Dourados – MS domingo, 26 de maio de 2019
Pauta
Dourados

Semsur intensifica fiscalização quanto a padrão de calçadas e limpeza de terrenos

06 Dez 2018 - 13h30Por da Redação
Semsur intensifica fiscalização quanto a padrão de calçadas e limpeza de terrenos - Crédito: Arquivo Crédito: Arquivo

A Semsur (Secretaria de Serviços Urbanos), está intensificando, neste mês, a fiscalização em relação ao padrão de calçadas em áreas comerciais e a limpeza em terrenos na área central e nos bairros. A ação objetiva manter os pontos padronizados quanto ao calçamento de forma a garantir a circulação de pedestres e de portadores de deficiência. No caso dos terrenos baldios, a ação busca prevenir doenças, já que terrenos sujos são atrativos para proliferação de insetos e de animais peçonhentos.

De acordo com o secretário Joaquim Soares, da Semsur, nos pontos de comércio na área central serão cobradas providências necessárias para o calçamento com piso tátil no passeio público e, também, o acesso aos portadores de deficiência. Caso não ocorra regularização, o infrator estará sujeito às sanções legais.

Joaquim diz que a Lei 205/2012 impõe que as calçadas destinadas ao passeio público devem estar devidamente pavimentadas com material antiderrapante para a circulação de pedestres e cadeirantes, que a largura mínima do passeio público em todas as áreas urbanas é de 2,50 metros, sendo que nas Zonas Especiais de Interesse Social, o passeio público poderá ter dimensão mínima de 1,50 metro.

O texto diz ainda que “em todas as vias urbanas o passeio público deve ser construído a partir da guia do meio-fio, com adequação do piso tátil”.

Quanto às roçadas e limpeza nos terrenos, o secretário ressalta que são obrigações do proprietário, sendo que é previsto em lei que quando estes não tratem das manutenções, a Prefeitura encaminhe esses serviços para os locais, com custos. A cobrança é lançada no carnê do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

“O edital de notificação prevê que os proprietários devem providenciar a roçada e limpeza de seus terrenos e estão sob pena, se não fizerem, de multas, de acordo com o Código de Posturas do Município, em seus artigos 170 e 174”, disse Joaquim.

O secretário observa que quando a roçada for executada pela Prefeitura haverá posterior cobrança pelos serviços, acrescido de 10% do valor a título de administração. A multa hoje é de R$ 1.972,30. Em caso de reincidência, a multa tem valor dobrado.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Deslocamento de talude de mina da Vale atinge 18 centímetros por dia e aumenta risco de rompimento
Brasil

Deslocamento de talude de mina da Vale atinge 18 centímetros por dia e aumenta risco de rompimento

25/05/2019 12:37
Deslocamento de talude de mina da Vale atinge 18 centímetros por dia e aumenta risco de rompimento
MS tem saldo positivo de 2661 empregos em abril, melhor resultado desde 2013
Emprego

MS tem saldo positivo de 2661 empregos em abril, melhor resultado desde 2013

25/05/2019 11:05
MS tem saldo positivo de 2661 empregos em abril, melhor resultado desde 2013
Ar seco e frio ganha força em Mato Grosso do Sul
Mato Grosso do Sul

Ar seco e frio ganha força em Mato Grosso do Sul

25/05/2019 09:50
Ar seco e frio ganha força em Mato Grosso do Sul
Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 3 milhões neste sábado
Loteria

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 3 milhões neste sábado

24/05/2019 17:42
Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 3 milhões neste sábado
Duas chapas concorrem às eleições da Aced
Dourados

Duas chapas concorrem às eleições da Aced

24/05/2019 10:01
Duas chapas concorrem às eleições da Aced
Últimas Notícias