Dourados – MS sexta, 21 de fevereiro de 2020
Dourados
30º max
22º min
Louise Torres

Empreender de maneira colaborativa

Como os negócios podem ser conscientes e sustentáveis

13 Mai 2019 - 12h49

A sociedade vive de tendências, em vários aspectos, como a moda, o design, a arquitetura, a gastronomia, e até comportamento de consumo, que impacta o mundo dos negócios. O ciclo dessas tendências variam e elas surgem por influência de uma série de fatores.

Depois da Revolução Industrial e a eclosão do American Way Of Life (jeito americano de viver), a posse se tornou extremamente relevante para as pessoas se sentirem bem sucedidas e 'comprar coisas', era uma forma de demonstrar sucesso.

Isso aconteceu em uma época onde os recursos eram abundantes e a economia estava em desenvolvimento contínuo. Ainda hoje, vemos traços desse consumo desenfreado, pois a tendência no quesito comportamento é mais lenta do que, talvez, a moda. Mas atualmente, vivemos sinais de esgotamento econômico e de recursos. Estamos nos robotizando e, sem que percebamos, perdemos a empatia, o acolhimento e nossos valores.

Algumas pessoas sentem essa desconexão que a tecnologia traz e têm consciência deste esgotamento. O que as fazem buscar referências do passado e de uma experiência mais profunda, com relações humanas reais, para um conforto emocional que, aparentemente, vai contra a era digital. Elas buscam um refúgio para não se desprenderem da essência humana, que é se relacionar, trocar, ajudar e ter experiências autênticas.

Compartilhar. Nada traz melhor referência ao passado e acalora mais nossa alma do que o compartilhamento, seja de serviços ou objetos. Antigamente, o que se colhia, era compartilhado entre os produtores e famílias; as pessoas trocavam açúcar, café, leite… Quem tinha um aparelho de televisão, juntava a vizinhança para assistir a uma novela; a troca era constante, a relação humana e o pensamento comunitário eram muito mais fortes.

A tendência, hoje, é um movimento de propósito, de conexão com os valores humanos e o combate ao consumo desenfreado, por consciência de que o planeta não tem recursos infindáveis e dinheiro nenhum compra a vida.

Já é percebido que grande parte da nova geração consome de maneira diferente. O desejo de posse mudou para um desejo de ter experiências mais genuínas, proporcionadas pela interação humana e por causas reais. "Por que" consumir, substitui "o que" consumir. E é neste contexto que empresários e profissionais liberais precisam se ajustar. Encontrar propósito para seus negócios e comunicá-los bem – algo que tenha significado para as pessoas e para o planeta.

Como você está sendo visto, hoje, por essa população mais consciente e engajada com a responsabilidade socioambiental?

Negócios colaborativos e conscientes estão surgindo a cada dia, nos mais diversos segmentos, e eles podem ser muito rentáveis. Posso citar muitos exemplos, como o Uber, Airbnb, marcas de aluguel de bolsas de luxo, roupas de festa, etc., mas sem a tecnologia, esses negócios colaborativos não seriam tão abrangentes e nem conectariam tantas pessoas. É graças ao digital que pessoas de comum interesse se relacionam, trocam experiências e conectam a necessidade de um com a solução do outro.

Essa tal de Economia Colaborativa chegou e só tem a evoluir. Ela traz sentido para o capitalismo; traz também uma nova perspectiva de futuro para os negócios, para as pessoas e para o planeta.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Judoca da Capital é convocada pela seleção brasileira principal
Esportes

Judoca da Capital é convocada pela seleção brasileira principal

há 4 minutos atrás
Judoca da Capital é convocada pela seleção brasileira principal
Para cabar com 'mar de lama', acordo de coperação técnica irá conservar águas de Bonito
meio ambiente

Para cabar com 'mar de lama', acordo de coperação técnica irá conservar águas de Bonito

há 32 minutos atrás
Para cabar com 'mar de lama', acordo de coperação técnica irá conservar águas de Bonito
Deputado João Henrique anuncia, na tribuna, saída do G-11
Política

Deputado João Henrique anuncia, na tribuna, saída do G-11

há 33 minutos atrás
Deputado João Henrique anuncia, na tribuna, saída do G-11
Caminhão afunda em buracão na rua Eulália Pires
Dourados

Caminhão afunda em buracão na rua Eulália Pires

21/02/2020 08:12
Caminhão afunda em buracão na rua Eulália Pires
Briga entre grupos termina com jovem esfaqueado no pescoço
Dourados

Briga entre grupos termina com jovem esfaqueado no pescoço

21/02/2020 08:08
Briga entre grupos termina com jovem esfaqueado no pescoço
Últimas Notícias