Dourados – MS sexta, 21 de fevereiro de 2020
Dourados
30º max
22º min
Operação Pantanal

Combate às queimadas terá 95 brigadistas e duas aeronaves de Brasília

Mais de 50 mil hectares foram queimados durante cinco dias, um desastre nunca ocorrido antes

01 Nov 2019 - 07h00Por Redação
Fogo aproximou-se de uma pousada situada entre o Morro do Azeite e o Rio Miranda, nos limites de Miranda e Corumbá - Crédito: DivulgaçãoFogo aproximou-se de uma pousada situada entre o Morro do Azeite e o Rio Miranda, nos limites de Miranda e Corumbá - Crédito: Divulgação

Uma grande operação, a Pantanal 2, está sendo preparada para entrar em ação neste fim de semana na área de focos de calor que atinge o bioma, entre os municípios de Miranda, Aquidauana e Corumbá, com a incorporação ao trabalho de combate de mais 95 homens e duas aeronaves. O fogo se alastrou por uma extensa área do bioma desde o último domingo (27). Segundo os calculos, mais de 50 mil hectares foram queimados durante cinco dias, um desastre nunca ocorrido antes. 

Atendendo a novo pedido do governador Reinaldo Azambuja, o governo do Distrito Federal estará enviando 35 bombeiros e o avião Air Tractor, que tem capacidade para lançar até três mil litros de água nos alvos em queima. Também foi solicitado pelo Estado, numa articulação com o Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres, um reforço de 60 brigadistas do Ibama e do Icmbio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade).

O coordenador da Coordenadoria de Defesa Civil e MS (Cedec), tenente-coronel Fábio Catarinelli, informou que o combate aéreo terá ainda o apoio de um helicóptero do Ibama. O Grupo de Patrulhamento Aéreo da Polícia Militar (GPA) também estará atuando com o helicóptero Harpia 02, no transporte da tropa. Nesta quinta-feira, mais 30 bombeiros do Estado foram deslocados para o posto de comando da operação, na fazenda BR Pec, em Miranda.

“O contingente de brigadistas e as aeronaves de Brasília devem chegar nos próximos dias”, adiantou o coordenador, que solicitou apoio logístico do Comando Militar do Oeste (CMO) na área de comunicação terra-ar. O Exército também participa da ação com um caminhão-pipa para abastecer o Air Tractor cedido pelo Corpo de Bombeiros de Mato Grosso, que está em operação há quatro dias, tendo lançado mais de 100 mil litros de água sobre os focos.

Fogo se desloca para os campos

O cenário que ficou ao longo da BR-262, no Pantanal de Mato Grosso do Sul, depois da passagem do fogo por mais de 60 quilômetros no sentido Oeste-Leste-Sul em linha reta, é de um campo devastador. Sobraram cinzas e paus retorcidos onde era vegetação nativa, habitado por animais silvestres e uma grande variedade de aves. 

Ontem (31), o dia amanheceu com uma névoa cinzenta cobrindo toda a região, enquanto o fogo avança pelos campos depois de queimar a borda da rodovia numa velocidade que surpreendeu bombeiros, brigadistas e os proprietários rurais. A fumaça se estendia por mais de 120 km, da localidade do Passo do Lontra (MS-184), região turística, a Miranda (200 km de Campo Grande). Havia pouca visibilidade nas estradas, mas o fogo deu uma trégua. O tráfego na BR-262 ainda exige muita atenção devido à fumaça, que, dependendo da direção do vento, “fecha” a rodovia. Caminhões com cargas de carvão, que circulam diariamente pela via, estão sendo monitorados pela Polícia Rodoviária Federal. Uma das cargas, na quarta-feira, foi atingida por fagulhas e quase ocorreu um incidente. Quem passa pela rodovia percebe a extensão do desastre ambiental e a alta temperatura que permanece no solo queimado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Para cabar com 'mar de lama', acordo de coperação técnica irá conservar águas de Bonito
meio ambiente

Para cabar com 'mar de lama', acordo de coperação técnica irá conservar águas de Bonito

há 35 minutos atrás
Para cabar com 'mar de lama', acordo de coperação técnica irá conservar águas de Bonito
Meio ambiente

Índios, agricultores e ambientalistas defendem pagamento por serviços ambientais

20/02/2020 14:25
Acordo de Cooperação Técnica entre Ministério Público, Imasul e ONG visa conservar águas de Bonito
Meio ambiente

Acordo de Cooperação Técnica entre Ministério Público, Imasul e ONG visa conservar águas de Bonito

20/02/2020 12:30
Acordo de Cooperação Técnica entre Ministério Público, Imasul e ONG visa conservar águas de Bonito
Projeto que redefine percentual de reserva legal no Cerrado será revisto na CMA
Meio ambiente

Projeto que redefine percentual de reserva legal no Cerrado será revisto na CMA

20/02/2020 10:45
Projeto que redefine percentual de reserva legal no Cerrado será revisto na CMA
PMA prepara operação de prevenção e repressão à pesca predatória
Feriadão de carnaval

PMA prepara operação de prevenção e repressão à pesca predatória

20/02/2020 08:49
PMA prepara operação de prevenção e repressão à pesca predatória
Últimas Notícias