Dourados – MS sábado, 31 de outubro de 2020
Dourados
26º max
17º min
Influx
Meio ambiente

Pantanal pode levar até 50 anos para se recuperar de queimadas

O cálculo foi baseado em dados adquiridos em pesquisas; bioma já teve 20% de sua área total devastada

28 Set 2020 - 16h15Por Dina Karla Miranda,
Pantanal pode levar até 50 anos para se recuperar de queimadas - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

As consequências das queimadas no pantanal tem sido um forte impacto prejudicando a flora e a fauna da região sul-mato-grossense. O nível de água do Rio Paraguai, abaixo do valor normal para a época, também é motivo de preocupação para moradores e pesquisadores do Estado. 

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), que monitora os incêndios do Pantanal deste ano de  1998, apontam uma baixa de 50% do volume de chuvas normal em todo o bioma no período de janeiro a maio, o que também torna o ambiente mais suscetível a incêndios. 
Segundo informações do Ibama/Prevfogo/ Laboratório de aplicações de satélites ambientais,  as queimadas no Pantanal de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul já ultrapassaram uma área de quase 3 milhões de hectares. No Mato Grosso do Sul cerca de 1.165.000 hectares foram consumidos pelas chamas e no Mato Grosso, 1.742.000 hectares, totalizando 2.916.000 hectares devastados.

“A temperatura muito alta e a  baixa de umidade do ar, o clima seco e os ventos têm contribuído para que o fogo continue se alastrando, muitas espécies  de animais que poderiam ser resistentes acabam sendo prejudicados,  porque o impacto ambiental dessas queimadas é grande”, afirma o analista ambiental do Ibama/Prevfogo, Alexandre de Matos Martins Pereira. “Vamos precisar de muita chuva nessa região, pois a perca é gigantesca;  muitos animais mortos, até onças que conseguem nadar não resistem a essas queimadas”, ressaltou. 

Professora e pesquisadora associada do Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da Biodiversidade da Universidade Federal de Mato Grosso (PPG-ECB/IB-UFMT), Cátia Nunes de Cunha conta que, baseado em dados adquiridos em pesquisas, o bioma precisará de cinco décadas para retornar ao que era antes. 

Segundo informações do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em 1998 foram 6.048 focos de queimadas registrados no bioma. Em comparação a 2019 em setembro com 2.887 focos em 30 dias, em setembro de 2020 apresentou alta de 109%. O número de focos está em 211% acima da média histórica. Até o momento foram mais de 16.201 focos registrados de queimadas desde janeiro até setembro de 2020. 

Corumbá

As equipes do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul e do Paraná intensificaram nos últimos dias as ações de combate ao incêndio na região da Barra do São Lourenço. O local foi palco de vários resgates e evacuação da pequena comunidade conhecida como Nova Morada da Barra do São Lourenço, que é uma extensão da comunidade da Barra do São Lourenço, onde as chamas dos incêndios colocavam em risco as famílias e suas moradias.

Neste mês de setembro, 15 homens do Paraná chegaram a cidade de Corumbá para ajudar no combate as queimadas do Pantanal. Os militares foram para a região do Porto da Manga, distante cerca de 75 km da área urbana da cidade.

Segundo o Corpo de Bombeiros, na região há focos de queimadas que podem ser considerados grandes. Os militares reforçam a equipe dos bombeiros, Prevfogo e da Marinha do Brasil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Após queimadas, produtores rurais rejeitam estatuto para proteger Pantanal
Meio Ambiente

Após queimadas, produtores rurais rejeitam estatuto para proteger Pantanal

31/10/2020 10:05
Após queimadas, produtores rurais rejeitam estatuto para proteger Pantanal
Homem é autuado por pesca ilegal e tem barco e petrechos de pesca apreendidos
Pesca Ilegal

Homem é autuado por pesca ilegal e tem barco e petrechos de pesca apreendidos

há 19 horas atrás
Homem é autuado por pesca ilegal e tem barco e petrechos de pesca apreendidos
Paulista é autuado pela PMA em R$ 10 mil por erosões em 2 hectares de área
Meio Ambiente

Paulista é autuado pela PMA em R$ 10 mil por erosões em 2 hectares de área

30/10/2020 17:24
Paulista é autuado pela PMA em R$ 10 mil por erosões em 2 hectares de área
Infrator é autuado em R$ 20 mil por desmatamento ilegal de vegetação
Meio Ambiente

Infrator é autuado em R$ 20 mil por desmatamento ilegal de vegetação

30/10/2020 12:22
Infrator é autuado em R$ 20 mil por desmatamento ilegal de vegetação
Filhotes de ema aparecem em quintal de residência e jovem aciona Polícia Militar Ambiental
Meio Ambiente

Filhotes de ema aparecem em quintal de residência e jovem aciona Polícia Militar Ambiental

30/10/2020 12:00
Filhotes de ema aparecem em quintal de residência e jovem aciona Polícia Militar Ambiental
Últimas Notícias