Dourados – MS sexta, 21 de fevereiro de 2020
Dourados
30º max
22º min
Pantanal em chamas

Sem previsão de chuvas no Pantanal, Estado reforça combate às queimadas

As condições climáticas não são favoráveis à redução dos focos de calor esta semana, por falta de chuvas, alta temperatura, baixa umidade e vegetação seca

05 Nov 2019 - 07h00Por Redação
Reunião na Sala de Situação contou com as presenças do secretário Jaime Verruck e do comandante do CBMS, coronel Joílson Amaral - Crédito: DivulgaçãoReunião na Sala de Situação contou com as presenças do secretário Jaime Verruck e do comandante do CBMS, coronel Joílson Amaral - Crédito: Divulgação

As condições climáticas não são favoráveis à redução dos focos de calor esta semana no Pantanal de Mato Grosso do Sul, por falta de chuvas, alta temperatura, baixa umidade e vegetação seca. Diante dessa situação crítica, o Governo do Estado reavaliou as ações de combate às queimadas na região e iniciou, ontem (4), o remanejamento do grupamento e aeronaves que estão combatendo o fogo em quatro municípios.

Além dos focos no Pantanal, que avançam para a região do Forte Coimbra, entre Corumbá e Porto Murtinho, e para a borda do Parque Estadual do Rio Negro, no centro do bioma, o Corpo de Bombeiros e o Imasul (Instituto do Meio Ambiente de MS) se mobilizam para uma ação preventiva no Parque Estadual das Várzeas do Ivinhema, no extremo Sul, na bacia do Rio Paraná, onde ocorrem focos em área situada na divisa do Estado com o Paraná.

O secretário estadual Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), participou de uma reunião na Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), onde foi discutido um novo planejamento da Operação Pantanal 2, incluindo logística, comunicação e liberação de recursos. Presentes o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Joílson Alves do Amaral, representantes do Imasul, Cedec, Ibama, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar Ambiental (PMA). 

Uma semana crítica

“A situação é extremamente preocupante, novos focos surgiram de domingo para cá, e decidimos intensificar os combates por terra e ar, de forma coordenada, onde contamos com o apoio do Exército na parte logística”, informou o secretário. “Fizemos um planejamento para a semana com base nas previsões meteorológicas, sabendo que será uma semana crítica com o ponto de vista dos combates devido à ausência de chuvas e altas temperaturas”, completou.

Verruck observou que este período do ano sofre uma das maiores estiagens no Estado, exigindo uma atenção redobrada no monitoramento e combate dos focos de calor, para que não ocorra mais prejuízos da biodiversidade e na economia ou perda de vidas. Citou que o Rio Paraguai apresenta um dos menores níveis dos últimos 20 anos, registrando 1,20m nesta segunda-feira na régua de Ladário. Em 2018, no mesmo período, o rio apresentava 2,60m. (Fonte: assessoria governo MS)

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Meio ambiente

Índios, agricultores e ambientalistas defendem pagamento por serviços ambientais

20/02/2020 14:25
Acordo de Cooperação Técnica entre Ministério Público, Imasul e ONG visa conservar águas de Bonito
Meio ambiente

Acordo de Cooperação Técnica entre Ministério Público, Imasul e ONG visa conservar águas de Bonito

20/02/2020 12:30
Acordo de Cooperação Técnica entre Ministério Público, Imasul e ONG visa conservar águas de Bonito
Projeto que redefine percentual de reserva legal no Cerrado será revisto na CMA
Meio ambiente

Projeto que redefine percentual de reserva legal no Cerrado será revisto na CMA

20/02/2020 10:45
Projeto que redefine percentual de reserva legal no Cerrado será revisto na CMA
PMA prepara operação de prevenção e repressão à pesca predatória
Feriadão de carnaval

PMA prepara operação de prevenção e repressão à pesca predatória

20/02/2020 08:49
PMA prepara operação de prevenção e repressão à pesca predatória
Amazônia: Diretor do Ministério da Economia diz que governo tem que coibir desmatamento ilegal
Meio ambiente

Amazônia: Diretor do Ministério da Economia diz que governo tem que coibir desmatamento ilegal

19/02/2020 16:45
Amazônia: Diretor do Ministério da Economia diz que governo tem que coibir desmatamento ilegal
Últimas Notícias