Dourados – MS sexta, 05 de junho de 2020
Dourados
26º max
14º min
JBS (Fazer o bem)
Dourados

Artistas repudiam proposta da Prefeitura de apresentações culturais gratuítas

31 Mar 2020 - 16h09Por redação
Artistas repudiam proposta  da Prefeitura de apresentações culturais gratuítas -

O Fórum parmanete de Cultura de Dourados divulgou carta de repúdio contra a oferta da Prefeitura de Dourados de artistas realizarem apresentações culturais gratuítas em troca de divulgação dos profissionais. A proposta foi encarada pela categoria como falta de conhecimento técnico e gestão cultural. "(...) o artista, pra gerar arte, tem seus custos, seus gastos, além de usar a arte como profissão. Ver a gestão pública se prestar a esse papel e dar exemplo para que outras pessoas do município tomem a mesma postura para com os artistas é uma vergonha, um constrangimento a todos nós. Devemos lembrar que nosso município sofre uma crise ética, moral e econômica muito antes da chegada da COVID-19. Há 3 anos não temos editais lançados a fim de fomentar a cultura, principalmente o edital mais importante, o FIP. Neste período, artistas e pontos culturais buscaram e buscam outras alternativas para continuar trabalhando e terem condições de realizar apresentações culturais". 

Confira na íntegra a nota: 

 

"Carta de repúdio do Fórum Permanente de Cultura de Dourados a respeito das apresentações GRATUITAS ofertadas pela Secretaria Municipal de Cultura em troca de DIVULGAÇÃO de artistas.

Passamos por um momento extremante delicado. O mundo está em crise devido à pandemia do COVID-19 e um dos setores mais atingidos por essa crise é o cultural. Com isso, o mundo está em alerta e busca soluções para que a crise possa ser minimizada. 

Diante desta realidade, a Secretaria de Cultura ofereceu aos artistas uma “oportunidade” de se apresentarem gratuitamente pela página da Prefeitura. Elaborando material digital para que as pessoas que estão em quarentena possam ter acesso à cultura de graça. 
Dessa forma, nós, artistas, percebemos que há uma irresponsabilidade, falta de conhecimento técnico de gestão cultural. Pois o artista, pra gerar arte, tem seus custos, seus gastos, além de usar a arte como profissão. Ver a gestão pública se prestar a esse papel e dar exemplo para que outras pessoas do município tomem a mesma postura para com os artistas é uma vergonha, um constrangimento a todos nós.
Devemos lembrar que nosso município sofre uma crise ética, moral e econômica muito antes da chegada da COVID-19. Há 3 anos não temos editais lançados a fim de fomentar a cultura, principalmente o edital mais importante, o FIP. Neste período, artistas e pontos culturais buscaram e buscam outras alternativas para continuar trabalhando e terem condições de realizar apresentações culturais.
No ano de 2019, o edital de Arte-Educação “Palco Para Todos” foi cancelado no último mês de execução, deixando os arte-educadores e alunos perplexos pela irresponsabilidade da gestão municipal. O “Palco Para Todos -  Shows e Apresentações”, mesmo com selecionados divulgados pelo Diário Oficial, foi cancelado sem aviso prévio.  Foi decidida pela gestão a não contratação de nenhum dos artistas que dispuseram tempo e dinheiro para participar do edital. Entretanto, houve a contratação de outros artistas, artistas esses que não participaram do edital. O município alegou que o edital fora cancelado, mas nada a respeito foi divulgado no Diário Oficial do Município, como pede a lei.
Se já não bastasse o histórico descrito, a atual gestão, que tem a frente o Secretário Weslei Queirós, mostra total desconhecimento do setor cultural, da função de uma secretaria e preocupação com seus artistas em um ato totalmente desrespeitoso com quem vive da arte. 
Com a quarentena, as escolas e artistas independentes perderam seus postos de apresentação. Com isso, também perderam arrecadação, o que fazia com que pagassem funcionários e se mantivessem financeiramente. Sem salário fixo e dependentes dos espetáculos, a oferta da Prefeitura, caso tivesse sido como forma de fomentar não só a cultura mas também o artista, mostraria como o Artista Douradense é respeitado e não somente visto como um mecanismo efêmero para suprir uma demanda sem planejamento.
Esperamos que a política brasileira em geral perceba, e principalmente a Secretaria Municipal de Cultura, a partir dessa pandemia, que a Cultura salva vidas e ajuda o ser humano a ser bem melhor, fortalecendo sua identidade, elevando suas qualidades mais nobres, adicionando graça e beleza ao seu viver, oferecendo raios de felicidade. Além disso, lembrando que estamos em ano eleitoral, fazer com que nossos governantes entendam, que nós também somos contribuintes e que a cultura emprega muita gente, auxiliando na roda da economia. É a cultura que atrai turistas, que dá vida a prédios e monumentos, que torna a vida bela e a significa, que eleva a alma humana.


Vito Comar – Secretário Executivo do Fórum Permanente de Cultura de Dourados
Thiago Rotta – Vice-secretário do Fórum Permanente de Cultura de Dourados"

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prefeitura selecionará apresentações culturais para exibições on-line
Dourados

Prefeitura selecionará apresentações culturais para exibições on-line

02/06/2020 16:05
Prefeitura selecionará apresentações culturais para exibições on-line
Mário Frias é convidado para substituir Regina Duarte
Secretaria de Cultura

Mário Frias é convidado para substituir Regina Duarte

20/05/2020 17:28
Mário Frias é convidado para substituir Regina Duarte
Tradição secular em Corumbá, festa de São João é cancelada para evitar aglomeração
PANDEMIA

Tradição secular em Corumbá, festa de São João é cancelada para evitar aglomeração

09/05/2020 13:15
Tradição secular em Corumbá, festa de São João é cancelada para evitar aglomeração
Atriz e radialista Daisy Lúcidi morre por covid-19 aos 90 anos
LUTO

Atriz e radialista Daisy Lúcidi morre por covid-19 aos 90 anos

07/05/2020 11:12
Atriz e radialista Daisy Lúcidi morre por covid-19 aos 90 anos
Ator Flávio Migliaccio morre aos 85 anos
LUTO NA CULTURA

Ator Flávio Migliaccio morre aos 85 anos

04/05/2020 13:05
Ator Flávio Migliaccio morre aos 85 anos
Últimas Notícias