Dourados – MS sábado, 12 de junho de 2021
Dourados
23º max
13º min
Amambai

UEMS: Mestrado Profissional em História tem 41 inscritos

30 Mai 2016 - 06h00
UEMS do município de  Amambai está localizada na Rua José Sampaio Ferraz, 3353, Vila Gisele. - Crédito: Foto: DivulgaçãoUEMS do município de Amambai está localizada na Rua José Sampaio Ferraz, 3353, Vila Gisele. - Crédito: Foto: Divulgação
O Mestrado Profissional em História, ofertado pela UEMS de Amambai, teve inscrições encerradas na última segunda-feira (22) e contabilizou um total de 41 inscrições para 12 vagas a serem disponibilizadas. O quantitativo comprova um índice de alta procura na região do município. Agora, os nomes serão analisados por Comissão específica e os candidatos mais bem pontuados seguem para homologação, em seguida.


O ProfHistória é ofertado em Rede Nacional e tem como objetivo proporcionar formação continuada que contribua para a melhoria da qualidade do exercício da docência em História na Educação Básica, visando a dar ao egresso qualificação certificada para o exercício da profissão de professor de História.


É um curso presencial com oferta nacional, conduzindo ao título de Mestre em Ensino de História, coordenado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e integrado por Comissões Acadêmicas Locais vinculadas a uma ou mais Instituições de Ensino Superior. Em Mato Grosso do Sul a universidade escolhida para oferecer o curso é a UEMS, através da unidade de Amambai.


O ProfHistória possui uma orientação voltada para a atuação no mercado de trabalho, para quem deseja aprimorar seu conhecimento oportunizando metodologias com atuação direta no campo onde estão inseridas, informa Viviane Scalon Fachin, gerente da Unidade da UEMS de Amambai.


"É importante também destacar que o título no mestrado profissional é equivalente ao mestrado acadêmico. E não há nenhuma interdição se, no futuro próximo, esse professor resolver seguir carreira acadêmica e fazer um doutorado", acrescenta a coordenadora do curso em Amambai, professora doutora Marinete Zacharias Rodrigues.


No site da UEMS estão disponíveis os documentos relacionados ao ProfHistória Núcleo de Amambai/UEMS, o Edital de seleção ao ProfHistória e seus anexos. O endereço é http://www.uems.br , página do ProfHistória Núcleo de Amambai: http://www.uems.br/pos_graduacao/detalhes/historia-profhistoria-mestrado-profissional
Maiores informações podem ser obtidas através do contato: [email protected]


O endereço da Unidade Universitária de Amambai/UEMS é Rua José Sampaio Ferraz, 3353, Vila Gisele, CEP 79990-000. Os telefones são: (67) 3903 – 1180 e 3903-1181.


Amambai é um município situado no estado de MS. Está situado a 90 km de Ponta Porã e 50 km de Coronel Sapucaia (fronteira com o Paraguai). O Município está localizado numa região de relevo levemente ondulado, predominando os "Campos de Vacaria" e "Mata de Dourados".

Deixe seu Comentário

Leia Também

Decreto libera funcionamento do comércio e toque de recolher será das 20h às 5h
Dourados

Decreto libera funcionamento do comércio e toque de recolher será das 20h às 5h

11/06/2021 19:23
Decreto libera funcionamento do comércio e toque de recolher será das 20h às 5h
Com obra 40% concluída, pavimentação entre distritos de Coxim é realização de sonho antigo de moradores
Cidades

Com obra 40% concluída, pavimentação entre distritos de Coxim é realização de sonho antigo de moradores

11/06/2021 17:00
Com obra 40% concluída, pavimentação entre distritos de Coxim é realização de sonho antigo de moradores
Cidades

Governo normatiza produção e comercialização do Queijo Artesanal Caipira em Mato Grosso do Sul

11/06/2021 16:00
Governo assina contratos para obra de R$ 50 milhões na rodovia MS-382
Cidades

Governo assina contratos para obra de R$ 50 milhões na rodovia MS-382

11/06/2021 10:00
Governo assina contratos para obra de R$ 50 milhões na rodovia MS-382
Na bandeira cinza, 43 cidades do Estado só podem ter serviços essenciais
Pandemia

Na bandeira cinza, 43 cidades do Estado só podem ter serviços essenciais

11/06/2021 08:30
Na bandeira cinza, 43 cidades do Estado só podem ter serviços essenciais
Últimas Notícias