Dourados – MS sábado, 22 de junho de 2024
18º
Meu Detran
Cotidiano

Aras muda posição da PGR, que passa a defender fim da tabela do frete

Novo parecer foi enviado ao ministro Luiz Fux, do STF

05 Mar 2020 - 13h20Por Agência Brasil
Aras muda posição da PGR, que passa a defender fim da tabela do frete - Crédito: Roberto Jayme Crédito: Roberto Jayme

Contrariando sua antecessora Raquel Dodge, o procurador-geral da República, Augusto Aras, enviou novo parecer ao ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), em que passa a defender a inconstitucionalidade do tabelamento do frete rodoviário.

Para Aras, a lei que criou a tabela do frete prejudica “os princípios [constitucionais] da livre iniciativa e da livre concorrência, bem como os limites constitucionais da subsidiariedade da atuação estatal direta no domínio econômico”.

Quando a lei foi aprovada, durante o governo de Michel Temer, Raquel Dodge, então PGR, havia se manifestado a favor da constitucionalidade da medida, por considerá-la fundamental “para o respeito à dignidade humana e à valorização do trabalho, em detrimento da suposta liberdade para contratar serviços abaixo do preço de custo".

Agora, Aras afirma que “não cabe ao Estado, em sua intervenção direta, substituir-se aos agentes privados e ao mecanismo de alocação entre oferta e demanda, suplantando a concorrência pela regulação, tampouco será possível, em sua intervenção indireta, na condição de agente normativo e regulador, afastar o regime concorrencial das atividades econômicas privadas”.

Julgamento suspenso
A tabela do frete foi uma das principais concessões do governo Temer para encerrar uma greve nacional de caminhoneiros em maio de 2018. O instrumento foi criado via medida provisória, depois convertida em lei.

A medida é contestada no Supremo por três ações diretas de inconstitucionalidade (ADI´s), relatadas por Fux. O julgamento do assunto estava marcado para 19 de fevereiro, mas foi adiada pelo ministro a pedido da União.

Na mesma decisão sobre o adiamento, Fux marcou uma nova reunião de conciliação entre as partes, o governo e representantes da PGR e da Advocacia-Geral da União (AGU). O encontro deve ocorrer no gabinete do ministro em 10 de março, às 12h, diz o despacho. 

Desde 2018, Fux realizou ao menos duas reuniões a portas fechadas entre caminhoneiros, transportadores, setor produtivo e representantes da Procuradoria-Geral da República (PGR) e do governo, sem que nenhum consenso fosse alcançado. Em agosto daquele ano, foi realizada também uma audiência pública.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Contrato de Gestão da Sefaz-MS tem expectativa de alcançar nota máxima em 2024
Gestão

Contrato de Gestão da Sefaz-MS tem expectativa de alcançar nota máxima em 2024

21/06/2024 21:15
Contrato de Gestão da Sefaz-MS tem expectativa de alcançar nota máxima em 2024
Governo de MS prestigia abertura de encontro sobre Inteligência Artificial no TJMS
Judiciário

Governo de MS prestigia abertura de encontro sobre Inteligência Artificial no TJMS

21/06/2024 20:15
Governo de MS prestigia abertura de encontro sobre Inteligência Artificial no TJMS
Com início de atualização dia 1º de julho, Carta de Serviços é tema de reunião entre servidores
Gestão

Com início de atualização dia 1º de julho, Carta de Serviços é tema de reunião entre servidores

21/06/2024 19:30
Com início de atualização dia 1º de julho, Carta de Serviços é tema de reunião entre servidores
Fiems recebe o lançamento do livro "O Parque dos Lobos", de Henrique Prata
Campo Grande

Fiems recebe o lançamento do livro "O Parque dos Lobos", de Henrique Prata

21/06/2024 18:30
Fiems recebe o lançamento do livro "O Parque dos Lobos", de Henrique Prata
Com apoio do Governo, Festa da Padroeira de MS começa hoje e espera público de 70 mil pessoas
Campo Grande

Com apoio do Governo, Festa da Padroeira de MS começa hoje e espera público de 70 mil pessoas

21/06/2024 18:00
Com apoio do Governo, Festa da Padroeira de MS começa hoje e espera público de 70 mil pessoas
Últimas Notícias