Dourados – MS sexta, 24 de maio de 2024
19º
Direito e Justiça

Congresso ganha iluminação especial nesta quinta para homenagear a Defensoria Pública

Para ter direito aos serviços das defensoria públicas, é preciso comprovar hipossuficiência econômica

19 Mai 2022 - 19h30Por a Assessoria de Imprensa da Câmara dos Deputados
O Congresso costuma ganhar iluminação especial em datas comemorativas - Crédito: Najara Araújo/Câmara dos DeputadosO Congresso costuma ganhar iluminação especial em datas comemorativas - Crédito: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

O prédio do Congresso Nacional recebe iluminação verde nesta quinta-feira (19) para lembrar o Dia Nacional da Defensoria Pública. O objetivo das ações em torno da data, criada em 2022, é homenagear profissionais do direito que se dedicam a defender os cidadãos que não possuem dinheiro para pagar pelos serviços de um advogado particular.

O dia (19 de maio) foi escolhido por ser a data do falecimento de Santo Ivo (Ivo Hélory de Kermartín), doutor em teologia, direito, letras e filosofia, considerado o patrono dos advogados que atuou como defensor dos pobres, órfãos e viúvas.

A iluminação especial foi solicitada pelo Senado.

Papel da defensorias
As defensorias públicas, instituições que prestam assistência jurídica de forma integral, são divididas em dois subgrupos: a Defensoria Pública da União e as defensorias públicas dos estados.

No primeiro caso, os advogados atendem casos que envolvem a União ou órgãos públicos federais, como benefícios previdenciários e assistenciais pagos pelo INSS, tratamentos de saúde não fornecidos pelo poder público, crimes federais e temas de direitos humanos.

Nas defensorias públicas estaduais, o atendimento é realizado em casos envolvendo estados, municípios ou particulares, como direito de família, direito do consumidor, direitos de propriedade e pedidos de indenização contra empresas privadas.

Acesso ao serviço
Para ter direito aos serviços das defensoria públicas, é preciso comprovar hipossuficiência econômica. No caso da União, a renda familiar mensal máxima para ter direito ao atendimento é de R$ 2 mil. Nos estados, cada defensoria estabelece seus próprios requisitos.

Em todos os casos, no entanto, é possível recorrer aos serviços mesmo tendo renda superior ao limite máximo, desde que se comprove gastos extraordinários, como despesas com medicamentos ou alguma condição de vulnerabilidade.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Duas escolas e obra de acesso a distrito são entregues pelo Governo de MS
Eldorado

Duas escolas e obra de acesso a distrito são entregues pelo Governo de MS

há 45 minutos atrás
Duas escolas e obra de acesso a distrito são entregues pelo Governo de MS
De biojoias a transformação de móveis, reeducandas são capacitadas em arte com resinas
Campo Grande

De biojoias a transformação de móveis, reeducandas são capacitadas em arte com resinas

24/05/2024 11:00
De biojoias a transformação de móveis, reeducandas são capacitadas em arte com resinas
Comissão aprova homenagem a personalidades femininas e negras em cédulas e moedas
Câmara dos Deputados

Comissão aprova homenagem a personalidades femininas e negras em cédulas e moedas

24/05/2024 06:30
Comissão aprova homenagem a personalidades femininas e negras em cédulas e moedas
Frio à vista: sexta tem virada no tempo com redução nas temperaturas e céu encoberto em MS
Meteorologia

Frio à vista: sexta tem virada no tempo com redução nas temperaturas e céu encoberto em MS

24/05/2024 06:00
Frio à vista: sexta tem virada no tempo com redução nas temperaturas e céu encoberto em MS
Governo de MS investe R$ 14,1 milhões para saneamento básico e recapeamento
Iguatemi

Governo de MS investe R$ 14,1 milhões para saneamento básico e recapeamento

23/05/2024 21:30
Governo de MS investe R$ 14,1 milhões para saneamento básico e recapeamento
Últimas Notícias