Dourados – MS sábado, 06 de junho de 2020
Dourados
22º max
12º min
JBS (Fazer o bem)
Saúde

MS registra 27 mortes e 57 mil casos de dengue

10 Out 2019 - 16h47Por Valéria Araújo
CCZ aumenta vigilância em bairros de Dourados - CCZ aumenta vigilância em bairros de Dourados -

A epidemia de dengue em Mato Grosso do Sul já causou 27 mortes mais de 57 mil notificações da doença. Destes, 33,2 mil já foram confirmados. É o que aponta relatório da Secretaria de Estado de Saúde (SES) na última quarta-feira. O número de registros já é quase seis vezes maior do que o total do ano passado, quando foram feitas 10.749 notificações. 

Em Dourados a dengue já causou 8 mortes e mais de 5 mil notificações e confirmou cerca de 3 mil. Em Dourados os bairros com maior registro da doença são: Água Boa, Jardim dos Estados, Parque das Nações II e 4º Plano. Nesses locais a atenção foi redobrada, segundo a coordenadoda do Centro do Controle de Zoonozes de Dourados (CCZ) Rosana Alexandre da Silva. Conforme ela, após bloqueios químicos, aplicação de multas e ações de limpeza, o número de casos tem estabilizado. Ela também atribui o auxílio da população nesse combate, já que tem denunciado situações de imóveis fechados, terrenos baldios, entre outros. 

A maior incidência da doença é no município de São Gabriel do Oeste, com 6.116,1 casos para cada 100 mil habitantes. Em seguida seguem os municípios de Dois Irmãos do Buriti (5466,5), Três Lagoas (4901,8), Alcinópolis (4.607,8) e Costa Rica (4.372,3).  Dourados aparece na 24ª posição, com 5.179 registros e uma incidência de 2.495,9 casos a cada 100 mil habitantes. Ao todo o Estado está com 73 municípios com alta incidência da dengue. 

De acordo com o gerente de Vigilância Epidemiológica de Dourados, Devanildo de Souza, o motivo para a epidemia  está relacionado a volta da circulação do vírus tipo II. Ele explica que visitantes de outras regiões podem ter trazido o vírus. Segundo ele,  a participação da população é de fundamental importancia no combate a doença. 

Multas 

Em Dourados a lei da dengue e da febre amarela multa quem não cuidar de forma adequada de seus terrenos ou quintais como determina a legislação e, dessa forma, deixando de contribuir com o combate do mosquito Aedes aegypti.

Quando um morador é notificado, ele tem prazo para regularizar a situação, ou seja, limpar a área e eliminar os locais que podem se tornar focos de criadouros do mosquito transmissor da Dengue, Febre Chikungunya e Zika Vírus. Caso não o façam, precisam pagar multas. Das notificações, pelo menos 290 tiveram multas aplicadas.

Para as residências o valor da multa é de R$ 800, sendo o valor cobrado em dobro quando o caso for reincidente. No caso dos terrenos baldios a multa é de R$ 1,3 mil e para estabelecimentos comerciais é de R$ 1,6 mil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Assistência Social e Guarda Municipal de Dourados realizam o Projeto ‘Noites Frias’
Projeto 'Noites Frias'

Assistência Social e Guarda Municipal de Dourados realizam o Projeto ‘Noites Frias’

05/06/2020 16:18
Assistência Social e Guarda Municipal de Dourados realizam o Projeto ‘Noites Frias’
SAMU

Samu nega que houve omissão de socorro a paciente indígena

05/06/2020 13:04
Brasil

Receita prorroga restrição para atendimento presencial até 30 de junho

05/06/2020 12:48
Prefeitura e membros do Comitê da Covid-19 apresentam ações no combate à doença para representantes de entidades
Dourados

Prefeitura e membros do Comitê da Covid-19 apresentam ações no combate à doença para representantes de entidades

04/06/2020 17:57
Prefeitura e membros do Comitê da Covid-19 apresentam ações no combate à doença para representantes de entidades
Drenagem da Rua Monte Castelo está sendo recuperada
Dourados

Drenagem da Rua Monte Castelo está sendo recuperada

04/06/2020 15:14
Drenagem da Rua Monte Castelo está sendo recuperada
Últimas Notícias