Dourados – MS segunda, 18 de janeiro de 2021
Dourados
27º max
22º min
Influx
Cidades

Lançada a 4ª Bienal dos Negócios da Agricultura em Campo Grande

30 Jun 2011 - 22h40
Rui Prado fala sobre a feira, com Seneri Paludo, Eduardo Riedel e Dalpasqual - Crédito: Foto : Rosane AmadoriRui Prado fala sobre a feira, com Seneri Paludo, Eduardo Riedel e Dalpasqual - Crédito: Foto : Rosane Amadori
Campo Grande - Fortalecer a posição do Centro-Oeste na produção de grãos e debater os atuais desafios da agricultura brasileira. Essa foi a tônica do lançamento da 4ª Bienal dos Negócios da Agricultura - Brasil Central, realizada na Casa Rural, em Campo Grande, na manhã de ontem. O lançamento regional foi realizado pela Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) e contou com as presenças do presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), José Mário Schreiner e do presidente e superintendente da Federação da Agricultura e Pecuária de MT (Famato), Rui Prado e Seneri Paludo, respectivamente. O presidente da Associação dos Produtores de Soja (AprosojaMS), Almir Dalpasquali, também esteve presente no evento.



Com uma programação composta de painéis expositivos, que reunirá todos os agentes da cadeia produtiva, a Bienal acontece em Goiânia nos dias 11 e 12 agosto. Durante o lançamento em Campo Grande, o presidente da Famasul, Eduardo Riedel, destacou que o evento vai avaliar a estrutura de negócios de toda a cadeia produtiva agrícola da região. “Será um ambiente para mostrar a potencialidade do que já é produzido e debater o que está por vir”, disse, referindo-se ao desafio de aumentar a produção de alimentos para atender a demanda mundial mesmo sem estender a área cultivada.

Em seu pronunciamento, Rui Prado destacou que a elaboração conjunta do evento mostra a superação de divisões políticas entre os estados do Centro-Oeste em nome do fortalecimento do principal vetor da economia da região. José Mário Schreiner foi na mesma linha, enfatizando os debates em torno das possibilidades que se abrem para a atividade em âmbito mundial.


Para entender as maiores demandas dos produtores, a Bienal colocará em pauta as discussões relativas às principais cadeias produtivas do Brasil Central – algodão, cana de açúcar, soja e milho –, avaliando a importância da região para os alicerces da agricultura nacional. O Centro Oeste possui um território de mais de 160 milhões de hectares e registra um produto interno bruto que chega a R$ 161 bilhões anuais. Apesar dos bons resultados e da posição estratégica no que diz respeito à produção de alimentos, a região enfrenta dificuldades impostas por sua localização, seu clima e sua infraestrutura. A ideia é afinar o discurso do setor em atividades programadas para um público médio de 800 pessoas.

A abertura da Bienal será dedicada a discutir o potencial agropecuário no Brasil Central. Foram convidados para o painel os governadores das quatro unidades federativas, além da presidenta da Confederação da Pecuária e Agricultura do Brasil, senadora Kátia Abreu (PSD-TO). No segundo dia, o debate se amplia ainda mais, com painéis sobre sistemas produtivos, modelos e ambientes de negócios, cenário macroeconômico e a demanda mundial por alimentos e biocombustíveis. Participam da conferência consultores, economistas e representantes das maiores empresas do setor.

Institucional

As federações agrícolas do Brasil Central são entidades que trabalham na defesa do produtor rural. Agrupam serviços de aprendizagem e sindicatos. Fazem parte da Confederação da Pecuária e Agricultura do Brasil (CNA), que atua no âmbito político nacional e tem representantes nos 26 estados e no Distrito Federal. É comandada pela senadora Kátia Abreu (PSD-TO).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Rio Miranda em Bonito atinge nível de emergência e deixa Defesa Civil em alerta
chuvas

Rio Miranda em Bonito atinge nível de emergência e deixa Defesa Civil em alerta

há 5 horas atrás
Rio Miranda em Bonito atinge nível de emergência e deixa Defesa Civil em alerta
Governo anuncia pavimentação da MS-166 e amplia logística da produção
política

Governo anuncia pavimentação da MS-166 e amplia logística da produção

há 8 horas atrás
Governo anuncia pavimentação da MS-166 e amplia logística da produção
CNH vencida em janeiro do ano passado, precisa ser renovada até este mês
Cidades

CNH vencida em janeiro do ano passado, precisa ser renovada até este mês

16/01/2021 14:30
CNH vencida em janeiro do ano passado, precisa ser renovada até este mês
Em período chuvoso, saiba como receber alertas da Defesa Civil por SMS
Clima

Em período chuvoso, saiba como receber alertas da Defesa Civil por SMS

16/01/2021 10:39
Em período chuvoso, saiba como receber alertas da Defesa Civil por SMS
Primeiro Prosseguir do ano aponta 2 municípios em grau extremo e 34 em alto risco
Covid-19

Primeiro Prosseguir do ano aponta 2 municípios em grau extremo e 34 em alto risco

14/01/2021 15:55
Primeiro Prosseguir do ano aponta 2 municípios em grau extremo e 34 em alto risco
Últimas Notícias