Dourados – MS quinta, 13 de maio de 2021
Dourados
26º max
14º min
Emprego

Nos EUA, 15% dos empregados são servidores públicos

28 Nov 2018 - 14h50Por da Redação
Nos EUA, 15% dos empregados são servidores públicos - Crédito: Rawpixel/Unsplash Crédito: Rawpixel/Unsplash

Desde que a recuperação da economia estadunidense começou, em 2010, o setor privado criou 16 milhões de empregos. Ao mesmo tempo, o número de empregos no setor público permaneceu estático no país. Como resultado, a ocupação pública como volume do emprego total caiu de 17,3% para 15,2%, de acordo com o último relatório do Bureau of Labor Statistics (BLS).

O emprego público pelos Estados Unidos está longe de ser distribuído de forma igual. Em alguns estados, funcionários federais, assim como empregados dos governos estaduais e locais, contam por algo entre 12% e 25% do emprego total. Os concursos chegam a acontecer anualmente.

Enquanto alguns devem esperar que os altos gastos públicos poderiam também expandir o emprego público relativo à força de trabalho do estado, o oposto tende a ser verdadeiro. Baseado no relatório de 2017 do Bureau of Labor Statistics, o jornal The Wall Street Journal ranqueou os 50 estados do país baseados nos empregos locais e estaduais como volume do emprego total.

Enquanto estados com ambientes políticos favoráveis ao governo, como Nova York, Pennsylvania e Califórnia, devem gastar mais em geral, eles tendem a ter menos empregos públicos no total da ocupação do estado. Ao contrário, estados esparsamente populosos, como Wyoming, Alaska e Montana, têm muitos funcionários públicos.

Segundo Martin Kohli, economista-chefe do Bureau of Labor Statistics, a primeira razão para isso é que os serviços públicos, particularmente empregos locais estatais, existem mesmo em cidades pequenas dos Estados Unidos. Cada serviço público provê empregos mesmo se não há mais recursos dos empregos do setor privado.

"Nacionalmente, cerca de um em cada 20 empregos no país e cerca de um em cada três empregos públicos são na educação pública local", disse ao jornal USA Today. "Se uma pequena cidade em Wyoming quer ter uma escola, essa escola vai ser um volume significante do volume do emprego local", completou.

No Brasil, 5,6% da população trabalha para o Estado, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT). O país gasta 13,1% do PIB com os salários dos servidores, de acordo com o Banco Mundial. Apesar disso, o número de contratações vem caindo: concursos no RJ, por exemplo, não acontecem há dois anos.

De acordo com o Bureau, a Pennsylvania é o estado do país com a menor taxa de funcionalismo público: com a nona maior densidade populacional dos EUA, apenas 11,8% da força de trabalho total do estado trabalha para o governo. O penúltimo colocado da lista é Nevada (12% da força de trabalho está no servidorismo público) e o antepenúltimo é Rhode Island (12,3%).

Ao contrário, Wyoming, no nordeste estadunidense, tem 24,9% dos seus empregados atuando para o governo, número que cresceu 4,5% entre 2007 e 2017. Como explicou Kohli, o estado possui a segunda menor densidade populacional dos Estados Unidos. O segundo lugar ficou com o Alaska (24,6% da força de trabalho) e, na terceira posição, o Novo México (22,5%).

Segundo os dados, a vasta maioria dos empregos públicos nos EUA, 64,4%, atualmente trabalha no nível local. Em comparação, apenas 12,5% dos empregos públicos em todo o país são de nível federal e 23,1% em nível estadual.

Empregos públicos locais incluem aqueles que trabalham na organização administrativa e nos governos de cidades, condados e distritos, assim como funcionários que ajudam a manter serviços públicos, como a educação e o controle de gastos.

Estados com baixo volume de empregos públicos tendem a ser economias mais diversificadas, diz a entidade. "O fato de que há muitas outras atividades econômicas significa que o governo vai ser uma pequena quantidade do emprego, porque há muitos outros ramos de atuação", explicou Kohli.

Embora a densidade populacional pareça ser um fator significante no volume de empregos públicos, os estados com setores estatais relativamente pequenos tem perdido empregos a níveis local, estadual e federal nos últimos anos.

Enquanto isso, os estudos com grandes quadros de servidores públicos aumentaram-nos ainda mais. Em oito de 10 estados onde os empregos públicos representam a menor porcentagem do total do total de ocupados, o estado contrata pouco. Entre os 10 estados com setores públicos relativamente grandes, o emprego estatal cresceu em todos.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Casa do Trabalhador oferece 141 vagas de emprego em Dourados
EMPREGO

Casa do Trabalhador oferece 141 vagas de emprego em Dourados

03/05/2021 07:06
Casa do Trabalhador oferece 141 vagas de emprego em Dourados
Funtrab fecha o primeiro trimestre de 2021 com mais de 10 mil vagas intermediadas
Economia

Funtrab fecha o primeiro trimestre de 2021 com mais de 10 mil vagas intermediadas

20/04/2021 19:00
Funtrab fecha o primeiro trimestre de 2021 com mais de 10 mil vagas intermediadas
IBGE suspende provas para recenseadores do Censo 2021
Trabalho

IBGE suspende provas para recenseadores do Censo 2021

07/04/2021 06:30
IBGE suspende provas para recenseadores do Censo 2021
PGE abre inscrições para estágio remunerado em diversas áreas
Empregos

PGE abre inscrições para estágio remunerado em diversas áreas

29/03/2021 11:51
PGE abre inscrições para estágio remunerado em diversas áreas
Procuradoria-Geral do MS abre inscrições para estágio remunerado em diversas áreas
Oportunidade

Procuradoria-Geral do MS abre inscrições para estágio remunerado em diversas áreas

29/03/2021 08:00
Procuradoria-Geral do MS abre inscrições para estágio remunerado em diversas áreas
Últimas Notícias