Dourados – MS terça, 22 de outubro de 2019
Voluntariado

Projeto doa mais de 150 perucas de princesas à crianças com câncer em Dourados

09 Out 2019 - 14h43Por Valéria Araújo
Projeto leva peruca de lã para crianças - Crédito: Cidade OnProjeto leva peruca de lã para crianças - Crédito: Cidade On

Voluntárias do Projeto "Amigos do Peito" estão levando socorro e cuidados para pacientes de hospitais públicos. Somente esse ano, o grupo já doou mais de 150 perucas de lã, inspiradas em princesas da Disney para crianças com câncer em Dourados, Campo Grande e Barretos(SP).  Em 10 meses, o grupo também confeccionou e distribuiu mais de 140 toucas infantis de inverno e 200 próteses mamárias para mulheres que passaram pela mastectomia, que é a cirurgia para remoção da mama ou parte dela devido a câncer. Outros 100 polvinhos de pelúcia chegaram nas Unidades de Tratamento Intensivo Neonatal,  ajudado na recuperação de bebês prematuros.  Todo o trabalho dos mais de 50 voluntários, conta com a parceria da 3ª Vara Criminal, 8ª Promotoria de Justiça de Dourados e Semiaberto Masculino de Dourados. 

 


No caso das perucas, basta alguns fios de lã, agulhas e muita vontade de ajudar o próximo, para levar sorrisos e magia para crianças em tratamento de câncer. Do quarto hospitalar, a imaginação leva as crianças para onde elas quiserem. De pacientes elas se tornam princesas da Disney ou qualquer outro personagem que elas gostem. As perucas aquecem a alma e tudo vira brincadeira entre uma quimioterapia e outra.

Tudo começa entre lãs e agulhas no Semiaberto masculino de Dourados. Lá cerca de 20 internos que participam do projeto, produzem as toucas, que mais tarde se transformam em adereços infantis masculinos e femininos nas mãos das voluntárias do "Amigos do Peito"."O objetivo é aquecer as carequinhas no inverno e ao mesmo tempo incentivar o lúdico, as brincadeiras e os sorrisos. As crianças soltam a imaginação", destaca Iracema Tiburcio, uma das coordenadoras do projeto. 

 

De acordo com Iracema, o projeto "Amigos do Peito" existe desde 2003, quando um grupo de oração formado por amigas, decidiu se juntar também para ajudar mulheres que passaram pela mastectomia, que é a cirurgia para remoção da mama ou parte dela devido a câncer. Elas pegaram um molde de prótese de painço que uma paciente havia ganhado pela Rede Feminina de Combate ao Câncer e começaram a reproduzi-lo artesanalmente. "Conseguimos o apoio da empresa Marta Campos que doa os moldes feitos pelas voluntárias, já em sutiãs. De lá para cá muita gente recebeu gratuitamente um kit com o produto e instruções, melhorando a auto estima", destaca, observando que um manual com orientações para as pacientes foi confeccionado pela enfermeira Idalina Júlio, voluntária do projeto.

Depois das próteses mamárias, as voluntárias abraçaram o projeto de perucas de cabelo natural em parceria com o Semiaberto feminino e 3ª Vara Criminal. De lá para cá, mais de cem pessoas com câncer beneficiadas pela iniciativa. Em outubro do ano passado, as voluntárias decidiram ampliar a corrente do bem por meio das redes sociais para doação de matéria-prima para confeccionar as perucas da lãs para as crianças. "Nós pensamos que se conseguíamos ajudar as mulheres com as perucas, também poderíamos fazer algo pelas crianças e daí surgiu a idéia das perucas de lã. Trouxemos a proposta para a Luzia Aparecida Ferreira, diretora do Semiaberto Feminino porque precisávamos de um espaço para confeccionar e ela levou o projeto até a 3ª Vara Criminal, que abraçou a causa na hora", destaca.

Hoje o "Amigos do Peito" também conta com a ajuda de empresas. Além da Marta Campos, o Shopping dos Animais doa painço para os sutiãs (prótese mamária), Casa Rocha, Cleuza aviamentos, entre outros parceiros e amigos. 

