Dourados – MS sábado, 18 de maio de 2024
19º
Meio ambiente

Sala Verde da UFMS é inaugurada no Museu de Arqueologia

O novo espaço integra-se a outras 94 salas verdes que existem em todo o Brasil

15 Mai 2024 - 08h45Por Elton Ricci/UFMS
Sala Verde da UFMS é inaugurada no Museu de Arqueologia
 - Crédito: Álvaro Herculano Crédito: Álvaro Herculano

Na manhã de ontem, 14, foi realizada a inauguração da Sala Verde no Museu de Arqueologia (Muarq) da UFMS, resultado da certificação da Universidade junto ao Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima. O novo espaço integra-se a outras 94 salas verdes que existem em todo o Brasil. A cerimônia foi prestigiada por membros da equipe de gestão, estudantes, professores e técnicos-administrativos da Instituição e alunos da Escola Estadual Indígena Guilhermina da Silva, localizada na Aldeia Aldeinha, em Anastácio.

O espaço receberá atividades como palestras de educação ambiental, reuniões relacionadas à sustentabilidade e outras programações, representando mais um passo da Universidade em direção aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A iniciativa promove a articulação entre o ensino, pesquisa, extensão e inovação desenvolvidos por universidades e outras instituições com a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas.

O reitor Marcelo Turine esteve presente na cerimônia e destacou a importância do espaço socioambiental, integrado ao Muarq, para a formação de alunos e professores da educação básica. “O Museu tem uma riqueza imensa, é um apelo, é uma curiosidade, as crianças amam saber um pouquinho da história, da arqueologia. Eu fico muito feliz de integrar o Museu, esse movimento arqueológico e paleontológico, junto com uma sala verde, um programa inédito no Brasil. Isso fortalece cada vez mais, eu acredito, o ponto de vista educacional. Se nós estamos num mundo digital, o mundo digital é atrativo, mas aqui nós vamos ter um mundo digital integrado com o mundo histórico, arqueológico, de formação socioambiental”, ressalta.

O diretor de Desenvolvimento Sustentável (Dides), Leonardo Chaves de Carvalho, explica que a Sala Verde da UFMS é um dois oito espaços educacionais aprovados no Mato Grosso do Sul em 2023. “O objetivo dela é promover a educação ambiental, promover a conscientização, tanto da população externa, quanto também da nossa comunidade universitária. A Sala Verde é um espaço de debate, um espaço formador, educação não formal, sobre sustentabilidade, meio ambiente e desenvolvimento sustentável”, pontua.

A responsável técnica pelo Muarq, Laura Pael, afirma que uma das primeiras ações promovidas pelo novo espaço será uma oficina sobre compostagem, com a participação de professores da UFMS e aberta à comunidade universitária. “Nosso público principal que vai ser atendido nesse primeiro momento são as crianças que participam do Museu de Arqueologia, mas também teremos oficinas, palestras, formação de professores, cursos. É uma sala aberta à comunidade, a todos os acadêmicos e alunos”, complementa.

Durante a cerimônia, os participantes também puderam apreciar quadros da exposição Caminhos da Criação: Diálogos entre a Narrativa Terena e a Arte Aldravista, desenvolvida por alunos da Aldeia Aldeinha. Eles foram desafiados a mesclar elementos da narrativa terena e da arte indígena (grafismo), caracterizada pela precisão dos traços, com a arte aldravista, totalmente livre. Ao todo, 17 obras estão expostas na Sala Verde.

A coordenadora da Academia Brasileira de Autores Aldravianistas Infantojuvenil de Anastácio, Flavia Rohdt, acrescenta que o objetivo da exposição foi fortalecer a questão étnica entre os alunos indígenas. “Fizemos um diálogo sobre a narrativa da criação do povo terena. Então, a gente tem aí uma história do surgimento desse povo, que é muito interessante. E os alunos foram desafiados. No mês de março, nós desafiamos eles a pegar um elemento do mítico da narrativa e passar para a tela”, explica.

Os interessados em participar das atividades na Sala Verde podem realizar agendamento e verificar a programação por meio da página da Dides (https://dides.ufms.br/)  ou diretamente com o Muarq.

 

Fotos: Álvaro Herculano

Deixe seu Comentário

Leia Também

Estudo revela efetividade das ações de conservação ambiental
Meio ambiente

Estudo revela efetividade das ações de conservação ambiental

18/05/2024 16:30
Estudo revela efetividade das ações de conservação ambiental
Seminário vai discutir ação climática e turismo sustentável em Mato Grosso do Sul
Meio ambiente

Seminário vai discutir ação climática e turismo sustentável em Mato Grosso do Sul

18/05/2024 06:15
Seminário vai discutir ação climática e turismo sustentável em Mato Grosso do Sul
Descarte correto de lâmpadas fluorescentes: compromisso com um agora mais sustentável
Meio ambiente

Descarte correto de lâmpadas fluorescentes: compromisso com um agora mais sustentável

16/05/2024 13:00
Descarte correto de lâmpadas fluorescentes: compromisso com um agora mais sustentável
MS participa do maior evento de observação de aves da América Latina
Avistar Brasil

MS participa do maior evento de observação de aves da América Latina

16/05/2024 12:45
MS participa do maior evento de observação de aves da América Latina
Para combater incêndios florestais, Governo de MS instala bases dos bombeiros em 13 áreas
Pantanal

Para combater incêndios florestais, Governo de MS instala bases dos bombeiros em 13 áreas

15/05/2024 21:00
Para combater incêndios florestais, Governo de MS instala bases dos bombeiros em 13 áreas
Últimas Notícias