Dourados – MS domingo, 17 de janeiro de 2021
Dourados
28º max
23º min
Influx
Cidades

Ministério da Saúde transfere R$ 9,6 mi para MS

03 Jun 2011 - 22h10
Dourados está entre as cidades em destaque quanto aos recursos liberados à Saúde - Crédito: Foto : Hédio Fazan/PROGRESSODourados está entre as cidades em destaque quanto aos recursos liberados à Saúde - Crédito: Foto : Hédio Fazan/PROGRESSO
Brasília - O Ministério da Saúde transferiu R$ 9,6 milhões para o Estado do Mato Grosso do Sul, no período de 25 a 31 de maio. Receberam os recursos, todas as 78 cidades por meio do Fundo Nacional de Saúde aos fundos municipais e estadual. O repasse foi distribuído da seguinte forma: R$ 943 mil para a Atenção Básica, R$ 571 mil pelo bloco da Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar (MAC), R$ 5,4 milhões pela Vigilância em Saúde e R$ 2,7 milhões para Assistência Farmacêutica.

A capital Campo Grande recebeu R$ 6,4 milhões. Deste total, Atenção Básica contou, no período, com R$ 26.175, sendo R$ 20 mil para os Núcleos de Apoio ao Saúde da Família e o restante para a Compensação de Especificidades Regionais – recursos para o planejamento de ações de acordo com a necessidade da população local. O bloco de Atenção Básica tem como finalidade o financiamento de ações básicas de saúde e de programas como Saúde da Família, Agentes Comunitários de Saúde, Saúde Bucal, entre outros.

Pelo bloco MAC, o repasse foi de R$ 40 mil para o Fundo Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul, referente ao financiamento aos Centros de Referência em Saúde do Trabalhador e R$ 210.700 para o Fundo Municipal de Saúde de Campo Grande, para serem empregados no Centro de Especialidades Odontológicas (CEOs) e Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU 192).

O MAC é um bloco destinado ao custeio de procedimentos de alta e média complexidade e financiam também hospitais de pequeno porte; centros de especialidades odontológicas; programa SAMU 192, entre outros.

Pelo bloco Vigilância em Saúde, ainda referente à capital, o Fundo Estadual recebeu R$ 1,8 milhão e R$ 1,61 milhão foi para Fundo Municipal. Os recursos deste bloco são destinados à prevenção da saúde da população no âmbito da vigilância sanitária, epidemiológica e ambiental em saúde. Componentes como o combate ao Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, registro de câncer de base populacional e campanhas de vacinação integram esse bloco.

Ainda dentro das transferências para Campo Grande, o programa de Aquisição de Medicamentos Excepcionais contou com o repasse de R$ 2,72 milhões dentro do bloco da Assistência Farmacêutica. Este bloco transfere valores para a compra de medicamentos e insumos da atenção básica e também de alto custo, como medicamentos para tratamento de Alzheimer, osteoporose, cardíacos crônicos, entre outros.

Outras cidades que tiveram recursos em destaque foram: Dourados (R$ 446.857,67), Corumbá (R$ 287.620,07), Três Lagoas (R$ 204.065,82), Ponta Porã (R$ 181.646,51) e Aquidauana (R$ 116.037,48).

Deixe seu Comentário

Leia Também

CNH vencida em janeiro do ano passado, precisa ser renovada até este mês
Cidades

CNH vencida em janeiro do ano passado, precisa ser renovada até este mês

16/01/2021 14:30
CNH vencida em janeiro do ano passado, precisa ser renovada até este mês
Em período chuvoso, saiba como receber alertas da Defesa Civil por SMS
Clima

Em período chuvoso, saiba como receber alertas da Defesa Civil por SMS

16/01/2021 10:39
Em período chuvoso, saiba como receber alertas da Defesa Civil por SMS
Primeiro Prosseguir do ano aponta 2 municípios em grau extremo e 34 em alto risco
Covid-19

Primeiro Prosseguir do ano aponta 2 municípios em grau extremo e 34 em alto risco

14/01/2021 15:55
Primeiro Prosseguir do ano aponta 2 municípios em grau extremo e 34 em alto risco
Mais um balão com satélite cai em fazenda de MS
tecnologia

Mais um balão com satélite cai em fazenda de MS

14/01/2021 09:17
Mais um balão com satélite cai em fazenda de MS
1° Prosseguir do ano aponta 34 municípios em bandeira vermelha e nenhuma cidade com baixo risco
saúde

1° Prosseguir do ano aponta 34 municípios em bandeira vermelha e nenhuma cidade com baixo risco

14/01/2021 07:49
1° Prosseguir do ano aponta 34 municípios em bandeira vermelha e nenhuma cidade com baixo risco
Últimas Notícias