Dourados – MS segunda, 17 de junho de 2024
22º
Brasília

Equipe da UFMS participa de segunda etapa de testes das urnas eletrônicas

O Teste Público de Segurança da Urna é realizado sempre no ano anterior ao do processo eleitoral e é aberto a contribuições de todo o país

18 Mai 2024 - 07h45Por Ariane Comineti/UFMS
Equipe da UFMS participa de segunda etapa de testes das urnas eletrônicas - Crédito: Arquivo/ Carlos Alberto da Silva Crédito: Arquivo/ Carlos Alberto da Silva

A etapa de confirmação da 7ª edição do Teste Público de Segurança da Urna, realizada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) entre 15 e 17 de maio, teve a participação de investigadores da UFMS e da Polícia Federal. Os grupos participantes obtiveram achados na primeira fase em dezembro de 2023 e agora retornaram a Brasília (DF) para a verificação das correções implementadas.

A equipe da Universidade é composta pelo professor da Faculdade de Computação (Facom), Carlos Alberto da Silva; pelos egressos dos cursos de Sistemas de Informação, Matheus Vianna Silveira, e de Ciência da Computação, Ian Martinez Zimmerman; e pelo estudante de doutorado em Ciência da Computação, Mário de Araújo Carvalho.

“É a nossa contribuição para melhorar o software que será usado na próxima eleição agora em outubro de 2024, para a escolha de vereadores e prefeitos. Este é um teste prático no qual colocamos em execução nossos conhecimentos em segurança da computação. Basicamente fizemos um plano de testes, aplicamos e tivemos dois achados e agora fomos chamados a voltar e verificar se eles foram eliminados”, explicou o docente.

O Teste Público de Segurança da Urna é realizado sempre no ano anterior ao do processo eleitoral e é aberto a contribuições de todo o país. Conforme divulgado pelo TSE, na primeira fase realizada no ano passado, 33 investigadores executaram 35 planos. Nenhum dos especialistas conseguiu comprometer a integridade e o sigilo do voto, porém, mesmo assim, a comissão avaliadora recomendou a repetição de cinco planos de testes executados: três da Polícia Federal e dois da UFMS. “Isso é muito importante para mostrar que aqui formamos bons profissionais e produzimos também coisas interessantes”, destacou o professor.

Enquanto o primeiro teste da equipe da Universidade sugeriu uma análise mais abrangente no sistema de controle de acesso envolvendo a linguagem de programação Python no software JE-Connect, o segundo tratou do SIS e dos privilégios de aplicativos executados para que não seja possível editá-los.

Para Carlos Alberto, além da aplicação prática de teorias, os estudantes têm a oportunidade de fazer intercâmbio com investigadores com as mais variadas formações. “Tivemos aqui advogados, contadores, entre outros, então acabamos conhecendo novas pessoas e novos grupos de pesquisa”, apontou.

O estudante de doutorado, Mário de Araújo Carvalho, indicou que a experiência tem sido maravilhosa. “Além de estarmos representando a UFMS, estamos dando uma resposta à comunidade sobre a seriedade do nosso trabalho e pesquisa, afinal a Universidade é pública”, afirma. “Participar dos testes das urnas eletrônicas nos permite aplicar nossos conhecimentos de segurança da informação em um contexto real e de extrema relevância para a democracia. Além disso, contribui para a transparência e a segurança do processo eleitoral, fortalecendo a confiança pública nas instituições”.

“É minha primeira participação nos testes de segurança da urna e tem sido enriquecedora profissionalmente, agregou muito aos conhecimentos que obtive na UFMS. Colocá-los em prática diretamente em um sistema moderno e seguro como o do TSE e encontrar uma fragilidade é uma ação que irá ajudar a todos os brasileiros”, destacou o egresso Matheus Vianna Silveira.

A etapa de confirmação do 7º Teste Público de Segurança da Urna foi transmitida por meio do canal do TSE.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tribunais se unem para formular metas do Poder Judiciário para 2025
Pesquisa

Tribunais se unem para formular metas do Poder Judiciário para 2025

17/06/2024 20:45
Tribunais se unem para formular metas do Poder Judiciário para 2025
Governo de MS e MPI discutem desenvolvimento social das comunidades indígenas do Estado
Inclusivo

Governo de MS e MPI discutem desenvolvimento social das comunidades indígenas do Estado

17/06/2024 19:30
Governo de MS e MPI discutem desenvolvimento social das comunidades indígenas do Estado
TJMS instala Ponto de Inclusão Digital em Antônio João
Judiciário

TJMS instala Ponto de Inclusão Digital em Antônio João

17/06/2024 19:15
TJMS instala Ponto de Inclusão Digital em Antônio João
'Bônus Moradia Emendas' vai garantir R$ 10 milhões para ajudar famílias no sonho da casa própria
Dourados

'Bônus Moradia Emendas' vai garantir R$ 10 milhões para ajudar famílias no sonho da casa própria

17/06/2024 18:30
'Bônus Moradia Emendas' vai garantir R$ 10 milhões para ajudar famílias no sonho da casa própria
Administração do TJ leva avanços à comarca de Ponta Porã
Judiciário

Administração do TJ leva avanços à comarca de Ponta Porã

17/06/2024 18:15
Administração do TJ leva avanços à comarca de Ponta Porã
Últimas Notícias