Dourados – MS sexta, 15 de novembro de 2019
Dourados
32º max
20º min
Folclore Brasileiro

Saci-Pererê, é considerada uma figura mitológica do imaginário folclórico brasileiro

Seu dia é comemorado hoje, 31 de outubro. Foi criado com o intuito de ajudar a valorizar o folclore nacional

31 Out 2019 - 09h40Por Redação
Dia do Saci-Pererê é comemorado hoje - Crédito: IlustraçãoDia do Saci-Pererê é comemorado hoje - Crédito: Ilustração

Origem do Dia do Saci-Pererê vem da cultura norte-americana, onde a Comissão de Educação e Cultura elaborou o Projeto de Lei Federal nº 2.479, de 2013, que institui o 31 de Outubro como sendo o Dia do Saci.

No entanto, em São Paulo, a Lei nº 11.669, de 13 de Janeiro de 2004, já oficializava o dia 31 de Outubro como Dia do Saci no estado.

Várias outras cidades também já decretaram leis que oficializam a data, com o mesmo intuito de reforçar a cultura e folclore nacional. De acordo com a lei: “Entendemos que a comemoração anual do “Dia do Saci” permitirá um contato sistemático com a variedade e a beleza das tradições do País, de modo a fortalecer o processo de consolidação da identidade nacional bem como a auto-estima do povo brasileiro".

Por seu uma figura tão folclórica e carismática, hoje no Brasil, existem adoradores e fãs do Saci em páginas na internet e facebook.

Outra data que também celebra o Saci-Pererê, assim como todos os outros personagens míticos da cultura brasileira é o Dia do Folclore.

Dia do Saci x Halloween

Como dito, o Dia do Saci surgiu como uma alternativa ao Halloween, uma celebração baseada na cultura norte-americana. O objetivo é conscientizar a população sobre a rica variedade cultural do folclore brasileiro.

A Lenda do Saci-Pererê

Há quem diga que a lenda do Saci surgiu no sul do Brasil, em meados do século XVII, onde as histórias populares narravam as travessuras de um pequeno índio de rabo que assustava os animais e destruía plantações.

Porém, quando a lenda chegou ao norte do país, as características do personagem mudaram. Passou a ser negro, usar um gorro vermelho e a fumar um cachimbo (por influência da cultura africana na região). A lenda também descreve o Saci como tendo apenas uma perna, pois a outra teria perdido em uma luta de capoeira.

A lenda do Saci-Pererê é transmitida ainda hoje de geração em geração nas comunidades rurais do Brasil, principalmente.

O mito ficou conhecido nas grandes cidades do país e internacionalmente graças aos livros de Monteiro Lobato, com destaque para "O Sítio do Pica-Pau Amarelo", que teve sua adaptação para a TV e tornou as histórias do Saci conhecidas em todos os cantos do Brasil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jornalista sul-matogrossense vence prêmio nacional de sustentabilidade
Prêmio

Jornalista sul-matogrossense vence prêmio nacional de sustentabilidade

12/11/2019 12:34
Jornalista sul-matogrossense vence prêmio nacional de sustentabilidade
Dourados sedia hoje 1° Encontro dos Povos de Terreiro
Encontro

Dourados sedia hoje 1° Encontro dos Povos de Terreiro

09/11/2019 11:14
Dourados sedia hoje 1° Encontro dos Povos de Terreiro
MARCO abre seleção pública para Exposições Temporárias 2020
Cultura

MARCO abre seleção pública para Exposições Temporárias 2020

07/11/2019 19:45
MARCO abre seleção pública para Exposições Temporárias 2020
Documentários de Sílvio Tendler serão exibidos na 8ª Mostra Ecofalante
Cineclube UFGD

Documentários de Sílvio Tendler serão exibidos na 8ª Mostra Ecofalante

07/11/2019 14:00
Documentários de Sílvio Tendler serão exibidos na 8ª Mostra Ecofalante
Festival em Corumbá vai vivenciar a essência do tango com espetáculo argentino
Cultura

Festival em Corumbá vai vivenciar a essência do tango com espetáculo argentino

05/11/2019 18:22
Festival em Corumbá vai vivenciar a essência do tango com espetáculo argentino
Últimas Notícias