Dourados – MS sexta, 19 de julho de 2024
25º
Meio ambiente

Mel do Pantanal é o primeiro do Brasil a receber selo de indicação

04 Dez 2015 - 09h50
Recebem selo de IG produtos que apresentam uma qualidade única, por causa de características naturais. - Crédito: Foto: Gustavo BijosRecebem selo de IG produtos que apresentam uma qualidade única, por causa de características naturais. - Crédito: Foto: Gustavo Bijos
O mel produzido no Pantanal passou a integrar o time dos produtos nacionais com certificação de Identificação Geográfica (IG), registrado e emitido pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi). Essa é a primeira Indicação Geográfica para mel conferida em todo o País.


O pesquisador da Embrapa Pantanal, responsável pelas pesquisas em apicultura na região, Vanderlei dos Reis, lembra que a região era erroneamente apontada e conhecida como não indicada para a obtenção de mel e de outros produtos apícolas em escala comercial, pois algumas tentativas resultaram em méis de má qualidade com cores escuras e odores não satisfatórios.


Esse paradigma foi sendo alterado com a aprovação de seis projetos de pesquisa (três na Embrapa, dois no CNPq e um na Fundect) que possibilitaram a execução de diversos estudos fundamentais para conhecer mais sobre as particularidades da apicultura no Pantanal e assim gerar, adaptar e transferir técnicas apropriadas para essa região. O trabalho incluiu desde a seleção de equipamentos de proteção individuais (macacões apícolas, por exemplo), uso de colmeias padronizadas até escolha de embalagens mais adequadas para a obtenção de produtos de alta qualidade. A pesquisa desenvolveu um mel de coloração clara, com sabor e aroma de floradas variadas de plantas do Pantanal.


Entre as conquistas desses 13 anos de pesquisas está a IG do Mel do Pantanal. A partir dos resultados das pesquisas, a região se tornou não apenas apta à produção de mel, como conseguiu desenvolver um produto com características específicas, que serão destacadas com o selo de origem, o que tem beneficiado apicultores e demais interessados em produzir mel e derivados na região pantaneira.


Recebem selo de IG produtos que apresentam uma qualidade única, por causa de características naturais, como solo, vegetação, clima e saber fazer. No caso do Mel do Pantanal, o grande destaque é a produção aliada à conservação de um bioma único, em que a prática da apicultura pode ser desenvolvida em harmonia com a natureza, auxiliando na sua conservação, uma vez que a manutenção ou o plantio de espécies que apresentem floradas ou outros recursos vegetais de interesse para as abelhas africanizadas (Apis mellifera) é requisito fundamental nessa atividade econômica.


Para o fiscal federal agropecuário do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) Márcio Menegazzo, as pesquisas exercem papel fundamental no desenvolvimento de um produto com Identificação Geográfica. Seja na qualificação e na descrição precisa das características do território, do processo de produção e suas práticas; seja nas especificidades da qualidade que estão vinculadas à origem, elas auxiliam os produtores a criarem regras sustentáveis na reprodução dos recursos naturais locais para garantir um produto diferenciado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Novo plano climático do Brasil será construído com participação popular, diz ministro
Clima e meio ambiente

Novo plano climático do Brasil será construído com participação popular, diz ministro

18/07/2024 20:45
Novo plano climático do Brasil será construído com participação popular, diz ministro
Resiliência: Pantanal Sul-mato-grossense se revela um gigante cheio de vida
Meio ambiente

Resiliência: Pantanal Sul-mato-grossense se revela um gigante cheio de vida

18/07/2024 09:30
Resiliência: Pantanal Sul-mato-grossense se revela um gigante cheio de vida
Com rios contaminados por agrotóxicos, Bonito convoca reunião
Meio ambiente

Com rios contaminados por agrotóxicos, Bonito convoca reunião

17/07/2024 12:30
Com rios contaminados por agrotóxicos, Bonito convoca reunião
Visita técnica inicia tratativas para rede de monitoramento de contaminação por agrotóxicos
UFMS

Visita técnica inicia tratativas para rede de monitoramento de contaminação por agrotóxicos

17/07/2024 08:00
Visita técnica inicia tratativas para rede de monitoramento de contaminação por agrotóxicos
Pantanal: 96% dos incêndios foram extintos ou controlados
Meio ambiente

Pantanal: 96% dos incêndios foram extintos ou controlados

16/07/2024 21:00
Pantanal: 96% dos incêndios foram extintos ou controlados
Últimas Notícias