Dourados – MS quinta, 07 de dezembro de 2023
31º
IMPRESSO

Giane Torres, 10 anos de música

Cantora douradense celebra uma década de carreira e faz especial que está disponível no Youtube

20 Jun 2021 - 11h00Por Valéria Araújo
Giane Torres, 10 anos de música - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

A cantora sul-mato-grossense Giani Torres celebra 10 anos de carreira. Para marcar a data a artista fez o especial “Dez anos de Música”, que está disponível no canal do youtube. O projeto foi realizado por meio da Lei Emergencial Aldir Blanc com parceria do Governo do Estado. Todo o projeto foi desenvolvido por profissionais douradenses. “O audiovisual de Dourados não fica devendo absolutamente nada em qualidade e profissionalismo aos grandes centros desse país”, diz a cantora.

O trabalho foi dirigido por Wallace Rocha da CCB Produtora com imagens da Bflowfilms, a captação e operação do áudio é da Proaudio Som. A direção musical ficou por conta do guitarrista PV Sanches, mixagem André Pantera e PV Sanches, que também são músicos no projeto, na bateria Willian Grando que já me acompanha há vários anos em diversos projetos. O especial de dez anos pode ser visto pelo canal: Giani Torres Oficial.

Além do especial de uma década de carreira, Giani também tem feito várias participações em eventos culturais como os festivais M’Baepora e Curarte. “São experiências muito diferentes, com público virtual na pandemia, mas que acalmaram meu coração selvagem”, diz a artista.

A cantora vem desde 2020 trabalhando no novo EP Caminha. “O primeiro single do EP já está prontinho e terá a participação de uma cantora douradense que eu acho incrível! Mas vou deixar para contar depois. Vamos lançar o single, que se chama Vida de Maria, no segundo semestre, porque quero lançar com um belo clipe e com a pandemia fica bem difícil esse tipo de produção, estamos aguardando o melhor momento. Esse novo trabalho promete uma compositora mais madura, mas não segura, eu detesto segurança na arte, eu busco o imprevisível, não tenho a ambição de saber quem sou enquanto cantora e compositora. A música me liberta dessas amarras!”, considera.

Carreira

Nascida em Ivinhema, interior do estado de Mato Grosso do Sul, ainda recém-nascida mudou-se para São Paulo onde viveu até os 14 anos de idade, quando retornou à sua terra natal. Sua trajetória não inclui a clássica história de quem musicava desde criancinha. Dos 10 aos 18 sonhou em jogar pela seleção brasileira de vôlei. Depois sonhou ser mãe em tempo integral e criou dois filhos.

Com formação jurídica, achou que seu lugar seria na magistratura, mas no meio do caminho errou de mão e se perdeu entre rabiscos de letras e pedaços de melodias gravadas aqui e ali, deu-se conta de que a música fora sua companheira de uma vida e foi então que se achou.

Em 2009 e 2010, sua música se revela ao público, quando vence por dois anos o Festival SESI Música de composições inéditas. O grande marco de sua carreira se deu em 2011, quando gravou seu primeiro disco autoral. O álbum, “Pra Falar de Coisas Simples”, lhe renderia ainda a melhor das surpresas, a participação especial do cantor e compositor Zeca Baleiro. E foi na faixa “Princesa da Janela” que Giani e Zeca juntaram suas vozes.

Em 2013, Giani Torres produziu seu segundo CD “Como Bolhas, Água e Sabão” e seu primeiro DVD “Giani Torres Canta Coisas Simples”. Como Bolhas, Água e Sabão”, seu segundo disco, produzido entre os anos de 2014/2015, circulou dentro e fora do Estado.

Em 2017 e 2018 a cantora deu início a um novo projeto, - Giani Torres Convida – Na primeira versão do projeto, Giani se apresentou ao lado do cantor e compositor Geraldo Espíndola, André Pantera e Begèt de Lucena, os shows aconteceram no Teatro Municipal de Dourados e no Teatro Prosa-SESC Horto em Campo Grande. Paralelamente, atuou nos Projetos Encantares e Tem Guitarra no Samba.

Como cantora, participou do projeto “Encantares”, musical infantil produzido pelo poeta, ator e compositor Emmanuel Marinho e pelo compositor e Produtor Musical Paulo Lepetit. “Encantares” foi exibido no ano de 2015 no Festival Sesc Rio de Inverno nas cidades de Nova Friburgo e Petrópolis, também na semana da criança, no Sesc Consolação em São Paulo.

Junto com Simão Gandhy, músico guitarrista, atua como produtora e intérprete no espetáculo “Tem Guitarra no Samba”, onde interpretam clássicos de Lupicínio Rodrigues, Vinicius de Moraes, Cartola, Pixinguinha e Noel Rosa. O espetáculo, produzido em 2015 já circulou pela cidade de Dourados-MS no Teatro Municipal, pelo Sesc Horto de Campo Grande, Fundação Nelito Câmara em Ivinhema-MS e Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil tem 25 milhões de compradores de livros
Cultura

Brasil tem 25 milhões de compradores de livros

há 16 minutos atrás
Brasil tem 25 milhões de compradores de livros
Confira a programação do Dourados Brilha 2023
Cultura

Confira a programação do Dourados Brilha 2023

07/12/2023 08:15
Confira a programação do Dourados Brilha 2023
Escola de Música celebra encerramento do semestre com recital na Cidade Universitária
UFMS

Escola de Música celebra encerramento do semestre com recital na Cidade Universitária

07/12/2023 07:30
Escola de Música celebra encerramento do semestre com recital na Cidade Universitária
Rock Solidário será nesta quinta-feira em Dourados
Cultura

Rock Solidário será nesta quinta-feira em Dourados

06/12/2023 15:30
Rock Solidário será nesta quinta-feira em Dourados
Governo de Mato Grosso do Sul e Sebrae apresentam 1º plano de economia criativa do Brasil
Cultura

Governo de Mato Grosso do Sul e Sebrae apresentam 1º plano de economia criativa do Brasil

06/12/2023 14:15
Governo de Mato Grosso do Sul e Sebrae apresentam 1º plano de economia criativa do Brasil
Últimas Notícias