Dourados – MS sexta, 30 de outubro de 2020
Dourados
26º max
18º min
Influx
Cidades

Partidos se mobilizam para a disputa

12 Dez 2010 - 23h06
Reunião do PSDB decidiu que partido será soberano para lançar candidatura ou fazer coligação
Foto: Divulgação 
 - Reunião do PSDB decidiu que partido será soberano para lançar candidatura ou fazer coligação Foto: Divulgação -
DOURADOS - Com o início do período para a realização das convenções partidárias, começam também em Dourados as sondagens em torno dos nomes que se apresentam para as eleições extemporâneas que vão acontecer no dia 6 de fevereiro para a escolha do novo prefeito e vice-prefeito.

A disputa promete ser acirrada entre o vice-governador Murilo Zauith (DEM) e a prefeita Délia Razuk (PMDB), que deve ser o nome vencedor na pesquisa qualitativa e quantitativa que o partido vai realizar nos próximos dias. As últimas pesquisas mostraram que Murilo continua liderando a preferência do eleitor, com até 53% das intenções de voto na estimulada, mas na tomada espontânea ainda é muito grande o número de eleitores que não sabem em quem votar para prefeito.

A prefeita Délia Razuk, há dois meses no comando do município, tem aparecido nessas sondagens com números variáveis entre 23%, quando disputa com Murilo, e 42%, quando a disputa direta não é travada com o vice-governador.

Já o deputado Geraldo Resende, outro pré-candidato pelo PMDB, é apontado por índices de 23% a 28% e não deve tirar a indicação de Délia Razuk quando a tal pesquisa qualitativa e quantitativa for realizada. Dois institutos de pesquisas já foram acionados para aferir os índices dos pré-candidatos Délia Razuk, Geraldo Resende, Antonio Nogueira, Laudir Munaretto e Marcelo Mourão. Até o dia 18 de dezembro deve sair a confirmação do escolhido.

O PT deve surgir como uma espécie de “fiel da balança” nessa disputa fora de época em Dourados. O partido sempre se manteve com uma fatia aproximada de 22% a 27% do eleitorado e agora, diante da falta de opções com chances reais de enfrentar a disputa, deverá emprestar um dos seus quadros a uma das candidaturas majoritárias melhor posicionadas, como forma de contribuir com a retomada da normalidade institucional no município.

Os petistas realizaram na tarde de sábado a primeira reunião para discutir a participação do partido na eleição fora de época, mas a ala que defendia o anúncio de candidatura própria foi vencida no voto pelas demais tendências. Mesmo assim, o vereador Elias Ishy insiste em disputar a prefeitura por entender que “a candidatura própria faz valer a democracia interna e proporcionar ao partido a possibilidade de retomar o crescimento no município”.

Depois de tentar barrar possíveis alianças do PT com o PMDB e, principalmente, com o DEM, e ser voto vencido, Elias Ishy saiu disparando. “O PT pode ter candidatura própria, aliar-se com os partidos de nosso campo como PV, PDT ou PSB”, defende. “Coligamos com o PMDB no cenário nacional, mas o partido é adversário estadual e local, além disso como poderemos ser vice do DEM, que tem como candidato uma pessoa que, como seu partido, não tem nada que nos une do ponto de vista político, programático e ideológico?”, questiona.

Após um longo debate ocorrido no diretório do PT, com a presença de mais cem lideranças do partido, foi criada uma comissão para iniciar as negociações com PMDB e DEM e as propostas serão apreciadas no dia 21 de dezembro, quando ocorrerá a convenção do PT douradense.

Já o Diretório Municipal do PDT, o mesmo que garantiu a eleição do ex-prefeito Ari Artuzi, que renunciou após ter sido preso pela Polícia Federal, se reuniu na noite de sexta-feira e decidiu que terá candidato a prefeito.

O ex-prefeito José Elias Moreira, presidente do diretório municipal, garante que o partido tem vários nomes em condições de disputar a prefeitura, incluindo o dele próprio. “Esta é a primeira de uma série de reuniões que vamos fazer para discutir o processo eleitoral de Dourados e estamos autorizado para falar em nome do partido com as demais forças políticas e partidárias do município”, avisou.

Com a presença da senadora Marisa Serrano, expoente maior da legenda em Mato Grosso do Sul, o PSDB também reuniu os tucanos na tarde de sábado para debater a participação do partido na eleição de 6 de fevereiro. O encontro, que aconteceu no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Dourados (Aced) também foi prestigiado por lideranças do PPS e do DEM, inclusive o vice-governador Murilo Zauith.

Também estavam presentes os deputados estaduais Zé Teixeira (DEM) e Márcio Monteiro (PSDB) e o vereador Walter Ribeiro Hora (PPS). A tendência é que o PSDB se coligue com o DEM, repetindo a formação do Bloco Democrático e Reformista (BDR) que tem ainda o PSS como integrante.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Policiais civis cumprem mandados de prisão contra autores de estupro de vulnerável e feminicídio
Naviraí

Policiais civis cumprem mandados de prisão contra autores de estupro de vulnerável e feminicídio

30/10/2020 10:35
Policiais civis cumprem mandados de prisão contra autores de estupro de vulnerável e feminicídio
Idosa pede socorro após jiboia de quase 3 metros parar no portão da casa dela
Capital

Idosa pede socorro após jiboia de quase 3 metros parar no portão da casa dela

30/10/2020 08:26
Idosa pede socorro após jiboia de quase 3 metros parar no portão da casa dela
Previsão é de sol entre nuvens e máxima de 30°C para esta sexta-feira
Mato Grosso do Sul

Previsão é de sol entre nuvens e máxima de 30°C para esta sexta-feira

30/10/2020 06:55
Previsão é de sol entre nuvens e máxima de 30°C para esta sexta-feira
PMA de Corumbá prende e autua em R$ 35 mil cinco pescadores utilizando petrechos ilegais
Pesca Ilegal

PMA de Corumbá prende e autua em R$ 35 mil cinco pescadores utilizando petrechos ilegais

29/10/2020 15:52
PMA de Corumbá prende e autua em R$ 35 mil cinco pescadores utilizando petrechos ilegais
Operação com mais de 20 mil integrantes das forças de segurança fecha as divisas de quatro estados
Divisa

Operação com mais de 20 mil integrantes das forças de segurança fecha as divisas de quatro estados

29/10/2020 14:01
Operação com mais de 20 mil integrantes das forças de segurança fecha as divisas de quatro estados
Últimas Notícias