Dourados – MS quinta, 23 de maio de 2024
22º
Artigo

Quem sabe administrar, administra até a crise

06 Mai 2022 - 16h00Por Marcelo Mendes*
Quem sabe administrar, administra até a crise -

Nos últimos anos, enfrentar seguidas crises em nosso país tem sido um desafio e tanto, não somente para as empresas do setor de eletricidade, mas para todas as outras, especialmente na área de serviços. Tal realidade nos faz compreender que a escapatória e o crescimento estão atrelados à administração consciente e concentração dos investimentos em empreendedores nacionais, com o objetivo de fortalecer ainda mais a economia local.

Em 2020, por exemplo, o mundo parou suas produções com o início e avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), concentrados em cuidar da saúde de seus cidadãos. Por isso, ficou ainda mais caro e complicado importar matéria-prima e componentes de outros países, principalmente da China, onde tudo iniciou.

Agora, o cenário de elevação de custos em diversos setores se repete com a importação de produtos vindos da Rússia e Ucrânia, países que iniciaram uma guerra há mais de um mês e já vêm trazendo reflexos significativos.

Nesse sentido, nós, na KRJ, sempre preferimos investir em fornecedores brasileiros e empresas sediadas em território nacional, até mesmo por compreender a importância de investir no país e fazer “girar a roda” desse investimento local que é tão importante, além do mais, somos uma empresa totalmente nacional.

Nas diversas análises realizadas para comparativos de preços de itens importados e nacionais, não avaliamos somente o preço de aquisição de maneira isolada, mas os demais componentes deste custo, como oscilação cambial, às dificuldades de transporte e logística, os prazos de entrega totais, transporte e fabricação, o suporte pós-vendas, as quantidades envolvidas versus o custo de desembolso. O imediatismo neste caso é caro!

Uma boa administração envolve inúmeras ações estrategicamente planejadas. O futuro e bem-estar da sua empresa estão em risco, então é necessário cautela e organização. Dessa forma, após extensos estudos, optamos pela concentração na negociação com fornecedores nacionais, e aplicar nossas políticas locais, tentando economizar ao máximo, mas com aquisição de matérias-primas de qualidade. Como já temos uma relação bastante sólida com nossos parceiros, essa tratativa é facilitada, por isso a importância em manter o relacionamento com quem fornece os materiais e criar o hábito de tratá-los realmente como parceiros e conservar essa interação comercial saudável.

Adiante, a ideia é também reduzir ao máximo o desperdício na produção. Sempre questionamos como podemos fazer melhor e com menor custo. O mercado não paga por nossa ineficiência e todo custo é exaustivamente questionado. Com essa escolha, podemos alocar recursos que não estavam sendo utilizados com inteligência, melhorar a forma de fabricação e auxiliar nossos colaboradores no aperfeiçoamento das técnicas, além de controlar a administração do caixa, já que conseguimos reduzir custos, diminuir a rotatividade de compra e ampliar a utilização dos materiais.

Então, com a política de investimento local, não somos obrigados a precisar de outros países e nem nos preocupar com reabastecimento de matéria-prima e ainda incentivamos as outras empresas brasileiras a continuarem suas atividades. Tudo isso nos leva a crescimentos acima dos projetados, mesmo vivenciando períodos desafiadores.

Nosso compromisso vai muito além do comercial, pois somos responsáveis por inúmeras pessoas que ajudam a economia brasileira girar e, dessa forma, fomos um agente importante, pelo menos no âmbito paulistano, na geração de empregos, numa época em que o habitual é a demissão. A mão de obra qualificada e segurança dos colaboradores auxiliaram em nosso crescimento, assim sendo, o investimento continua e a crença de que novos e melhores tempos virão.

 

*Economista e gerente geral da KRJ

Deixe seu Comentário

Leia Também

CGE discute alinhamento da auditoria interna de MS em reunião com BIRD, EPE e Agesul
Parceria

CGE discute alinhamento da auditoria interna de MS em reunião com BIRD, EPE e Agesul

22/05/2024 23:00
CGE discute alinhamento da auditoria interna de MS em reunião com BIRD, EPE e Agesul
Novos convênios com municípios somam R$ 81,9 milhões, garantindo obras e melhorias
Infraestrutura

Novos convênios com municípios somam R$ 81,9 milhões, garantindo obras e melhorias

22/05/2024 21:30
Novos convênios com municípios somam R$ 81,9 milhões, garantindo obras e melhorias
Sefaz e Detran alertam contribuintes sobre golpes no pagamento do IPVA
'Sites dublês'

Sefaz e Detran alertam contribuintes sobre golpes no pagamento do IPVA

22/05/2024 21:00
Sefaz e Detran alertam contribuintes sobre golpes no pagamento do IPVA
Primeira-dama de MS recebe doações da campanha do agasalho Seu Abraço Aquece
Setesc

Primeira-dama de MS recebe doações da campanha do agasalho Seu Abraço Aquece

22/05/2024 20:00
Primeira-dama de MS recebe doações da campanha do agasalho Seu Abraço Aquece
Próximo da aposentadoria, desembargador Júlio Cardoso recebe homenagem surpresa
Judiciário

Próximo da aposentadoria, desembargador Júlio Cardoso recebe homenagem surpresa

22/05/2024 18:45
Próximo da aposentadoria, desembargador Júlio Cardoso recebe homenagem surpresa
Últimas Notícias