Dourados – MS terça, 27 de outubro de 2020
Dourados
28º max
19º min
Influx
Cidades

Paquera na Avenida vira tradição

28 Out 2010 - 17h30
Paquera na Avenida de Itaporã nos domingos à noite atrai pessoas de diversas cidades da região.
Foto: divulgação - Paquera na Avenida de Itaporã nos domingos à noite atrai pessoas de diversas cidades da região. Foto: divulgação -

Marli Lange


ITAPORÃ - A Paquera na Avenida já é tida como uma tradição no município de Itaporã, atraindo gente de toda região que busca diversão e descontração nas noites de domingo. Nesta modalidade de evento, a Paquera na Avenida de Itaporã, é considerada a mais antiga do Estado, atraindo pessoas de todas as idades. A popularidade da festa que se espalhou pela região, atrai até 600 pessoas a cada noitada.

O evento, comandado pelo funcionário público Antonino Rebeque, é realizada no calçadão em frente a Praça São José, animado por uma equipe de som treinada para agradar todos os gostos e estilos, trazendo rock, pop, sertanejo, samba, pagode, entre outros ritmos populares brasileiro e estrangeiro.

Rebeque conta que a “Paquera” foi criada em 1985, por “Toni Leão”, mas parou depois de três ou quatro eventos. Pouco tempo depois a Paquera foi revivida pelo próprio Rebeque, com autorização da prefeitura, após um abaixo assinado da população. “Muitas pessoas começaram a namorar aqui, casaram-se, tornaram-se pais e agora os filhos participam da Paquera”, conta Rebeque. Durante esses 25 anos de existência, a Paquera ficou quase três anos desativada, por falta de apoio. “Mas graças a insistência e persistência, conseguimos reviver o evento”, disse.

CARÁTER SOCIAL - A Paquera na Avenida de Itaporã, além de promover a alegria e distração da população, ainda tem um caráter social, que visa a conscientização quanto à saúde e o meio ambiente.
É no palco da Paquera, que são realizadas as diversas campanha de conscientização à saúde pública e ao meio ambiente, além de sorteios da Associação Comercial.

No mesmo local ainda são realizados os carnavais de rua, os bailes de Aleluia e de Reveillon. “Neste eventos sempre procuramos chamar atenção para a questão do meio ambiente a saúde das pessoas”, disse Rebeque.
Ele lembra que no último reveillon promovido na Paquera, por exemplo, foi feita a coleta da maioria das garrafas de champanhe vazias, que normalmente seriam jogadas no lixo ou quebradas nas calçadas. As garrafas foram juntadas no palco e depois dado um destino correto para reciclagem. “É uma forma de conscientizar dando um destino correto a elas. Ao mesmo tempo que os frequentadores se divertem também se conscientizam”, ressalta Rebeque.
Para animar a festa, a Paquera mantém um grupo de sonoplastas, como o Márcio Augusto, Allan Christian Carvalho Rebeque, Braitner e Tiago Modesto, sob a coordenação de Rebeque.

A paquera ainda tem apoio de cantores prata da casa e emissoras de rádios que costumam interagir com o público.“Sem dúvida é uma festa sensacional, onde as pessoas se divertem com responsabilidade, mostrando que aprovam o nosso trabalho”, avalia Rebeque.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS

Funcionária de conveniência que vendeu bebida a adolescente deve pagar multa

26/10/2020 16:50
Cerealista tem telhado arrancado por vento em Itaporã
Temporal

Cerealista tem telhado arrancado por vento em Itaporã

26/10/2020 14:36
Cerealista tem telhado arrancado por vento em Itaporã
Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados
Biketerapia

Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados

26/10/2020 13:20
Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados
Homem perde o controle de veículo, capota e morre em curva na MS-147
Acidente Fatal

Homem perde o controle de veículo, capota e morre em curva na MS-147

26/10/2020 09:05
Homem perde o controle de veículo, capota e morre em curva na MS-147
Adolescente acusada de furto em loja de calçados será indenizada
Indenização

Adolescente acusada de furto em loja de calçados será indenizada

23/10/2020 17:45
Adolescente acusada de furto em loja de calçados será indenizada
Últimas Notícias