Dourados – MS domingo, 21 de julho de 2024
14º
ALEMS

Programa para recuperação de nascentes é tema de projeto

O objetivo do programa é a recuperação de nascentes em áreas degradadas e a preservação daquelas que não necessitam de restauração

09 Jul 2024 - 22h30Por Heloíse Gimenes, Agência ALEMS
Programa Adote uma Nascente foi proposto pelo deputado e presidente da ALEMS, Gerson Claro - Crédito: Luciana Nassar/ALEMSPrograma Adote uma Nascente foi proposto pelo deputado e presidente da ALEMS, Gerson Claro - Crédito: Luciana Nassar/ALEMS

De autoria do deputado e presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), Gerson Claro (PP), tramita na Casa de Leis o Projeto de Lei 156/2024, que institui o Programa Adote uma Nascente no âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul e dá outras providências. O objetivo do programa é a recuperação de nascentes em áreas degradadas e a preservação daquelas que não necessitam de restauração. Nascente é compreendida como o afloramento natural do lençol freático e sua respectiva área de preservação permanente (APP).

Os voluntários do programa terão duas categorias, os adotantes são responsáveis por ações de preservação e recuperação da nascentes. Já os padrinhos são responsáveis por colaborar financeiramente com as ações de adoção. Entre as ações a serem realizadas estão a delimitação física da área, sua sinalização, o nome da nascente, da pessoa física ou jurídica de direito público ou privado que adotará a nascente, e informações com fins de educação ambiental, prestadas por técnicos devidamente habilitados, caracterizando a água, solo, fauna e flora do local.

“O objetivo é desenvolver e promover uma política de meio ambiente voltada à preservação das nascentes dos rios do Estado. Mato Grosso do Sul é privilegiado pela natureza, berço do Aquífero Guarani, com áreas territoriais são abrangidas por diversas bacias hidrográficas estaduais e federais. A transformação em lei do Projeto Adote Uma Nascente permitirá também a conscientização das pessoas, permitindo o avanço de políticas públicas complementares e, principalmente, envolvendo as respectivas comunidades localizadas em áreas urbanas e rurais próximas a cada uma das nascentes de rio”, justificou o presidente da ALEMS, Gerson Claro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Só 6,9% das áreas urbanas do país são cobertas por vegetação
Meio ambiente

Só 6,9% das áreas urbanas do país são cobertas por vegetação

19/07/2024 18:30
Só 6,9% das áreas urbanas do país são cobertas por vegetação
Bombeiros de MS continuam trabalho para conter incêndios em diferentes áreas do Pantanal
Meio ambiente

Bombeiros de MS continuam trabalho para conter incêndios em diferentes áreas do Pantanal

19/07/2024 17:30
Bombeiros de MS continuam trabalho para conter incêndios em diferentes áreas do Pantanal
Novo plano climático do Brasil será construído com participação popular, diz ministro
Clima e meio ambiente

Novo plano climático do Brasil será construído com participação popular, diz ministro

18/07/2024 20:45
Novo plano climático do Brasil será construído com participação popular, diz ministro
Resiliência: Pantanal Sul-mato-grossense se revela um gigante cheio de vida
Meio ambiente

Resiliência: Pantanal Sul-mato-grossense se revela um gigante cheio de vida

18/07/2024 09:30
Resiliência: Pantanal Sul-mato-grossense se revela um gigante cheio de vida
Com rios contaminados por agrotóxicos, Bonito convoca reunião
Meio ambiente

Com rios contaminados por agrotóxicos, Bonito convoca reunião

17/07/2024 12:30
Com rios contaminados por agrotóxicos, Bonito convoca reunião
Últimas Notícias