Dourados – MS segunda, 10 de agosto de 2020
Dourados
32º max
18º min
Segurança e Saúde JBS
Pesquisa

Procon encontra picanha a R$ 28,99 e R$ 60,99, diferença de 110%

11 Dez 2019 - 10h39Por Da redação
Procon orienta consumidor a fazer pesquisa - Crédito: DivulgaçãoProcon orienta consumidor a fazer pesquisa - Crédito: Divulgação

A Prefeitura de Dourados, por meio do setor de fiscalização/pesquisas, do Procon, realizou nesta terça-feira (10) a primeira pesquisa de produtos de ceia de natal 2019. O levantamento envolveu 10 estabelecimentos comerciais do município.


Fazem parte da pesquisa panetones, carnes (aves, suína, bovina e peixes), frutas, enlatados e bebidas, num total de 40 itens.
Foram encontrados 13 produtos com diferença superior a 100% do estabelecimento com menor preço para o de maior preço.

Esta pesquisa apresentou alta de 6,8% no preço médio dos produtos encontrados em todos os estabelecimentos em relação à pesquisa publicada no dia 18 de dezembro de 2018. 
Nos estabelecimentos onde foram encontrados todos os produtos da pesquisa a diferença verificada entre o com menor preço e o com maior preço foi de 47,1%.

Entre os produtos desta pesquisa as maiores diferenças constatadas entre o maior e o menor preço foram: 
                     
* Panetone da casa 500 gr, menor preço: 4,49, maior preço: 20,90; diferença: 365,48%; 
* Nozes com casca 1 kg, menor preço: 27,69 maior preço: 142,79; diferença: 415,64%; 
* Filtrado doce 660 ml, menor preço: 6,10, maior preço: 19,90; diferença: 226,23;
* Picanha 1 kg, menor preço: 28,99, maior preço: 60,99, diferença: 110,38%.


O Procon orienta que o consumidor deve efetuar uma cuidadosa pesquisa de preços, avaliando sempre a relação preço x qualidade, ficar atento às informações contidas nos rótulos, como peso, data de fabricação, prazo de validade e condições de conservação. Deve ser sempre considerado o custo benefício do deslocamento no caso de estabelecimentos que estão apresentando produtos mais baratos que o da sua região. Por fim, o consumidor deve sempre exigir a nota fiscal no ato da compra.


Para esclarecer dúvida ou fazer reclamação os telefones são 151 ou 3411-7754.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Relatório da Operação Pantanal mostra aumento dos focos de incêndio em MS
Pantanal

Relatório da Operação Pantanal mostra aumento dos focos de incêndio em MS

08/08/2020 14:04
Relatório da Operação Pantanal mostra aumento dos focos de incêndio em MS
Hospitais públicos e privados serão obrigados a implantar Núcleo de Vigilância Epidemiológica
Covid-19

Hospitais públicos e privados serão obrigados a implantar Núcleo de Vigilância Epidemiológica

07/08/2020 14:08
Hospitais públicos e privados serão obrigados a implantar Núcleo de Vigilância Epidemiológica
Polícia Civil recebe veículo para ser usado em atendimento assistencial de policiais
MS

Polícia Civil recebe veículo para ser usado em atendimento assistencial de policiais

07/08/2020 11:07
Polícia Civil recebe veículo para ser usado em atendimento assistencial de policiais
CNH Ágil tem recorde no número de habilitações emitidas em julho
CNH

CNH Ágil tem recorde no número de habilitações emitidas em julho

07/08/2020 09:00
CNH Ágil tem recorde no número de habilitações emitidas em julho
Produção de máscara é um recomeço para vítimas de violência doméstica
Cidades

Produção de máscara é um recomeço para vítimas de violência doméstica

06/08/2020 20:01
Produção de máscara é um recomeço para vítimas de violência doméstica
Últimas Notícias