Dourados – MS sábado, 13 de julho de 2024
10º
Literatura

'Memórias da Plantação', de Grada Kilomba, é o escolhido da edição de julho do Clube de Leitura

Encontro é no formato híbrido e está com inscrições abertas

21 Jun 2024 - 15h15Por Assessoria de Imprensa do MinC
'Memórias da Plantação', de Grada Kilomba, é o escolhido da edição de julho do Clube de Leitura - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

No dia 8 de julho, das 18h30 às 20h, o Clube de Leitura BDB Cultural debaterá sobre o livro “Memórias da Plantação: Episódios de Racismo Cotidiano”, da escritora, acadêmica e artista portuguesa Grada Kilomba, que tem raízes ancestrais em Angola e São Tomé e Príncipe. A atividade integra a programação cultural da Biblioteca Demonstrativa Maria da Conceição Moreira Salles (BDB), do Ministério da Cultura (MinC), e faz parte das atividades alusivas ao Dia Nacional de Combate à Discriminação Racial, que conduz a programação da instituição na primeira quinzena de julho.

"Memórias da Plantação”, escrito por Grada Kilomba, que atualmente mora em Berlim, na Alemanha, e sempre participa de atividades no Brasil, é uma obra seminal que aborda questões cruciais sobre racismo, identidade e colonialismo. Publicado em 2008, o livro é uma coletânea de ensaios que misturam teoria acadêmica com relatos pessoais e histórias coletivas, explorando as complexas dinâmicas de opressão racial.

Kilomba utiliza uma abordagem interdisciplinar para dissecar o racismo contemporâneo. A autora baseia-se em teorias psicanalíticas, pós-coloniais e feministas para investigar como o racismo não é apenas um problema histórico, mas uma questão presente e estrutural que afeta profundamente as subjetividades e as relações sociais. Segundo a bibliotecária e mediadora do Clube de Leitura BDB Cultural, Cleide Soares, a “escritora evidencia rotinas que naturalizaram o racismo e que precisamos encarar, refletir e eliminar do nosso cotidiano. O racismo deve provocar inquietação sempre e, por isso, selecionamos esta obra”.

O título "Memórias da Plantação" remete diretamente ao legado da escravidão e ao sistema de plantations que sustentou a economia colonial, evocando a memória coletiva das brutalidades e injustiças cometidas contra povos africanos. Kilomba argumenta que essas memórias continuam vivas e influenciam as experiências de descendentes de escravizados, perpetuando traumas e desigualdades.

Sobre o Clube de Leitura, o coordenador da Biblioteca Demonstrativa, Sebastião Lima Filho diz que “é uma iniciativa importante porque é missão do Ministério da Cultura estimular a abertura de mais clubes de leitura no país e a BDB é referência para outras bibliotecas públicas. Por isso, estamos fazendo em formato híbrido para que outras bibliotecas e seus públicos possam participar e ver como funciona a dinâmica”.

Para o especialista em literatura e educação, membro do Conselho Nacional de Educação de Portugal, e curador da Biblioteca Demonstrativa, David Rodrigues, Grada Kilomba é a imagem de uma artista multifacetada estendendo os seus interesses por várias formas artísticas e recolhendo inspiração em múltiplos lugares. “Pela sua diversidade e pela sua determinação em afirmar os valores pós-coloniais e a igual humanidade de todos os humanos, Grada, é uma inspiração para pensar eticamente o mundo em que vivemos”, ressalta.

O evento será realizado em formato híbrido, permitindo a participação tanto presencial no auditório da Biblioteca (EQS 506/507, Asa Sul, Brasília/DF), quanto online, via Google Meet. Os interessados em participar do Clube de Leitura devem ler o livro previamente ao encontro e fazer sua inscrição por meio do formulário disponível no link aqui. Para mais informações, entre em contato pelo e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp (61) 99513-2426. Para quem precisar de certificado de participação, a atividade emite por demanda no formulário.

Funcionamento da Biblioteca Demonstrativa

Todas as atividades culturais da BDB são abertas ao público em geral e inteiramente gratuitas. Além dessas atividades, a BDB oferece amplos espaços para estudo individual com acesso Wi-Fi gratuito e um telecentro para aqueles que não dispõem de um computador, bem como uma área infantil acolhedora, com Gibiteca e HQs para todas as idades.

Os livros podem ser emprestados à comunidade mediante cadastro no balcão da Biblioteca, levando documento de identificação e comprovante de residência. Cada pessoa pode levar até 3 livros por vez, por empréstimo, com devolução em até 15 dias, podendo renovar se não houver reserva de outro usuário. A BDB fica localizada na EQS 506/507, Asa Sul, em Brasília-DF, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

A programação cultural da Biblioteca Demonstrativa Maria da Conceição Moreira Salles é realizada por meio do Termo de Colaboração Nº 950548/2023, celebrado entre o Ministério da Cultura e o Instituto Incluir, uma organização da sociedade civil. Fundada em 1970 e localizada em Brasília, Distrito Federal, essa instituição tem caráter público federal. Com a missão de ser uma biblioteca experimental que promove novos paradigmas de normatização e disseminação de boas práticas no campo das bibliotecas públicas, buscando sempre estar na vanguarda. Além disso, ela desempenha um papel fundamental na democratização do acesso à leitura, na formação de novos leitores, na promoção da literatura brasileira e na contribuição para o aprimoramento dos profissionais que atuam em todo o Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Artistas estrangeiros potenciam Braga como cidade criativa da Unesco
Cultura e Educação

Artistas estrangeiros potenciam Braga como cidade criativa da Unesco

13/07/2024 19:30
Artistas estrangeiros potenciam Braga como cidade criativa da Unesco
Festa do Divino Espírito Santo chega a 129ª edição e mantém tradição e celebra a fé
Coxim

Festa do Divino Espírito Santo chega a 129ª edição e mantém tradição e celebra a fé

13/07/2024 14:00
Festa do Divino Espírito Santo chega a 129ª edição e mantém tradição e celebra a fé
Dia da Música e Viola Caipira é comemorado em museu
Distrito Federal

Dia da Música e Viola Caipira é comemorado em museu

13/07/2024 09:30
Dia da Música e Viola Caipira é comemorado em museu
Hoje, 13 de julho, é comemorado o Dia Mundial do Rock
Música

Hoje, 13 de julho, é comemorado o Dia Mundial do Rock

13/07/2024 09:00
Hoje, 13 de julho, é comemorado o Dia Mundial do Rock
CNIC aprova execução de 197 projetos que devem captar até R$ 306 milhões com patrocinadores
Lei Rouanet

CNIC aprova execução de 197 projetos que devem captar até R$ 306 milhões com patrocinadores

13/07/2024 08:45
CNIC aprova execução de 197 projetos que devem captar até R$ 306 milhões com patrocinadores
Últimas Notícias