Dourados – MS quarta, 20 de fevereiro de 2019
Pauta
Educação

Professores da rede municipal de Dourados podem entrar em greve a partir de 6ª feira

14 Ago 2018 - 09h10Por Flávio Verão
Professores da rede municipal de Dourados podem entrar em greve a partir de 6ª feira -

Cerca de 27 mil alunos da rede municipal de ensino em Dourados podem enfrentar greve a partir de sexta-feira. Hoje pela manhã professores decidem em assembleia no Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação (Simted) se aderem a paralisação por tempo indeterminado.

Os estudantes estão distribuídos entre 45 escolas e 38 Ceims (Centros de Educação Infantil Municipal) e desde o início do ano letivo enfrentaram impasse sobre o calendário letivo. Muitas escolas sofreram com a falta de professores e iniciaram as aulas com 30 dias de atraso.

De lá para cá não se falou em reposição para cumprir os 208 dias letivos previstos para o ano de 2018. Em maio, quando houve greve nacional de caminhoneiros, aulas foram suspensas na rede municipal de ensino, atrasando ainda mais o calendário nas escolas da rede municipal em Dourados.

O professor Juliano Mazzini, presidente do Simted, diz que a assembleia terá início às 9h. Serão discutidos a negociação salarial e a deliberação sobre a paralisação. Os educadores aprovaram o estado de greve na semana retrasada. Eles pedem valorização do magistério e do grupo administrativo. Ainda reivindicam os índices do piso nacional de 2017 e 2018 para as duas categorias.

Na sexta-feira, durante manifesto do "Dia do Basta", os educadores se reuniram a trabalhadores de outros segmentos e saíram às ruas com faixas e cartazes. O que motivou a discussão de greve foi o não cumprimento de reajuste salarial de 4,13% para o magistério pela administração municipal. O pagamento estava previsto para julho e não há sinalização se irá ocorrer.

Com o reajuste, o magistério atingiria o índice de 6,81% previsto no Piso Municipal do Magistério, já que todo o funcionalismo municipal teve um aumento de 2,68% no mês de maio.

Além do cumprimento do Piso Municipal de 2018, a categoria ainda espera a reposição do Piso do ano de 2017 (7,64%) e que esses mesmos índices também contemplem os servidores administrativos da Rede Municipal de Ensino.

Segundo Juliano, a administração municipal tem se reunido com os educadores, porém nada tem feito. Até ontem à tarde o Simted não havia recebido nenhum ofício da Prefeitura sobre negociação salarial. O presidente da categoria disse que se a maioria decidir pela greve, será necessário, por lei, cumprir 48 horas para iniciar a paralisação, ou seja, pode começar a partir de sexta-feira.

No ano passado, nesse mesmo período, os educadores da rede municipal de ensino entraram em greve na cidade de Dourados. Os professores também cobravam o cumprimento da Lei do Piso Municipal para o magistério, além de reposição do grupo administrativo.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Maior superlua do ano ocorre nesta terça-feira
10% maior

Maior superlua do ano ocorre nesta terça-feira

19/02/2019 16:06
Maior superlua do ano ocorre nesta terça-feira
Dourados tem 55 oportunidades de emprego na semana
Emprego

Dourados tem 55 oportunidades de emprego na semana

18/02/2019 17:06
Dourados tem 55 oportunidades de emprego na semana
Após denúncia, CCZ elimina focos do mosquito causador da dengue na praça
Dourados

Após denúncia, CCZ elimina focos do mosquito causador da dengue na praça

18/02/2019 13:40
Após denúncia, CCZ elimina focos do mosquito causador da dengue na praça
230 mil estudantes da Rede Estadual de Ensino retornam às aulas nesta segunda-feira
No Estado

230 mil estudantes da Rede Estadual de Ensino retornam às aulas nesta segunda-feira

18/02/2019 08:11
230 mil estudantes da Rede Estadual de Ensino retornam às aulas nesta segunda-feira
Mais de 23 mil alunos voltam às aulas nesta segunda-feira em Dourados
Educação

Mais de 23 mil alunos voltam às aulas nesta segunda-feira em Dourados

16/02/2019 10:23
Mais de 23 mil alunos voltam às aulas nesta segunda-feira em Dourados
Últimas Notícias