Polvos de crochê

Bebês prematuros da UTI neonatal do Hospital Evangélico passaram a contar com uma ajuda mais que "fofa" na recuperação. Trata-se dos Polvos de crochê que são colocados dentro de incubadoras. Especialistas defendem que os bonecos envolvem os bebês, evitando acidentes e choques nas paredes da incubadora.

 

Outro benefício é que tentáculos do polvo se assemelham ao cordão umbilical da mãe. Com isso, eles se sentem protegidos. Os relatos são de melhora nos sinais vitais e ganho de peso mais rápido. Além disso, o polvo evita que eles puxem a sonda e tubos instalados.

Os bichinhos foram confeccionados por voluntárias do Projeto Octo, iniciativa que surgiu na Dinamarca em 2013. Em Dourados, o "Octo Brasil" é coordenado pelo projeto "Amigos do Peito", no município. De acordo com a Iracema Tibúrcio, uma das coordenadoras do projeto em Dourados, a ação é totalmente gratuita e deve ser expandida a para outros hospitais e clinicas públicas parceiros.

Segundo ela, para fazer parte do projeto, a unidade precisa se cadastrar e atender a recomendações. Uma delas é que para evitar qualquer problema de saúde aos bebês, os bichinhos de crochê precisam ser esterilizados a cada ciclo de 5 a 7 dias – ou antes, se houver necessidade. Quando os recém-nascidos receberem alta, poderão levar os polvos de estimação para casa.

Câncer Infantil

Todos os anos, mais de 300 mil crianças e adolescentes são diagnosticados com câncer infantil, segundo a Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer. Em 2018, o Instituto Nacional de Câncer José de Alencar Gomes da Silva (Inca) estimou 12,5 mil crianças diagnosticadas com câncer no Brasil. Essa mesma previsão deve se repetir em 2019. Diferente do que pode acontecer com adultos, o estilo de vida geralmente não tem influência no desenvolvimento de tumores em crianças. Ou seja, as neoplasias são originadas de alterações no DNA que podem acontecer antes mesmo do nascimento.

De acordo com o Inca e o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), o câncer é a segunda causa de morte entre crianças e adolescentes até os 19 anos, ficando atrás apenas de causas externas, como acidentes e violência. Entre os tipos de cânceres mais comuns entre os mais novos estão a leucemia, tumores do sistema nervoso central e linfomas.

Doações

Doações de matéria prima para o projeto podem ser feitos pela sociedade. Qualquer ajuda é bem vinda. Informações pelos telefones: (67) 996089248, 99624 9234 e 996317320.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Apresentação de dança ajuda a arrecadar fundos para a construção do Hospital de Amor de Dourados
Dourados

Apresentação de dança ajuda a arrecadar fundos para a construção do Hospital de Amor de Dourados

21/10/2019 12:02
Apresentação de dança ajuda a arrecadar fundos para a construção do Hospital de Amor de Dourados
Inscrições para concurso da Uems, com salários até R$ 6,9 vão até sexta-feira
Concurseiros

Inscrições para concurso da Uems, com salários até R$ 6,9 vão até sexta-feira

21/10/2019 11:35
Inscrições para concurso da Uems, com salários até R$ 6,9 vão até sexta-feira
Professor e doutor em Administração Pública do RJ, Álvaro Chrispino, faz palestra em Dourados
Movimento Espírita

Professor e doutor em Administração Pública do RJ, Álvaro Chrispino, faz palestra em Dourados

21/10/2019 10:18
Professor e doutor em Administração Pública do RJ, Álvaro Chrispino, faz palestra em Dourados
Parte do forro de gesso do Teatro Municipal de Dourados desaba
Dourados

Parte do forro de gesso do Teatro Municipal de Dourados desaba

21/10/2019 08:33
Parte do forro de gesso do Teatro Municipal de Dourados desaba
PRF apreende 13 armas de fogo, 23 carregadores e 360 munições
Tráfico de armas

PRF apreende 13 armas de fogo, 23 carregadores e 360 munições

21/10/2019 07:40
PRF apreende 13 armas de fogo, 23 carregadores e 360 munições
Últimas Notícias