Dourados – MS sábado, 18 de maio de 2024
25º
Cultura

Livro com trajetória artística de Jonir Figueiredo será lançado nesta quinta-feira

Ao percorrer as 100 páginas da publicação, o leitor, além de apreciar as obras do artista, poderá fazer uma imersão na fauna e flora pantaneira

28 Abr 2022 - 16h00Por Gisele Colombo, FCMS
O lançamento em Campo Grande acontece hoje Galeria de Vidro da Plataforma Cultural , a partir das 19horas - Crédito: ReproduçãoO lançamento em Campo Grande acontece hoje Galeria de Vidro da Plataforma Cultural , a partir das 19horas - Crédito: Reprodução

A arte, por meio de suas representações, procura compreender as características próprias de um momento da sociedade, além de ser uma forma de manifestação social. O artista plástico Jonir Figueiredo, um dos mais produtivos da chamada “geração da divisão”, utiliza sua arte há 50 anos para relatar as várias mudanças políticas e sociais ocorridas no território sul-mato-grossense. Grande parte desse percurso criativo está agora registrado no livro “Jonir: uma trajetória de vida construída com arte” cujo lançamento em Campo Grande acontece  nesta quinta-feira (28), na Galeria de Vidro da Plataforma Cultural (avenida Calógeras, 3015), a partir das 19 horas.

Ao percorrer as 100 páginas da publicação – produzida com incentivo do Fundo de Investimentos Culturais (FIC/MS) –  o leitor, além de apreciar as obras do artista, poderá fazer uma imersão na fauna e flora pantaneira, na ancestralidade rupestre e no universo de personagens lendários e figuras míticas que compõem o arcabouço da memória regional.

Ara de Andrade Martins assina a autoria da publicação que reúne obras expressivas das diferentes fases criativas de Jonir, muitas das quais integram atualmente acervos públicos e de colecionadores particulares do Brasil e do exterior.

Múltiplo e incansável

Desenhista, gravador, performer, pintor e produtor cultural, Jonir Figueiredo iniciou sua carreira nos anos 1970 e após uma década de intensa produção consolidou-se como artista com a série de obras conhecida como fase Jacarés que configurou fortemente a preocupação ambiental em seu processo criativo.

Em 1977, com a criação de Mato Grosso do Sul, a busca por uma identidade cultural própria do recém-formado estado inspirou a formação do Movimento Cultural Guaicuru, coletivo artístico do qual foi um dos idealizadores, fundadores e membro bastante ativo. Nos anos 2000, igualmente, teve extensa e significativa participação no cenário de desenvolvimento e popularização das artes visuais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DJ Alok e dupla Bruninho e Davi encerram os shows neste sábado
58ª Expoagro

DJ Alok e dupla Bruninho e Davi encerram os shows neste sábado

18/05/2024 14:00
DJ Alok e dupla Bruninho e Davi encerram os shows neste sábado
Tia Eva, Niemeyer, japoneses, biodiversidade e liberdade de imprensa no Fazendo Arte
TV ALEMS

Tia Eva, Niemeyer, japoneses, biodiversidade e liberdade de imprensa no Fazendo Arte

18/05/2024 08:00
Tia Eva, Niemeyer, japoneses, biodiversidade e liberdade de imprensa no Fazendo Arte
Seleção Sub-20 é convocada para Data Fifa de junho
Futebol

Seleção Sub-20 é convocada para Data Fifa de junho

17/05/2024 22:15
Seleção Sub-20 é convocada para Data Fifa de junho
Ministra participa da abertura do 1º Festival Nacional de Artesanato na Bahia
Cultura

Ministra participa da abertura do 1º Festival Nacional de Artesanato na Bahia

17/05/2024 21:45
Ministra participa da abertura do 1º Festival Nacional de Artesanato na Bahia
Boca de Cena, Feira Bosque, Festa das Nações e show com Hugo e Guilherme agitam o fim de semana
Agendão

Boca de Cena, Feira Bosque, Festa das Nações e show com Hugo e Guilherme agitam o fim de semana

17/05/2024 14:00
Boca de Cena, Feira Bosque, Festa das Nações e show com Hugo e Guilherme agitam o fim de semana
Últimas Notícias