Dourados – MS quinta, 23 de maio de 2024
30º
Artigo

Um risco invisível: por que evitar consumir chás de saquinho e optar pelas folhas

10 Jul 2022 - 08h15Por Bruna Bernardo
Um risco invisível: por que evitar consumir chás de saquinho e optar pelas folhas -

Os impactos da vida moderna e apelo à praticidade da alimentação, apesar da funcionalidade, tem uma verdade que não devemos ignorar a respeito dos chás de saquinho. Eles são uma importante via de exposição humana a micropoluentes.

Grande parte dos sachês são constituídos plásticos químicos como nylon e tereftalato de polietileno (PET), para reforçar sua estrutura e baixar custo, embora a indicação seja que devem ser feitos de seda.

Estudos recentes mostram que um método foi utilizado para determinar as nanopartículas plásticas de saquinhos de chá quando preparados em água fervente. Sendo que algumas das amostras de sachês estudadas liberaram uma enorme quantidade dessas nanopartículas na água e centenas de milhões de nanopartículas são liberadas por uma partícula microscópica.

Essa exposição à micropoluentes de plásticos, e aqui vale ressaltar que estão presentes além do chá de saquinho, em embalagens, até as de papel possuem muitas vezes uma camada plástica, tecido como o poliéster libera esses resíduos em água na lavagem, embalagens de isopor onde são consumidas bebidas quentes e ácidas, entre outros. Afetando diretamente nosso equilíbrio hormonal e a saúde humana.

Ligado ao que chamamos de xenoestrógenos, leva esse nome com prefixo “xeno” que significa estranho e “estrogênio” nome de hormônio presente em maior quantidade em mulheres, embora homens também o tenham, mas em menor quantidade.

O termo é utilizado para identificar substancia químicas tóxicas, essas produzidas pelo homem, que conseguem enganar nossos receptores das células de estrogênio no organismo.

Estudos mostram que nas últimas décadas, produzimos mais toxinas ambientais do que em toda a história da humanidade.

Muitas vezes invisíveis para nós e aqui chamo à atenção as “nanoparticulas”, estão mais presentes na nossa rotina do que deveriam como é o caso do chá de saquinho. É muitas vezes tentando acertar que erramos no excesso dos produtos industrializados, repletos de contaminantes para nosso organismo.

A lista de intercorrências que esses xenoestrógenos nos causam vai além, como: TPM acentuada, endometriose, cólica menstrual, infertilidade, mudanças de humor, fadiga, sensibilidade mamária, miomas, metabolismo lento e ganho de peso, diminuição da libido, insônia, hipotireoidismo, menopausa precoce, entre outros.

Nota-se que apesar dos estudos, são necessários experimentos mais detalhados para avaliar definitivamente essa possível liberação de microplásticos pelos saquinhos de chá. Mas, podemos fazer nossa parte e reduzir o consumo de industrializados, preferindo chás de folhas, a granel, feitos em infusão, nos possibilitando mais benefícios e menos riscos.

*Nutricionista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mãe de sete filhos tenta reconstruir lar após roubo e invasão
Cotidiano

Mãe de sete filhos tenta reconstruir lar após roubo e invasão

23/05/2024 14:30
Mãe de sete filhos tenta reconstruir lar após roubo e invasão
Senai e Energisa abrem 100 vagas para curso de eletricista com turma exclusiva para mulheres
Parceria

Senai e Energisa abrem 100 vagas para curso de eletricista com turma exclusiva para mulheres

23/05/2024 13:15
Senai e Energisa abrem 100 vagas para curso de eletricista com turma exclusiva para mulheres
Prefeitura abre inscrições para participação na Festa Junina 2024
Dourados

Prefeitura abre inscrições para participação na Festa Junina 2024

23/05/2024 13:00
Prefeitura abre inscrições para participação na Festa Junina 2024
Banda da Apae tocará em abertura do Congresso sobre Regularização Fundiária do TJMS
Judiciário

Banda da Apae tocará em abertura do Congresso sobre Regularização Fundiária do TJMS

23/05/2024 12:45
Banda da Apae tocará em abertura do Congresso sobre Regularização Fundiária do TJMS
MS leva capacitação sobre seus destinos turísticos a profissionais do setor nos 30 anos de BNT Merco
Turismo

MS leva capacitação sobre seus destinos turísticos a profissionais do setor nos 30 anos de BNT Merco

23/05/2024 12:30
MS leva capacitação sobre seus destinos turísticos a profissionais do setor nos 30 anos de BNT Merco
Últimas Notícias