas. Não foi fácil porque como não sou da área literária, tive algumas dúvidas com relação a construção das minhas ideias. ‘’ afirma o jovem escritor. 


Nesse desafio, Enágio não estava sozinho, já que procurou a Academia Douradense de Letras através das redes sociais, por estarmos em quarentena, e a mesma na pessoa do poeta Marcos Coelho Cardoso deu todo o suporte necessário para que as ideias pudessem fluir naturalmente.


“Cheguei a um ponto da minha narrativa que não sabia exatamente como continuar e não pensei duas vezes em procurar a academia. Mandei mensagem para eles que no mesmo dia me respondeu, dando direcionamentos mais técnicos. Inclusive, para minha surpresa, a pessoa que eu estava falando era o próprio presidente da Academia. Quando finalizei a obra convidei o Marcos Coelho para prefaciar meu livro que prontamente aceitou.’’


Enágio mostra que não é necessário ser da área para escrever um livro. Basta ter uma história e muita determinação. Todos os que leem a obra Sempre Forte se impactam por se tratar de temas tão atuais e fortes ao mesmo tempo. O livro fala sobre traição, fé, determinação, superação, câncer entre outras coisas. 


“Minha história de vida é muito inusitada já que minha mãe teve dois casamentos bem conturbados, sendo que o segundo a traição ocorreu com alguém que ela jamais esperava. E nem o leitor’’ Brinca Enágio. ‘’ O livro fala sobre a forca que devemos ter em tempos difíceis. Independente da situação seja Sempre Forte”, acrescenta.

 
A obra deixa no ar o suspense com relação a mãe biológica do Caleb, personagem principal. O autor revela que cada leitor tem tomado partido e defendido uma tese. Quem é a mãe do Caleb, a ‘’ mãe’’ ou a ‘’ irmã’’?  “Para descobrir, leia a obra e incentive autores douradenses. Nossa cidade só tem a ganhar com essa geração de escritores que carregam o amor na escrita”, incentiva.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Após conclusão do auxílio emergencial, Lei Aldir Blanc beneficiou 121 projetos
Lei Adir Blanc

Após conclusão do auxílio emergencial, Lei Aldir Blanc beneficiou 121 projetos

há 6 horas atrás
Após conclusão do auxílio emergencial, Lei Aldir Blanc beneficiou 121 projetos
Documentário aborda problemas das crianças indígenas kaiowá e guarani em Dourados
Indígenas

Documentário aborda problemas das crianças indígenas kaiowá e guarani em Dourados

25/11/2020 08:51
Documentário aborda problemas das crianças indígenas kaiowá e guarani em Dourados
Museu histórico está “jogado às traças”
Cultura

Museu histórico está “jogado às traças”

23/11/2020 15:21
Museu histórico está “jogado às traças”
Só deu Raul Seixas no 6º Fempop da UDE
Cultura

Só deu Raul Seixas no 6º Fempop da UDE

23/11/2020 13:51
Só deu Raul Seixas no 6º Fempop da UDE
No dia da consciência negra, comunidade quilombola dá exemplo de superação através do campo
Dia da Consciência Negra

No dia da consciência negra, comunidade quilombola dá exemplo de superação através do campo

20/11/2020 09:20
No dia da consciência negra, comunidade quilombola dá exemplo de superação através do campo
Últimas Notícias