Dourados – MS terça, 18 de junho de 2024
31º
Meu Detran
Saúde

Miopia em crianças cresce com uso excessivo de celulares

10 Fev 2020 - 15h42Por Valéria Araújo
Miopia em crianças cresce com uso excessivo de celulares -

Considerada epidemia do século pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a miopia (dificuldade de enxergar de longe) tem atingido cada vez mais as crianças.  Segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), cerca de 20% das crianças em idade escolar já apresentam problemas de vista.

De acordo com pesquisa do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), através do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), cresceu a frequência de acessos entre as crianças e adolescentes que usam a internet. O levantamento indica que 80% da população brasileira entre 9 e 17 anos utiliza a rede. Entre esses, o percentual dos que se conectam mais de uma vez por dia subiu de 21%, no estudo referente a 2014, para 66% no atual, com dados coletados em 2015.

O aumento do percentual de jovens que navegam na rede mais de uma vez por dia foi ainda mais expressivo na faixa de 15 a 17 anos (de 17% para 77%) e entre os jovens das classes A e B (de 21% para 75%). Entre os recortes apresentados, a menor variação foi entre as crianças e adolescentes das classes D e E. A alta passou de 25% para 49%.

No Brasil, estima-se que 80% das crianças em idade escolar nunca fizeram exames oftalmológicos. De acordo dados da Sociedade Brasileira de Oftalmologia, a miopia é um problema que tende a progredir com o passar dos anos e pode ter como consequência prejuízos no aprendizado ou falta de socialização da criança.

Em Dourados o médico oftalmologista Guilherme Bonini Aprigliano, alerta para os riscos do uso excessivo das telas e orienta os pais sobre o tempo limite que os pequenos podem utilizar o celular sem maiores riscos a visão.

 

O PROGRESSO:  Como o uso das telas de celular pode prejudicar a visão das crianças?

Resposta: Sim, atualmente as pesquisas científicas comprovam que, principalmente para crianças pequenas 1 a 4 anos, o uso excessivo de celulares e tabletes está interferindo no desenvolvimento anatômico do globo e, consequentemente, na visão.

 

Qual o tipo de distúrbio visual mais comum causado pelo uso das telas do celular? Porque?

R: as pesquisas apontam que tem gerado um aumento significativo na incidência de miopia na primeira infância.

A conclusão é que, como o globo ocular está em crescimento (comprimento e volume), a constante influência de olhar para perto no uso de celulares e tabletes provocam alterações na anatomia do olho, induzindo o aparecimento de miopia.

 

Qual o tempo diário recomendado para que não haja riscos à visão das crianças?

R: a sociedade de Oftalmopediatria recomenda, no máximo 2 horas/dia.

 

Como os pais podem identificar que os filhos estão sofrendo com a miopia? O comportamento na Escola pode ser um indício?

R: O míope tem dificuldade em enxergar para longe, então ele se aproxima das coisas para poder enxergar melhor, ou com as mãos, trazem as coisas para mais próximo do olho para verem com nitidez. O Míope tem uma boa visão de perto.

Estes hábitos podem até ser costumes da infância mas podem também ser relacionados a miopia, por isso sempre recomendamos uma avaliação com o médico oftalmologista para esclarecer e tirar a dúvida e constatar se a criança precisa ou não do uso de óculos.

 

Qual a distância recomendada entre a tela do celular e a face? E em relação as relas do computador?

Em relação ao celular não há uma distância determinada, porém fica mais confortável acima de 30 cm. Já para o computador, o ideal é um pouco mais distante, acima de 60 cm em média. Isso trás mais conforto pois não exige tanto da acomodação (movimento do músculo ciliar para modificar o cristalino de forma e posição para ter foco de perto).

 

Quando procurar o médico oftalmologista?

A primeira consulta em feito logo no primeiro mês, realizando o teste do olhinho. Após isso, quando não há nenhuma alteração oftalmológica, recomenda-se uma avaliação na primeira infância, algo entre os 2 a 4 anos. Depois, recomenda-se um acompanhamento cujo intervalo varia com a necessidade de cada criança. Em geral, recomenda-se uma avaliação anualmente.

Após o diagnóstico, quem pode fazer as cirurgias refrativas?

Para a correção de “grau” através da cirurgia refrativa, o primeiro passo é o “grau” do paciente estar estabilizado, que, em média, ocorre após os 25 anos. Estando estabilizado, daí são necessários alguns exames da córnea para avaliar se há a possibilidade daquele paciente realizar a cirurgia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cotidiano

Âncora Resultado Lotofácil: 2 Apostas faturam R$ 710 mil e 5 apostas de MS acertaram 14 dezenas

há 4 minutos atrás
Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio acumulado em R$ 53 milhões
Loteria

Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio acumulado em R$ 53 milhões

18/06/2024 11:30
Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio acumulado em R$ 53 milhões
Ateliê da Moda oferta curso de costura industrial para grupo de mulheres migrantes e brasileiras
UEMS/Nova Andradina

Ateliê da Moda oferta curso de costura industrial para grupo de mulheres migrantes e brasileiras

18/06/2024 07:30
Ateliê da Moda oferta curso de costura industrial para grupo de mulheres migrantes e brasileiras
Terça-feira de sol tem tempo quente e seco em Mato Grosso do Sul
Meteorologia

Terça-feira de sol tem tempo quente e seco em Mato Grosso do Sul

18/06/2024 06:02
Terça-feira de sol tem tempo quente e seco em Mato Grosso do Sul
Tribunais se unem para formular metas do Poder Judiciário para 2025
Pesquisa

Tribunais se unem para formular metas do Poder Judiciário para 2025

17/06/2024 20:45
Tribunais se unem para formular metas do Poder Judiciário para 2025
Últimas Notícias