Dourados – MS sexta, 23 de outubro de 2020
Dourados
32º max
21º min
Influx
Cidades

Impasse no Incra prejudica municípios

02 Jun 2011 - 22h20
Impasse no Incra prejudica municípios -
Campo Grande - O impasse pela indicação do novo superintendente do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) tem prejudicado economicamente alguns municípios de Mato Grosso do Sul.

Japorã, por exemplo, está prestes a receber uma unidade da Averama, que tem sede em Umuarama (PR) e atua na criação, abate e comercialização de frangos de corte. Entretanto, devido à demora na validação do georreferenciamento pelos técnicos do Incra, a prefeitura está de mãos atadas. Ou seja, impossibilitada de comprar a área e doar à empresa.

O assunto foi tema de debates durante a sessão de ontem na Assembleia Legislativa. A deputada estadual Mara Caseiro (PTdoB), representante do Conesul do Estado, protestou contra a demora que está empatando a criação de pelo menos 150 empregos diretos no município de Japorã.

Para ela, é como se os deputados estivessem “falando em vão”, sem que as autoridades competentes possam ouvir as reivindicações dos representantes do povo.

“Fiz o pedido ao ministro do Desenvolvimento Agrário e ao Incra, para que tenham um pouco mais de respeito à nossa classe produtora. Parece que nós estamos falando com ninguém, porque desde agosto não se tem posição de quem vai representar o Incra no Estado”, disparou a deputada.

Para o deputado Antônio Carlos Arroyo (PR), o Legislativo passa por uma “fase terrível”, onde os parlamentares “não conseguem fazer seu papel”.

“Infelizmente, o Legislativo está passando por uma fase terrível, onde não conseguimos legislar. As coisas só acontecem quando é bom para o sistema. E aí a Justiça precisa entrar e legislar, fazer o que não é de sua competência”, destacou. “Ás vezes os parlamentares abrem mão de suas prerrogativas sem lembrar que estiveram fazendo campanha nas comunidades, prometendo representá-las”, completou.

Mara Caseiro também conclamou a bancada federal de Mato Grosso do Sul a auxiliar na resolução deste impasse.

“Até agora não vi uma resposta da Presidência da República, do ministério ou dos nossos deputados federais e senadores, que também precisam atuar nessa questão”, afirmou.

Em aparte, o deputado Eduardo Rocha (PMDB) reforçou a importância da escolha imediata do novo superintendente do Incra, visando agilizar as questões agrárias no Estado.

“Parece que vai ser o Davi (Lourenço), que é uma pessoa competente, o que falta é uma definição, já que não tem briga política pelo cargo. Precisamos cobrar isso toda semana, para que haja logo uma definição”, destacou.

SEM REFORMA

Ainda sobre a demora nas questões envolvendo a reforma agrária no Estado, Mara Caseiro citou o exemplo do assentamento Tagros, que também fica no município de Japorã. De acordo com a deputada, ele já foi constituído há um ano, e até agora o Incra não liberou recursos para a construção das casas.
“Quem tinha uma reserva, conseguiu fazer sua casa por conta própria, mas nem todos têm esse privilégio”, comentou.

Há cerca de um mês e meio, José Batista dos Santos, representante do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) ocupou a tribuna da Assembleia para cobrar imediata indicação do novo superintendente do Incra.


Segundo ele, a reforma agrária no Estado não evolui desde agosto do ano passado e há cerca de R$ 15 milhões “parados” nos cofres, aguardando o fim do impasse pelo comando do órgão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem morre após bater motocicleta na traseira de carro em rodovia de MS
MS

Homem morre após bater motocicleta na traseira de carro em rodovia de MS

há 16 minutos atrás
Homem morre após bater motocicleta na traseira de carro em rodovia de MS
Ex-namorado ameaça divulgar fotos íntimas de mulher nas redes sociais após término de namoro em MS
Campo Grande

Ex-namorado ameaça divulgar fotos íntimas de mulher nas redes sociais após término de namoro em MS

há 31 minutos atrás
Ex-namorado ameaça divulgar fotos íntimas de mulher nas redes sociais após término de namoro em MS
1º Fempop, em 1978, revelou talentos e deixou saudades
Cultura

1º Fempop, em 1978, revelou talentos e deixou saudades

23/10/2020 14:06
1º Fempop, em 1978, revelou talentos e deixou saudades
Em 2021, Dourados terá novo complexo hospitalar
Saúde

Em 2021, Dourados terá novo complexo hospitalar

23/10/2020 13:48
Em 2021, Dourados terá novo complexo hospitalar
MS

Justiça acata liminar com pedido de bloqueio de bens e remoção de conteúdo da rede social de ex-prefeito

23/10/2020 11:32
Últimas Notícias