Dourados – MS sexta, 14 de junho de 2024
26º
Dourados

Mutirões de limpeza começam sábado pelo Canaã III

06 Fev 2020 - 09h36Por Da redação
No ano passado foram realizados 17 mutirões e mais de 500 toneladas de entulhos retirados; 80% dos focos foram encontrados em residências - Crédito: DivulgaçãoNo ano passado foram realizados 17 mutirões e mais de 500 toneladas de entulhos retirados; 80% dos focos foram encontrados em residências - Crédito: Divulgação

A Prefeitura de Dourados, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, inicia neste sábado, 8 de fevereiro, a série de mutirões da campanha “Sábado sem Mosquito”. O primeiro mutirão será realizado no bairro Jardim Canaã III, com início às 8 horas da manhã.

Esses mutirões serão realizados em parceria pelas secretarias de Saúde e de Serviços Urbanos e o Imam (Instituto do Meio Ambiente), com o objetivo de eliminar os focos e a proliferação do mosquito Aedes aegypti e, consequentemente diminuir os casos de dengue, zika e chikungunya no Município.

De acordo com o Departamento de Vigilância em Saúde, o mutirão agora se dá devido à situação que foi alarmante no ano de 2019, quando foram notificados 5.921 casos de Dengue em Dourados, com 3.663 positivos e oito óbitos. Para Zika foram confirmados dois casos positivos e Chikungunya 10 casos positivos.

Em 2019 foram realizados 17 mutirões. Mais de 25 mil imóveis foram trabalhados e mais de 500 toneladas de entulhos foram retirados. Cada mutirão envolveu, em média, 100 pessoas.

Emerson Eduardo Correa, do Departamento de Vigilância em Saúde, diz que os demais bairros de Dourados serão selecionados conforme o índice epidemiológico, dando prioridade aos bairros com mais notificações e confirmações positivas de doenças.

“Convidamos toda a população para participar deste e dos demais mutirões que serão realizados durante todo o ano. É muito importante a participação popular, pois em 2019, 80% dos focos do mosquito foram encontrados nas residências”, explica o servidor.

“Se cada um de nós, cidadãos douradenses, fizermos a nossa parte, conseguiremos diminuir significativamente os números de casos em relação aos anos anteriores”, reforça Emerson, lembrando que para isso acontecer é muito simples: basta cuidar dos quintais, verificar calhas e objetos que acumulam água parada, cuidar dos terrenos baldios, evitar mato alto nos quintais e terrenos, evitar o acúmulo de objetos que são desnecessários (acumuladores) e demais situações preventivas que estão sendo propagadas nas mídias informativas. “É só cada um fazer a sua parte que iremos vencer essa guerra contra o mosquito”, menciona.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Na feira Ponta Agrotec, grupo de entidades assina Pacto pela Inovação de Ponta Porã
Cidades

Na feira Ponta Agrotec, grupo de entidades assina Pacto pela Inovação de Ponta Porã

há 46 minutos atrás
Na feira Ponta Agrotec, grupo de entidades assina Pacto pela Inovação de Ponta Porã
Justiça mantém absolvição de 'Rei da Fronteira' e delegado
Cidades

Justiça mantém absolvição de 'Rei da Fronteira' e delegado

12/06/2024 08:30
Justiça mantém absolvição de 'Rei da Fronteira' e delegado
Innovation Day incentiva a cultura de inovação em Maracaju
Cidades

Innovation Day incentiva a cultura de inovação em Maracaju

11/06/2024 16:30
Innovation Day incentiva a cultura de inovação em Maracaju
Vacinação contra paralisia infantil prossegue até 14 de junho em Caarapó
Cidades

Vacinação contra paralisia infantil prossegue até 14 de junho em Caarapó

11/06/2024 14:00
Vacinação contra paralisia infantil prossegue até 14 de junho em Caarapó
LUZ ilumina Rio Brilhante, no Mato Grosso do Sul, com manifestação cultural
Cidades

LUZ ilumina Rio Brilhante, no Mato Grosso do Sul, com manifestação cultural

11/06/2024 13:00
LUZ ilumina Rio Brilhante, no Mato Grosso do Sul, com manifestação cultural
Últimas Notícias