Dourados – MS domingo, 21 de julho de 2024
14º
Senado

Comenda Dom Hélder Câmara é entregue a defensores de direitos humanos

A honraria é destinada a personalidades e instituições que ofereceram contribuições para a promoção de direitos humanos no país

11 Jul 2024 - 06h45Por Agência Senado
O presidente da CDH, Paulo Paim, abraça o ministro dos Direitos Humanos, Sílvio Almeida, ambos agraciados   - Crédito: Geraldo Magela/Agência SenadoO presidente da CDH, Paulo Paim, abraça o ministro dos Direitos Humanos, Sílvio Almeida, ambos agraciados - Crédito: Geraldo Magela/Agência Senado

O Senado promoveu ontem (10), no Plenário do Senado, a sessão em homenagem e entrega da Comenda Dom Hélder Câmara. A honraria é destinada a personalidades e instituições que ofereceram contribuições para a promoção de direitos humanos no país. 

Os agraciados pela premiação foram:

O senador Paulo Paim (PT-RS), presidente da Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado. Paim é autor e relator deem importantes legislações como o Estatuto da Pessoa Idosa, o Estatuto da Pessoa com Deficiência e a Lei de Cotas.

O ministro dos Direitos Humanos e Cidadania Silvio Almeida Almeida, fundador do Instituto Luiz Gama, que atua em causas sociais com ênfase nas questões étnico-raciais e de minorias. 

O Professor Antônio Augusto Cançado Trindade (in memoriam), jurista e acadêmico reconhecido na área do Direito Internacional e dos Direitos Humanos, que atuou como juiz na Corte Interamericana de Direitos Humanos e no Tribunal Internacional de Justiça, em Haia. 

O analista Rafael Régis Azevedo, atuante na causa das doenças raras, que impactou a vida de muitas pessoas, incentivando o cuidado e apoio a essa população.

E por fim, o Instituto Dom Helder Câmara (IDHeC / Recife-PE), uma entidade sem fins lucrativos com sede em Recife, que tem se dedicado a preservar e divulgar o legado de Dom Hélder Câmara.

Durante a homenagem, Paim destacou que o Brasil ainda tem muitos desafios pela frente e a importância de ações para promoção dos direitos humanos. 

– Procurei estar na mesma toada com a população. Sempre é bom se colocar no lugar do outro e sentir as suas dores, as suas perdas, as suas preocupações. Entender os sentimentos e as emoções como se estivéssemos vivenciando a mesma situação. Assim pensava e agia Dom Hélder Câmara – disse ele.

A senadora Teresa Leitão (PT-PE), presidente da sessão, ressaltou a importância do prêmio:

— Dom Hélder é conhecido como o Dom da Paz, porque a sua firmeza, as suas convicções fortes, as suas posições, às vezes até duras, nunca deixaram de lado a perspectiva do afeto, do amor e da construção da paz. Por isso é que o Senado, a meu ver, foi muito generoso e ao mesmo tempo muito feliz ao idealizar esta Comenda de Direitos Humanos, denominada Comenda Dom Hélder Câmara — finalizou. 

Dom Hélder Câmara

Bispo católico e um dos fundadores da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), é lembrado por sua defesa dos direitos humanos durante o regime militar brasileiro. Ele foi indicado quatro vezes ao Prêmio Nobel da Paz. Nascido no Ceará, destacou-se como arcebispo de Olinda e Recife entre 1964 e 1985, período durante o qual promoveu uma igreja voltada para os pobres e defendeu a não violência. Após a sua aposentadoria, ele viveu nos fundos da Igreja das Fronteiras, em Recife, até o seu falecimento em 1999, aos 90 anos.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Apagão cibernético afetou 8,5 milhões de computadores da Microsoft
Internet

Apagão cibernético afetou 8,5 milhões de computadores da Microsoft

20/07/2024 22:00
Apagão cibernético afetou 8,5 milhões de computadores da Microsoft
Cimi registra ataques a povos indígenas em três estados
Direitos humanos

Cimi registra ataques a povos indígenas em três estados

20/07/2024 21:00
Cimi registra ataques a povos indígenas em três estados
Criminosos usam apagão cibernético para aplicar golpes e coletar dados
Internet

Criminosos usam apagão cibernético para aplicar golpes e coletar dados

20/07/2024 19:00
Criminosos usam apagão cibernético para aplicar golpes e coletar dados
Equipe do TCE-MS fiscaliza aterro sanitário
Sidrolândia

Equipe do TCE-MS fiscaliza aterro sanitário

20/07/2024 17:00
Equipe do TCE-MS fiscaliza aterro sanitário
 Numopede debate ações para aprimorar monitoramento de demandas predatórias
Judiciário

Numopede debate ações para aprimorar monitoramento de demandas predatórias

20/07/2024 16:00
 Numopede debate ações para aprimorar monitoramento de demandas predatórias
Últimas Notícias