Dourados – MS terça, 04 de agosto de 2020
Dourados
31º max
15º min
Segurança e Saúde JBS
Exposição

Jonir Figueiredo expõe mandalas de luz

30 Jul 2020 - 14h35Por Valéria Araújo
Jonir Figueiredo expõe mandalas de luz - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Exposição online do artista plástico Jonir Figueiredo traz 25 mandalas de diversas cores e formas geométricas que podem ser adquiridas como objeto de decoração ou para os mais “místicos” como uma poderosa ferramenta capaz de deixar o ambiente em paz e com harmonia.

Referência no Estado, Jonir transforma objetos do cotidiano em verdadeiras obras de arte. Ao O PROGRESSO  ele conta que até ficarem prontas as peças passam por muitas etapas de renovação. Tudo começa com algo muito simples: as calotas de carros que ele encontra pelo caminho e vai juntando. Após a preparação do material base ele se inspira em mantras que trazem os sentimentos de paz, harmonia e cura, sem esquecer do incenso para atrair energias boas. As pinturas vão ganhando forma e se transformam em peças de “encher os olhos”.

Ele conta que recebeu orientações da Comunidade Branca na qual participa e que mostrava formas geométricas utilizadas desde o antigo Egito para a cura. “A partir daí resolvi aplicar essas formas nos núcleos da mandala, como uma maneira de inspirar ainda mais o desejo de cura daqueles que buscam por ela. Em tempos de pandemia e isolamento social em que as pessoas estão suscetíveis a ansiedade, depressão e irritabilidade, as mandalas podem ser de grandes aliadas na cura espiritual e física”.

Jonir revela o que vem pela frente. Ele conta que após a exposição das mandalas, fará uma versão de Info gravuras que garantirá ainda mais acesso às obras de arte. “Em Dourados existe uma grande procura pelas mandalas. As pessoas daí têm uma aproximação com as obras de arte dessa natureza e nada mais justo do que garantir acesso a todos que quiserem”, explica.

Ao se referir ao poder das mandalas Jonir parafraseia Carl Gustav Jung, um dos maiores estudiosos do simbolismo da Mandala. “A contemplação de uma mandala deve trazer paz interior, uma sensação de que a vida voltou a encontrar a sua ordem e o seu significado.”

“A contemplação de uma mandala deve trazer paz interior, uma sensação de que a vida voltou a encontrar a sua ordem e o seu significado.”
Jonir Figueiredo (artista plástico)

Sobre

Jonir Figueiredo nasceu em Corumbá. É bacharel em educação artística pela faculdade Unidas de Marília-SP. Tem uma trajetória na arte há 50 anos.  Sua temática está sempre calçada na iconografia pantaneira, usando diversas técnicas sendo premiado em diversos salões de arte em Mato Grosso do Sul e pelo Brasil.

Expôs seus trabalhos em vários estados brasileiros e mundo afora, como no mercosul, Japão, em  cinco cidades da  União Soviética, Europa e  na ONU em Nova York. O artista está sempre em constante atividade, é citado em vários livros sobre arte e cultura do Estado e do centro-oeste.
É técnico especializado em artes e cultura com inúmeros cursos sendo a maioria de extensão universitária.

Sua primeira obra de arte foi feita aos 19 anos, mas desde que nasceu considera-se um artista. Estudou na escola Dona Arsênia, Círculo Operário e Santa Teresa em Corumbá/MS. Desde criança já tinha vocação para as artes. O artista autodidata é pintor, desenhista, gravador, performer cultural e arte educador,  e diz ser a intuição sua principal aliada na composição de suas obras.

Mandalas

Para os hinduístas e budistas, a mandala ajuda na concentração da prática meditativa e é comum encontrá-la nos templos dessa religião. A palavra vem do sânscrito e significa “círculo”, sempre presente no centro de cada desenho que inclui outras formas geométricas. As cores, as formas, os símbolos e outros elementos de cada mandala têm uma relação direta com as emoções, pensamentos, crenças e sensações. Por isso, são consideradas ferramentas terapêuticas para atrair abundância, amenizar conflitos, resgatar a criatividade e a inteligência emocional e alinhar a conexão com a própria consciência.

Serviço

Para ver as mandalas o interessado pode acesar o canal no Youtube “Festas e Eventos TV- José Marques”. Contatos pelo telefone: (67) 98112 6686 (Gisela de La Barba)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Destruídas após explosões e incêndio, casas de rezas são reerguidas em Dourados
Reserva Indígena

Destruídas após explosões e incêndio, casas de rezas são reerguidas em Dourados

04/08/2020 10:30
Destruídas após explosões e incêndio, casas de rezas são reerguidas em Dourados
Artistas doam 40 obras de arte para socorrer povos indígenas
Dourados

Artistas doam 40 obras de arte para socorrer povos indígenas

03/08/2020 18:08
Artistas doam 40 obras de arte para socorrer povos indígenas
Liberação de R$ 3 bi da Lei Aldir Blanc será por meio de plataforma
Cultura

Liberação de R$ 3 bi da Lei Aldir Blanc será por meio de plataforma

02/08/2020 15:09
Liberação de R$ 3 bi da Lei Aldir Blanc será por meio de plataforma
Covid-19

Memorial Vagalumes faz homenagem a indígenas vítimas da covid-19

31/07/2020 17:35
Divulgada relação de contemplados pelo Projeto MS Cultura Presente II
Projeto

Divulgada relação de contemplados pelo Projeto MS Cultura Presente II

31/07/2020 13:01
Divulgada relação de contemplados pelo Projeto MS Cultura Presente II
Últimas Notícias