Dourados – MS terça, 22 de setembro de 2020
Dourados
27º max
14º min
SEGURANÇA PÚBLICA

Perícia Criminal conta com equipamento que identifica fraudes em hidrômetros

09 Jun 2016 - 16h27
A Secretaria de Estado Justiça e Segurança Pública (Sejusp) recebeu da Águas Guariroba, concessionária responsável pelos serviços de água e coleta e tratamento de esgoto de Campo Grande, uma maleta com equipamento de aferição de hidrômetro, responsável por identificar fraudes , que será destinada para a Coordenadoria Geral de Perícias (CGP). A doação do equipamento aconteceu nesta quinta-feira (9), na sede da Secretaria.

A maleta é composta por um medidor ultrassônico, manômetro, registro de gaveta, registro de fechamento rápido, engate rápido e mangueira para conexão. Conforme o Coordenador Geral de Perícias, José Bento Correa, esse equipamento será instalado no Instituto de Criminalística (IC) e irá agilizar o trabalho dos peritos criminais, durante a realização dos exames periciais que envolvem ocorrências de fraudes em hidrômetros. "Essa tecnologia que está sendo doada para a Coordenadoria, vai proporcionar laudos mais precisos," destacou o coordenador.

Segundo a gerente comercial da Águas Guariroba, Ana Paula Molina, o objetivo da iniciativa é oferecer tecnologia de ponta para dar mais celeridade ao trabalho dos peritos. "Com essa parceria, pretendemos inibir o consumidor a cometer qualquer tipo de fraude. Afinal o usuário que furta a água prejudica não apenas o consumo de outras pessoas, mas afeta também o meio ambiente", frisou a gerente comercial.

Para o secretário de Segurança Pública, José Carlos Barbosa, esse equipamento que identifica as irregularidades nas ligações de água vai garantir a confiabilidade dos laudos emitidos pelos peritos criminais em ocorrências desse tipo. "A questão do combate as fraudes seja nas ligações de água ou energia, é uma obrigação de toda a sociedade. Quem usa essa água ou energia furtada, não paga pelo serviço, assim, quem acaba pagando somos todos nós", enfatizou o secretário.

Fraude em ligação de água é crime previsto no Código Penal, passível de pena de 2 a 8 anos, e multa, por se caracterizar como furto qualificado. Participaram da reunião o secretário adjunto da Sejusp, delegado Antônio Carlos Videira, o superintendente de Segurança Pública, coronel Deusdete Oliveira, diretor do Departamento de Polícia da Capital, delegado Pedro Espíndola Carmargo, o diretor do Detran, Gerson Claro e o gestor de hidrometria da Águas Guariroba , Júlio César Ramirez.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Governo do Estado convoca escrivães aprovados no concurso da Polícia Civil para ocupar vagas remanescentes
Convocação

Governo do Estado convoca escrivães aprovados no concurso da Polícia Civil para ocupar vagas remanescentes

há 22 minutos atrás
Governo do Estado convoca escrivães aprovados no concurso da Polícia Civil para ocupar vagas remanescentes
Carro capota após colisão e atinge outro veículo que estava estacionado
Dourados

Carro capota após colisão e atinge outro veículo que estava estacionado

há 54 minutos atrás
Carro capota após colisão e atinge outro veículo que estava estacionado
Em 24 horas, MS registra mais 926 novos casos e 12 mortes por coronavírus
Covid-19

Em 24 horas, MS registra mais 926 novos casos e 12 mortes por coronavírus

22/09/2020 14:33
Em 24 horas, MS registra mais 926 novos casos e 12 mortes por coronavírus
Identificados os três homens que morreram em confronto com DOF
Polícia

Identificados os três homens que morreram em confronto com DOF

22/09/2020 14:02
Identificados os três homens que morreram em confronto com DOF
Comerciantes paraguaios protestam pela abertura da fronteira com o Brasil
Fronteira

Comerciantes paraguaios protestam pela abertura da fronteira com o Brasil

22/09/2020 13:52
Comerciantes paraguaios protestam pela abertura da fronteira com o Brasil
Últimas Notícias