Dourados – MS segunda, 21 de junho de 2021
Dourados
22º max
12º min
MATO GROSSO DO SUL

Projeto propõe inclusão do nome do cônjuge em faturas

04 Ago 2016 - 07h38
Para Cabo Almi, inclusão do nome do cônjuge em faturas facilitará comprovação de residência - Para Cabo Almi, inclusão do nome do cônjuge em faturas facilitará comprovação de residência -
O nome do cônjuge ou da pessoa em união estável com o responsável pela unidade consumidora ou titular de serviços essenciais (água, esgoto, telefonia e energia elétrica) poderá constar nas faturas de débitos. É o que prevê o projeto de lei apresentado durante a sessão plenária desta quarta-feira (3/8), pelo deputado Cabo Almi (PT), 2º secretário da Casa de Leis. Segundo ele, a inclusão de mais um nome na fatura de serviços tem por finalidade atestar a residência.

"São consumidores todos os que utilizam os serviços, e não somente o titular do contrato, então buscamos assegurar essa comprovação, o que está de acordo com as prerrogativas defendidas pelo Código de Proteção e Defesa do Consumidor", disse o deputado. O direito aplica-se aos consumidores e empresas que prestam serviços de abastecimento de água, de esgotamento sanitário, de telefonia ou de distribuição de energia elétrica. A inclusão do nome do cônjuge ou de pessoa em união estável deverá ser solicitada exclusivamente pelo titular da fatura de serviços. A proposta estabelece prazo de 120 dias para que as empresas possam se adequar à legislação.

Na justificativa do projeto de lei, Cabo Almi enfatiza que, atualmente, mesmo com a vigência da Lei Federal 7.115/83, que confere a presunção de veracidade à declaração firmada pelo próprio interessado, destinada à fazer prova de vida, residência, pobreza, dependência econômica ou bons antecedentes, o mercado de bens ao consumidor ainda exige comprovação de residência por meio de contas telefônicas, de água e energia elétrica, entre outras. "Por isso, com a nossa proposta, resolvemos o problema de milhares de mulheres e homens que não constam como titulares em conta desses serviços concedidos, mas que precisam fazer prova de residência".

O projeto de lei segue para apreciação da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) e comissões de mérito, antes da votação em plenário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pavimentação da Rodovia do Turismo, em Bonito, avança e será concluída em julho
Infraestrutura

Pavimentação da Rodovia do Turismo, em Bonito, avança e será concluída em julho

21/06/2021 13:00
Pavimentação da Rodovia do Turismo, em Bonito, avança e será concluída em julho
Motoentregador morre ao ser atropelado por veículo em Rio Brilhante
Polícia

Motoentregador morre ao ser atropelado por veículo em Rio Brilhante

21/06/2021 08:00
Motoentregador morre ao ser atropelado por veículo em Rio Brilhante
Inverno promete pouca chuva, temperaturas acima da média e eventos de geada em MS
Clima

Inverno promete pouca chuva, temperaturas acima da média e eventos de geada em MS

21/06/2021 07:00
Inverno promete pouca chuva, temperaturas acima da média e eventos de geada em MS
MS é 1° no Centro-Oeste e 7° no ranking nacional de ambiente e potencial de negócios
Cidades

MS é 1° no Centro-Oeste e 7° no ranking nacional de ambiente e potencial de negócios

20/06/2021 16:00
MS é 1° no Centro-Oeste e 7° no ranking nacional de ambiente e potencial de negócios
MP apura falta de medicamentos para crianças na saúde mental
IMPRESSO

MP apura falta de medicamentos para crianças na saúde mental

20/06/2021 09:00
MP apura falta de medicamentos para crianças na saúde mental
Últimas Notícias