Dourados – MS sábado, 22 de fevereiro de 2020
Dourados
30º max
18º min
Eleições

Geraldo pode deixar Secretaria em abril para disputar Prefeitura de Dourados

11 Fev 2020 - 18h09
Geraldo pode deixar Secretaria em abril para disputar Prefeitura de Dourados -
O secretário estadual de Saúde Geraldo Resende deverá se desincompatibilizar, no mês de abril, de seu cargo junto ao governo do Estado para assumir o mandato de deputado federal e se preparar para a disputa à Prefeitura de Dourados. Fonte próxima do secretário assegurou em primeira mão ao “O Progresso”, que apelos “dramáticos” levaram Geraldo Resende a admitir a possibilidade de pedir que o governador Reinaldo Azambuja o libere do compromisso de ir até o final da atual gestão à frente da Secretaria de Estado de Saúde (SES).
 
Segundo a fonte ouvida pelo jornal, Geraldo Resende deverá ter uma conversa nos próximos dias com o governador para discutir o assunto. Caso ambos cheguem a um entendimento, o secretário e deputado federal licenciado deverá desincompatibilizar-se no prazo exigido pela legislação eleitoral, que é 4 de abril próximo.
 
“O Geraldo está num dilema, que é o de cumprir o compromisso que tem com o governador ou atender os apelos de parcela significativa da sociedade douradense, que pretende vê-lo administrando o município de Dourados a partir de janeiro do ano que vem”, assegurou a fonte. “Mas o grupo mais próximo do secretário entende que é possível que Reinaldo Azambuja entenda o anseio dos douradenses”.
 
De acordo com avaliação feita pelo grupo político ligado ao secretário, vem pesando também os apelos feitos por inúmeras lideranças da Grande Dourados, que apontam um “vazio” na representatividade regional após as eleições de 2018. Com isso, mesmo estando no executivo, Geraldo Resende é acionado constantemente por prefeitos da região para atender demandas remanescentes de seu mandato como deputado federal. 
 
“O Geraldo tem ainda uma grande tarefa a cumprir na Secretaria Estadual de Saúde junto com o governador Reinaldo, tendo conquistado recursos federais da ordem de R$ 125 milhões para obras e compra de equipamentos hospitalares; tem entregas importantes, como o Hospital Regional de Três Lagoas, que deverá estar concluído em abril e poderá entrar em funcionamento em junho, da mesma forma que o Hospital da Mulher e da Criança de Dourados. Tem a obra do Hospital Regional de Dourados, que deverá ser ativado em 2021, além de obras espalhadas por cerca de 40 municípios do Estado, o que deverá dar um grande salto de qualidade na saúde em Mato Grosso do Sul. Apesar de tudo isso, a questão de Dourados está se sobressaindo e deverá ter um peso muito grande na decisão a ser tomada pelo secretário nos próximos dias”, concluiu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Defensoria atua na alteração de nomes e sobrenomes constrangedores em MS
Justiça

Defensoria atua na alteração de nomes e sobrenomes constrangedores em MS

22/02/2020 10:00
Defensoria atua na alteração de nomes e sobrenomes constrangedores em MS
Oficiais de Justiça de MS cumprem mais de 630 mil mandados
2019

Oficiais de Justiça de MS cumprem mais de 630 mil mandados

22/02/2020 09:00
Oficiais de Justiça de MS cumprem mais de 630 mil mandados
Secretário "fura" reunião com educadores e Câmara pode convocar Délia
Dourados

Secretário "fura" reunião com educadores e Câmara pode convocar Délia

21/02/2020 18:08
Secretário "fura" reunião com educadores e Câmara pode convocar Délia
Délia escapa de nova convocação na Câmara
Dourados

Délia escapa de nova convocação na Câmara

21/02/2020 10:56
Délia escapa de nova convocação na Câmara
Bancos fecham na segunda e terça-feira de carnaval
Cotidiano

Bancos fecham na segunda e terça-feira de carnaval

21/02/2020 10:03
Bancos fecham na segunda e terça-feira de carnaval
Últimas Notícias