Dourados – MS sexta, 18 de setembro de 2020
Dourados
33º max
19º min
Meio ambiente

Ibama registra nove toneladas de peixes mortos

27 Nov 2015 - 09h33
Técnicos do Ibama estão percorrendo trechos do rio Doce. - Crédito: Foto: DivulgaçãoTécnicos do Ibama estão percorrendo trechos do rio Doce. - Crédito: Foto: Divulgação
O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama), retirou nove toneladas de peixes mortos do leito do rio Doce, em Minas Gerais e no Espírito Santo, em decorrência da lama que vazou após rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG).

Segundo o órgão, no trecho do rio situado em Minas, foram recolhidas seis toneladas. Já na porção localizada no Espírito Santo, outras três toneladas foram retiradas sem vida das águas lamacentas do rio Doce.
O Ibama já aplicou uma multa de R$ 250 milhões à mineradora Samarco, responsável pela estrutura que se rompeu. O valor foi dividido em cinco autos de infração, cada um de R$ 50 milhões.

Uma equipe do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Peixes Continentais (Cepta), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), localizado na cidade paulista de Pirassununga, está percorrendo o leito do rio Doce, desde o dia 15 de novembro para tentar recolher matrizes de espécies de peixes ameaçadas de extinção.

A intenção dos especialistas é constituir uma “poupança genética” da biodiversidade de peixes e iniciar um processo de reprodução em cativeiro para viabilizar o repovoamento de trechos do rio, informou o Ibama.
De acordo com Antônio Fernando Bruni Lucas, coordenador-substituto do Cepta, são sete especialistas atuando nesse trabalho. “A ideia é capturar peixes nativos e endêmicos da região e fazer o transporte deles de lá para a formação de um banco genético, Pode ser que as espécies capturadas fiquem em algum local adequado lá na região, ou venham aqui para o CEPTA, em Pirassununga.”

Segundo o coordenador, a equipe de campo está tendo o auxílio de pescadores das comunidades ribeirinhas situadas ao longo do rio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia Militar Ambiental de Dourados autua empresa sucroenergética em R$ 155 mil por incêndio em lavoura
Incêndio em Lavoura

Polícia Militar Ambiental de Dourados autua empresa sucroenergética em R$ 155 mil por incêndio em lavoura

17/09/2020 12:40
Polícia Militar Ambiental de Dourados autua empresa sucroenergética em R$ 155 mil por incêndio em lavoura
Centro de Reabilitação de Animais faz primeiros resgates de vítimas dos incêndios
Queimadas

Centro de Reabilitação de Animais faz primeiros resgates de vítimas dos incêndios

17/09/2020 10:19
Centro de Reabilitação de Animais faz primeiros resgates de vítimas dos incêndios
Bombeiros do PR chegam a MS para combater fogo no Pantanal e Cerrado
Força Tarefa

Bombeiros do PR chegam a MS para combater fogo no Pantanal e Cerrado

16/09/2020 17:01
Bombeiros do PR chegam a MS para combater fogo no Pantanal e Cerrado
Governo libera R$ 3,81 milhões para conter queimadas no Pantanal
Recursos

Governo libera R$ 3,81 milhões para conter queimadas no Pantanal

16/09/2020 11:32
Governo libera R$ 3,81 milhões para conter queimadas no Pantanal
Fazendeiro alvo de operação contra queimadas no Pantanal é preso com armas e munições
MS

Fazendeiro alvo de operação contra queimadas no Pantanal é preso com armas e munições

15/09/2020 14:31
Fazendeiro alvo de operação contra queimadas no Pantanal é preso com armas e munições
Últimas Notícias