Dourados – MS sexta, 24 de maio de 2024
19º
Direitos humanos

Deputado relembra Dia Estadual de Combate ao Feminicídio e pede mais respeito

A data marca a morte da jovem Isis Caroline, ocorrida em 1º de junho de 2015

01 Jun 2022 - 13h15Por Fernanda Kintschner, Agência ALEMS
Professor Rinaldo, autor da lei que estabeleceu o  Dia Estadual de Combate ao Feminicídio - Crédito: Luciana NassarProfessor Rinaldo, autor da lei que estabeleceu o Dia Estadual de Combate ao Feminicídio - Crédito: Luciana Nassar

O início do mês de junho é marcado pelo Dia Estadual de Combate ao Feminicídio, comemorado nesta quarta-feira (1), por força da Lei 5.202/2018, que também institui a Semana Estadual de Combate ao Feminicídio. A norma foi proposta pelo deputado Professor Rinaldo (Podemos), que relembrou durante sessão plenária na Assembleia Legislativa, que a data marca a morte da jovem Isis Caroline, ocorrida em 1º de junho de 2015 e tida como o primeiro caso de feminicídio registrado no estado, após a vigência da Lei Federal 13.104/2015.

“Infelizmente a gente percebe que em vez de evoluir, vimos o aumento dessa falta de respeito, de humanismo, de não conseguir conviver com o diferente, um clima de intolerância. A semana serve para conscientizar sobre a violência sofrida pelas mulheres e divulgar os mecanismos legais”, ressaltou o deputado.

A lei estadual foi regulamentada pelo Decreto 15.325/2019, que instituiu o Plano Estadual de Combate ao Feminicídio. "Mato Grosso do Sul é o quinto mais violento contra as mulheres. Tem gente que briga devido a polarização política. Isso é inadmissível em um país democrático. A lei só em si ou aumentar a pena não resolve. Precisa mudar a estrutura familiar, a cultura, a educação fundamental em casa”, considerou o deputado.

Para tanto, Professor Rinaldo também ressaltou a importância da Lei 5.539/2020 - Maria da Penha Vai à Escola, também de sua autoria, que coloca o ensino da Lei Federal 11.340/2006, como conteúdo transversal nas escolas públicas de Mato Grosso do Sul. “É assim na base que temos que inserir, para que possamos ter uma sociedade mais tolerante, mais justa e fraterna, respeitando de forma incondicional. Precisamos de forma urgente permitir a tranquilidade. A mulher sempre foi discriminada, não poderia votar, quem diria ser uma juíza, deputada, governadora. E hoje elas ainda são raras, então precisamos caminhar muito para ter uma sociedade mais justa”, destacou.

Denuncie

Se você presenciar um caso de violência contra a mulher chame imediatamente a Polícia Militar pelo 190 ou leve a vítima para ser atendida pela Casa da Mulher Brasileira, na Rua Brasília, Lote A, Quadra 2 s/n - Jardim Ima, aberta 24 horas em Campo Grande ou delegacias da mulher. Ainda há como denunciar anonimamente pelos canais 180, ou site www.naosecale.ms.gov.br, ou site da Polícia Civil pelo pc.ms.gov.br e ainda pelo aplicativo MS Digital, no item Mulher MS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Duas escolas e obra de acesso a distrito são entregues pelo Governo de MS
Eldorado

Duas escolas e obra de acesso a distrito são entregues pelo Governo de MS

há 47 minutos atrás
Duas escolas e obra de acesso a distrito são entregues pelo Governo de MS
De biojoias a transformação de móveis, reeducandas são capacitadas em arte com resinas
Campo Grande

De biojoias a transformação de móveis, reeducandas são capacitadas em arte com resinas

24/05/2024 11:00
De biojoias a transformação de móveis, reeducandas são capacitadas em arte com resinas
Comissão aprova homenagem a personalidades femininas e negras em cédulas e moedas
Câmara dos Deputados

Comissão aprova homenagem a personalidades femininas e negras em cédulas e moedas

24/05/2024 06:30
Comissão aprova homenagem a personalidades femininas e negras em cédulas e moedas
Frio à vista: sexta tem virada no tempo com redução nas temperaturas e céu encoberto em MS
Meteorologia

Frio à vista: sexta tem virada no tempo com redução nas temperaturas e céu encoberto em MS

24/05/2024 06:00
Frio à vista: sexta tem virada no tempo com redução nas temperaturas e céu encoberto em MS
Governo de MS investe R$ 14,1 milhões para saneamento básico e recapeamento
Iguatemi

Governo de MS investe R$ 14,1 milhões para saneamento básico e recapeamento

23/05/2024 21:30
Governo de MS investe R$ 14,1 milhões para saneamento básico e recapeamento
Últimas Notícias