Dourados – MS segunda, 20 de setembro de 2021
Dourados
40º max
24º min
IMPRESSO

Com rezas e vacinas, Aldeia vê chegada e "Araporã"

Casa de Reza na Aldeia vai sediar em agosto “grande reza” contra Pandemia

25 Jul 2021 - 11h00Por Rozembergue Marques
Líder Cultural em reza de proteção ao repórter Rozembergue - Crédito: DivulgaçãoLíder Cultural em reza de proteção ao repórter Rozembergue - Crédito: Divulgação

Na noite entre os dias 14 e 15 de agosto a comunidade da Aldeia Jaguapirú, vai realizar uma grande reunião de orações, cantos e danças na Casa de Reza do local. A celebração vai encerrar uma serie de rezas iniciada desde o início da pandemia pelo nhanderú/pajé Getúlio Caiuá e pela nhandecy Alda Caiuá. Na cultura Caiuá, Getúlio é o sacerdote e Alda a Sacerdotiza. Para evitar aglomerações, nestes tempos de pandemia as rezas estão sendo feitas de madrugada, só pelos dois líderes religiosos e por rezadores de outras comunidades, obedecendo inclusive as mesmas regras de biossegurança adotadas pelos brancos. No caso da vacinação, o pagé inclusive gravou um vídeo conclamando os patrícios a se vacinarem.

As rezas obedecem as mesmas regras de biossegurança adotadas pelos brancos

“Vamos pedir a Nhanderú Guassú, nosso Grande Pai, que combata esse espírito enviado pelo curupira e proteja nosso povo”, afirmou Getúlio. “Sabemos que o mal existe. Que está no ar e não o vemos, assim como tantas outras doenças. Por isso é necessário a intervenção do Grande Pai”, reforça a nhandecy Alda.

O fato dos indígenas rezarem para Nhanderú Guassú e ao mesmo tempo adotarem as regras de biossegurança e após uma pequena resistência (segundo relatos gerados pela influência de segmentos religiosos não-índios) já terem se vacinado não é incoerente, segundo explicou à reportagem o indígena Wilson Matos. “O entendimento da cultura Caiuá difere do entendimento neopentecostal, muito presente na aldeia. A reza é feita para que Nhanderú Guassu combata esse mal, mas eles – Caiuás - não ignoram que precisam da ciência e a pandemia deixou isso muito claro”, explicou Wilson.

O pajé/sacerdote Getulio acredita que em agosto (por isso a escolha da data para a noite de reza) haverá uma mudança de ciclo, sendo todos abençoados com um Ara Ary Rowai/ Araporã. Na tradução para o português, “um tempo bom”.

A Casa de Reza que tem Getúlio e Alda como lideranças culturais/religiosas foi construída para substituir uma outra, queimada em 08 de julho de 2019, que está sendo investigada. Para se precaver, as lideranças recorreram à tecnologia: instalaram Câmeras nos quatro cantos externos da Casa, que possui 28 metros de extensão e 20 metros de largura e é toda feita com sapé e taquaras.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Zé Pretim tocou em Dourados, com o “Euphoria”, há 43 anos
Cultura

Zé Pretim tocou em Dourados, com o “Euphoria”, há 43 anos

19/09/2021 18:00
Zé Pretim tocou em Dourados, com o “Euphoria”, há 43 anos
Mestre Guerreiro e os 36 anos da Associação de Capoeira Baiana
Cultura

Mestre Guerreiro e os 36 anos da Associação de Capoeira Baiana

19/09/2021 17:00
Mestre Guerreiro e os 36 anos da Associação de Capoeira Baiana
Semana Farroupilha comemora o Dia do Gaúcho
Cultura

Semana Farroupilha comemora o Dia do Gaúcho

19/09/2021 16:00
Semana Farroupilha comemora o Dia do Gaúcho
“Trocado” pelo Shopping, Teatro Municipal foi esquecido por 23 anos
Cultura

“Trocado” pelo Shopping, Teatro Municipal foi esquecido por 23 anos

19/09/2021 15:00
“Trocado” pelo Shopping, Teatro Municipal foi esquecido por 23 anos
Cultura

FCMS prorroga prazo para trabalhadores realizarem a inscrição do Auxilio Emergencial

18/09/2021 13:00
Últimas Notícias