Dourados – MS terça, 14 de julho de 2020
Dourados
25º max
17º min
Respeito à Vida/ALMS (Ramal)
Meio ambiente

Embrapa emite alerta sobre nível do Rio Paraguai

22 Jan 2016 - 09h48
Se isso ocorrer, a tendência é de que os níveis dos rios fiquem acima da sua cota de permanência. - Crédito: Foto: EmbrapaSe isso ocorrer, a tendência é de que os níveis dos rios fiquem acima da sua cota de permanência. - Crédito: Foto: Embrapa
Estudos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), alertam sobre o nível do Rio Paraguai que pode subir ainda mais nos próximos dias. As previsões são baseadas em dados obtidos através do portal GeoHidro Pantanal – uma ferramenta desenvolvida pelo Centro Internacional de Hidroinformática (CIH), localizado no Parque Tecnológico Itaipu, em parceria com a Embrapa Pantanal.


Mesmo com a a imprevisibilidade das condições meteorológicas dessa temporada de chuvas, a Embrapa informa que ainda é cedo para a emissão de um alerta preciso, mas a situação cuidados e monitoramento. “Este alerta considera apenas a hipótese da situação do tempo continuar conforme o previsto e como tem se confirmado nesse início de janeiro. Se isso ocorrer, a tendência é de que os níveis dos rios fiquem acima da sua cota de permanência de 50%”, diz a Embrapa em seu site oficial.


Segundo a empresa, a situação atual é a seguinte: Rio Paraguai – Estação de Ladário: acima de 4,6 metros; Rio Paraguai – Estação de Bela Vista do Norte: acima de 5,4 metros; Rio Cuiabá – Estação de Porto Alegre: acima de 5,8 metros; Rio Paraguai – Estação de Forte Coimbra: acima de 4,0 metros;Rio Paraguai – Estação de Porto Murtinho: acima 5,4 metros.


Conforme previsões, a tendência é de que, na Bacia do alto Paraguai-Pantanal, as chuvas diminuam ou mesmo parem até o final desta semana, dia 24, recomeçando na semana seguinte, o que é suficiente para manter o alerta sobre a região.

Durante todo o ano de 2015, instituições de Mato Grosso do Sul desenvolveram métodos para a emissão de estimativas quantitativas e automatizadas de previsão de nível, considerando todas as estações de nível disponíveis e com uma longa série de dados. Se os sistemas estiverem prontos para emitir alertas, esses devem ser emitidos ainda este ano.


Este primeiro alerta utiliza como critério a análise de informações das previsões meteorológicas para o trimestre de janeiro, fevereiro e março (JFM) de 2016 emitidos pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e outras fontes de informações no Brasil e no exterior. “Analisamos também a situação atual do nível do rio Paraguai e Cuiabá, no Pantanal, em diferentes estações”, explica Carlos Padovani, pesquisador da Embrapa Pantanal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mourão diz que desmatamento foi além do aceitável na região amazônica
Desmatamento

Mourão diz que desmatamento foi além do aceitável na região amazônica

13/07/2020 18:34
Mourão diz que desmatamento foi além do aceitável na região amazônica
Semana será de calor e tempo seco no Estado
Previsão

Semana será de calor e tempo seco no Estado

13/07/2020 07:35
Semana será de calor e tempo seco no Estado
Sol predomina e máxima pode chegar aos 36°C neste domingo
Tempo

Sol predomina e máxima pode chegar aos 36°C neste domingo

12/07/2020 07:01
Sol predomina e máxima pode chegar aos 36°C neste domingo
Sábado terá predomínio de sol e temperaturas em elevação
TEMPO

Sábado terá predomínio de sol e temperaturas em elevação

11/07/2020 07:09
Sábado terá predomínio de sol e temperaturas em elevação
Petrobras resgatou este ano 3.084 pinguins nas praias brasileiras
Meio Ambiente

Petrobras resgatou este ano 3.084 pinguins nas praias brasileiras

10/07/2020 17:20
Petrobras resgatou este ano 3.084 pinguins nas praias brasileiras
Últimas Notícias