Dourados – MS quarta, 27 de outubro de 2021
Dourados
31º max
19º min
Cassems
Cultura

Academia Sul-Mato-Grossense de Letras elege dois novos imortais

Ana Maria Bernardelli e Humberto Espíndola tomarão posse em breve

14 Out 2021 - 09h00Por Da Redação
Os novos imortais Ana Maria Bernardelli e Humberto Espíndola - Crédito: DivulgaçãoOs novos imortais Ana Maria Bernardelli e Humberto Espíndola - Crédito: Divulgação

A Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, em assembleia geral, elegeu dois novos imortais. A poeta, ensaísta, crítica literária e palestrante Ana Maria Bernardelli e o escritor e artista plástico Humberto Espíndola ocupam, após solenidade, as cadeiras 27 e 38, respectivamente. 

Os novos imortais substituem as vagas da saudosa acadêmica Lélia Rita de Figueiredo Ribeiro, falecida em 2020, e do acadêmico Wilson Barbosa Martins, falecido em 2018. 

Regularmente inscritos, conforme exigências estatutárias da ASL na abertura de vagas, e eleitos por votação geral em plenário, ambos devem tomar posse solene em breve. Com significativa presença de Acadêmicos, obedecendo os protocolos de biossegurança, no auditório da entidade, a sessão foi dirigida pelo atual presidente da Academia, Henrique Alberto de Medeiros Filho.
 
Os novos Imortais
 
Ana Maria Carneiro Bernardelli é poeta, ensaísta, crítica literária e palestrante. Graduada em Letras, professora especialista em Literatura Brasileira e Portuguesa. Musicista certificada pelo Centro de Artes do Rio de Janeiro. Formada em Língua e Literatura Francesa pela Université de Nancy, França. Membro da Comissão sul-mato-grossense de Folclore. Durante três décadas, de 1974 a 2000, exerceu o magistério desde o ensino básico até a Universidade – onde priorizou o ensino de Literatura Brasileira e Literatura Portuguesa. Publicou em 2014 a coletânea de poemas Emoções gota a gota, uma obra intertextual: poesia, pintura e música. Em 2017, coorganizou “101 Reinvenções”, uma Antologia de 101 poetas do MS, com poemas inspirados na poética de Manoel de Barros; em 2018, Prosas e Segredos da Morena, uma coletânea de contos baseados na cidade de Campo Grande MS; e “101 Reinvençõezinhas” – antologia de poemas infantis. Em 2020, lançou o livro de poemas: Na Trilha das Formigas (Ed. Life, Campo Grande).
 
Humberto Augusto Miranda Espíndola é escritor e artista plástico, primeiro Secretário Estadual de Cultura de MS (1987/90), detentor de relevantes prêmios culturais e artísticos. Autor do livro “Pintura e Verso” (Ed. Entrelinhas, 2017). É formado em jornalismo pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade Católica do Paraná. Também crítico de arte, é membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte. Representou o Brasil na 10ª e 11ª Bienal Internacional de SP (1969-1971), 2ª Bienal de Medellín (Colômbia, 1972), 36ª Bienal de Veneza (Itália, 1972), 1ª Bienal Ibero-americana (México, 1978), 1ª Bienal de Havana (Cuba, 1984) e 2ª Bienal de Cuenca (Equador, 1989). Suas obras integram acervos de museus e coleções no Brasil e no exterior. Foi Gestor artístico do Museu de Arte Contemporânea de MS, 2002/2005; Coordenador de Artes Plásticas do 1º, 2º e 3º Festival América do Sul, Corumbá/MS. Com Aline Figueiredo organizou o livro “MACP – Animação cultural e inventário do acervo do MACP da UFMT” (Ed. Entrelinhas, 2010). Em 2019 foi agraciado pela UCDB e pela UFMS com o título de Doutor Honoris Causa, pelos relevantes serviços prestados à arte e à cultura.
 
A Academia Sul-Mato-Grossense de Letras
 
Atualmente comemorando o seu Cinquentenário, a ASL – com 40 Cadeiras vitalícias, aos moldes da ABL – foi fundada pelos escritores Ulisses Serra, Germano de Souza e José Couto Pontes em 30 de outubro de 1971. A instituição surgiu com o nome de Academia de Letras e História de Campo Grande. Esta denominação predominou até final de dezembro de 1978, quando, às vésperas da instalação da nova unidade da Federação (MS), que se daria no dia 1º/01/1979, a entidade foi transformada em Academia Sul-Mato-Grossense de Letras (ASL). Adotando abalizados critérios para a habilitação e eleição de seus membros, a ASL – referência cultural no estado – registra ao longo da sua existência uma história marcante voltada para a defesa da língua portuguesa e o cultivo da arte literária, zelando e incentivando todas as derivações da cultura nacional e estadual. Possui sua nova sede situada na Rua 14 de Julho nº 4653, em Campo Grande. Maiores informações sobre a ASL e seus acadêmicos encontram-se no site www.acletrasms.org.br .
 
Os atuais membros da ASL são: Abrão Razuk; Altevir Soares Alencar; Américo Ferreira Calheiros; Antonio João Hugo Rodrigues; Augusto César Proença; Elizabeth Fonseca; Emmanuel Marinho; Enilda Mougenot Pires; Francisco Leal de Queiroz; Geraldo Ramon Pereira; Guimarães Rocha; Henrique Alberto de Medeiros Filho; Ileides Muller; José Couto Vieira Pontes; José Pedro Frazão; Lenilde Ramos; Lucilene Machado Garcia Arf; Maria Adélia Menegazzo; Marisa Serrano; Orlando Antunes Batista; Oswaldo Barbosa Almeida; Paulo Corrêa de Oliveira; Paulo Sérgio Nolasco dos Santos; Paulo Tadeu Haendchen; Pe. Afonso de Castro; Pedro Chaves dos Santos Filho; Raquel Naveira; Reginaldo Alves de Araújo; Renato Toniasso; Rubenio Marcelo; Samuel Xavier Medeiros; Theresa Hilcar e Valmir Batista Corrêa. Ana Maria Bernardelli e Humberto Espíndola foram eleitos e aguardam solenidades de posse.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Acontece essa semana a sétima edição da maior mostra internacional de dança do MS
Cultura

Acontece essa semana a sétima edição da maior mostra internacional de dança do MS

há 14 horas atrás
Acontece essa semana a sétima edição da maior mostra internacional de dança do MS
Lançamento Grupo Lugar de Paz Grupo de Encontros na Praça
Cultura

Lançamento Grupo Lugar de Paz Grupo de Encontros na Praça

há 16 horas atrás
Lançamento Grupo Lugar de Paz Grupo de Encontros na Praça
O amor e o vento
Poesia

O amor e o vento

25/10/2021 10:00
O amor e o vento
Swing Blue”, conjunto que marcou o final dos anos 60 em Dourados
Música

Swing Blue”, conjunto que marcou o final dos anos 60 em Dourados

24/10/2021 17:00
Swing Blue”, conjunto que marcou o final dos anos 60 em Dourados
Mostras de filmes infantis selecionam obras de Diretor de Mato Grosso do Sul
Cultura

Mostras de filmes infantis selecionam obras de Diretor de Mato Grosso do Sul

24/10/2021 16:30
Mostras de filmes infantis selecionam obras de Diretor de Mato Grosso do Sul
Últimas Notícias