Dourados – MS sexta, 25 de setembro de 2020
Dourados
35º max
19º min
Informe C

Do MS para a Esplanada em Brasília

16 Mai 2016 - 06h00
Do MS para a Esplanada em Brasília -
O senador Blairo Maggi que assumiu o Ministério da Agricultura convidou um nome de Mato Grosso do Sul, o coronel PM Coaraci Nogueira de Castilho, para chefiar o gabinete da pasta. Castilho, de 57 anos, assessorou por muitos anos o senador Ramez Tebet. "Ainda estou definindo qual cargo vou exercer, o convite foi para trabalhar como chefe de gabinete ou assessor especial do Ministério", explicou Castilho.

##### De volta?


Cassado pelo Senado, após um processo por quebra de decoro, Delcídio do Amaral  (sem partido) fechou o seu escritório político em Campo Grande e demitiu todos os funcionários. Em São Paulo, onde se recupera de uma cirurgia na vesícula, ele confidenciou à pessoas próximas que tem vontade de voltar a morar em Mato Grosso do Sul, onde nasceu. Hoje a esposa e duas filhas estão em Florianópolis, onde tem imóvel.

##### Esperneio


 O deputado estadual João Grandão (PT) divulgou uma nota em que, entre outras coisas, reitera a opinião sobre um "golpe" contra a sua companheira Dilma Rousseff, um processo "essencialmente político". Segundo Grandão, o "golpe" foi "tramado pelos que se acham os donos do poder", sendo "totalmente ilegítimo".

##### Caixa preta


Na gestão do presidente em exercício Michel Temer, o Palácio do Planalto já determinou que os novos ministros façam um inventário detalhado sobre tudo o que estão herdando do governo Dilma. A orientação é que esse levantamento seja divulgado por cada pasta assim que ficar pronto, para deixar claro problemas que estão sendo assumidos pela atual gestão. "Temer não vai ser responsabilizado por problemas ou irregularidades que aconteceram no governo Dilma. Por isso, a ordem é mostrar detalhadamente como está a situação de cada área", disse um auxiliar do presidente em exercício ao jornal Globo.
 

##### Novo


Suplente do ex-senador Delcídio do Amaral, o professor Pedro Chaves (PSC), 75 anos, assume amanhã o cargo no Senado. Animado com a possibilidade de ajudar o Estado nesse momento de crise econômica, Chaves disse ao Correio do Estado que será um senador municipalista, "com a missão de trabalhar para o Estado e o País". Ele comentou que dará continuidade aos projetos de seu antecessor. "Minha visão é outra, bem diferente de Delcídio. Ele trabalhava com infraestrutura, logística e eu vou trabalhar com educação, saúde, meio-ambiente, cultura. Minha meta é ajudar os municípios que precisam de reforço de recursos federais, de projetos de investimentos.

##### Pegou pesado


O Ministério Público Federal conseguiu o bloqueio judicial de mais de R$ 7 milhões de envolvidos em irregularidades em obras de pavimentação em Água Clara, a 193 km Campo Grande. Os envolvidos conseguiam direcionar licitações por meio de restrições no edital, superfaturaram obras e executaram serviços de má qualidade.  Por conta das irregularidades, que causaram prejuízo de mais de R$ 300 mil aos cofres públicos, o ex-prefeito de Água Clara, Edvaldo Alves de Queiroz ("Tupete"), servidores municipais, empresário e empresa respondem por improbidade administrativa e, ao final do processo, podem ser obrigados a ressarcir os cofres públicos e pagar multa civil em valor que, individualmente, ultrapassa R$ 1 milhão.

##### Grana preta


 Nesta segunda feira, a Comissão de Controle de Eficácia Legislativa receberá o secretário estadual de Infraestrutura, Ednei Marcelo Miglioli, para uma audiência pública em que serão apresentados dados de aplicação de recursos e despesas referentes à prestação de contas anual do Fundersul. O evento está previsto para às 15h, no plenarinho.


### BATE REBATE


O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou na noite de sexta-feira que convocou o embaixador venezuelano no Brasil de volta ao país. A ação é uma represália ao que Caracas considera um "golpe de Estado" contra Dilma.

A partir de junho, o Laboratório da Faculdade de Ciências da Saúde da UFGD estará realizando os exames para a confirmação da infecção por Zika Vírus, dando suporte ao atendimento realizado pelo Ambulatório de Investigação do Zika do Hospital Universitário.

A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) abriu concurso público para contratar mais de 50 professores. Salário varia de R$ 2.018 a R$ 4.014 e, em alguns casos, há pagamento de retribuição por titulação.

Sob Temer, governo federal abole slogan e passa a usar lema da bandeira: "Ordem e progresso" no lugar ao "Pátria educadora" da presidente afastada.


### INFORME CURURU


Pior que sexta-feira 13 é a segunda-feira 16.

Deixe seu Comentário

Leia Também

“Festival Mba’e Porã” em prol dos Guarani e Kaiowá começa nesta sexta-feira (7)
Cultura solidária

“Festival Mba’e Porã” em prol dos Guarani e Kaiowá começa nesta sexta-feira (7)

07/08/2020 09:15
“Festival Mba’e Porã” em prol dos Guarani e Kaiowá começa nesta sexta-feira (7)
Últimas Notícias