Dourados – MS terça, 15 de junho de 2021
Dourados
27º max
11º min
Desenvolvimento

MS garante R$ 1 bilhão do FDCO para investimento da Fibria em Três Lagoas

10 Mai 2016 - 10h10
Secretário Jaime Verruck - Secretário Jaime Verruck -
O secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck participa nesta terça-feira (10) em Brasília, às 9h (horário de MS), do ato de assinatura do contrato da empresa Fibria junto ao Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO) no valor de R$ 1 bilhão. O secretário representará o governador Reinaldo Azambuja no evento que acontece no gabinete do Ministério da Integração Nacional.

"Esta será a segunda contratação de recursos do FDCO concretizada para Mato Grosso do Sul. A primeira foi formalizada no ano passado pela ADM. Somada a essa operação que será feita pela Fibria, nós praticamente utilizamos todo o recurso do Fundo disponível para o Centro-Oeste inteiro. Isso graças à ação do governo do Estado para proporcionar um ambiente competitivo e atrair grandes investimentos", informa o secretário Jaime Verruck.

O contrato que será assinado pela Fibria em Brasília garante parte do investimento que a indústria de celulose está fazendo no Projeto Horizonte 2 em Três Lagoas – o custo total da obra é de R$ 7,7 bilhões (equivalente a cerca de US$ 2,5 bilhões) e deverá ser executada ao longo de dois anos com a criação de aproximadamente 40 mil empregos diretos e indiretos. Durante o pico da obra, serão cerca de 10 mil trabalhadores. Quando entrar em operação, no último trimestre de 2017, a nova linha de celulose da Fibria terá 3 mil postos de trabalho, entre diretos e indiretos.

O Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO) é administrado pela Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) e tem por finalidade assegurar recursos para a realização de investimentos em infraestrutura, serviços públicos e empreendimentos produtivos de grande capacidade germinativa de novos negócios e atividades produtivas.

"O grande diferencial do FDCO é o prazo de até 20 anos para pagamento, além das taxas de juros mais baixas do mercado e a capacidade de atrair projetos estruturantes para o Estado, com potencial de modificar a realidade local através de grandes empreendimentos", lembra o superintendente da Sudeco, Cleber Ávila Ferreira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul isenta de IPVA vítima de apropriação indébita
Isenção

Mato Grosso do Sul isenta de IPVA vítima de apropriação indébita

15/06/2021 17:00
Mato Grosso do Sul isenta de IPVA vítima de apropriação indébita
Vacina

Dourados aguarda novas doses para ampliar calendário de vacinação

15/06/2021 16:00
Lockdown

Após Lockdown, Dourados registra redução de 48,6% na taxa de óbitos

15/06/2021 15:00
Geraldo Resende lamenta descumprimento de acordo e regras do ‘Prosseguir’ pelo prefeito de Campo Grande
Saúde

Geraldo Resende lamenta descumprimento de acordo e regras do ‘Prosseguir’ pelo prefeito de Campo Grande

15/06/2021 13:00
Geraldo Resende lamenta descumprimento de acordo e regras do ‘Prosseguir’ pelo prefeito de Campo Grande
Pandemia

Em nota oficial, governo de MS 'alerta' municípios para que 'assumam a responsabilidade sobre seus atos'

15/06/2021 11:00
Últimas Notícias