Dourados – MS domingo, 23 de fevereiro de 2020
Dourados
31º max
16º min
Cidades

Habitação discute diversos projetos

06 Jan 2011 - 14h00
Secretário de Habitação e das Cidades Carlos Marun 
 - Crédito: Foto: DivulgaçãoSecretário de Habitação e das Cidades Carlos Marun - Crédito: Foto: Divulgação
Campo Grande - O secretário de Estado de Habitação e das Cidades, Carlos Marun recebeu na tarde desta quarta-feira (05) a coordenadora municipal de habitação de Sidrolândia, Maria Dozinete Monteiro Perdomo.

Durante o encontro discutiram os projetos habitacionais em andamento e futuras parcerias entre o governo do Estado e prefeitura. De acordo com o secretário de Habitação, só em Sidrolândia a atual administração estadual garantiu por meio de parceria mais de 3,2 mil unidades habitacionais.

“Firmamos diversas parcerias – essa é uma das características do governo de André Puccinelli, somar forças para tornar realidade os anseios da população sul-mato-grossense. Prova disso é que só em Sidrolândia, nesse primeiro mandato, garantimos mais de três mil casas ao município”, afirmou Marun.

Fazem parte desse número, casas destinadas aos moradores da zona rural (Fazenda Flórida, Assentamento Eldorado II, Alambari, Barra Nova, Aldemir Tortelli, João Batista e Santa Lúcia); aos indígenas (aldeias Lagoa, Córrego do Meio e Tereré), além de casas construídas na zona urbana. Aproximadamente estão sendo investidos mais de R$ 22 milhões no setor habitacional do município.

Maria Dozinete afirmou que a parceria com o governo estadual tem contribuído com a redução do déficit habitacional de Sidrolândia, contudo existem cerca de três mil inscritos na fila de espera para aquisição da casa própria. “Nosso último levantamento nos mostrou que temos uma fila de cadastro de cerca de três mil inscritos. Continuaremos a parceria com o governo do Estado para reduzir esse número”.

Outro dado que vale ser ressaltado é que Sidrolândia foi selecionado pelo Ministério das Cidades e está incluso no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Por meio desse convênio o município irá construir mais 54 unidades habitacionais destinadas a famílias que moram em favelas e/ou área de risco.

“Por meio do PAC 2 o governo do Estado irá poder atuar diretamente em seis municípios: Anastácio, Aquidauana, Coronel Sapucaia, Iguatemi, Ivinhema e Sete Quedas. Outros três, Sidrolândia, Coxim e Pedro Gomes apresentaram seus próprios projetos e foram contemplados. E é assim, por meio de esforços conjuntos, que vamos alcançar nosso objetivo, que é transformar MS no primeiro estado sem famílias morando em favelas e/ou área de risco”, finalizou o secretário de Habitação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campanha carnaval sem assédio reforça: “Na boa pode, à força não”
folião

Campanha carnaval sem assédio reforça: “Na boa pode, à força não”

23/02/2020 08:28
Campanha carnaval sem assédio reforça: “Na boa pode, à força não”
Combate ao abuso sexual na infância começa em casa, diz delegada
alerta

Combate ao abuso sexual na infância começa em casa, diz delegada

23/02/2020 08:25
Combate ao abuso sexual na infância começa em casa, diz delegada
Homem é executado com vários tiros na Vila Erondina
Dourados

Homem é executado com vários tiros na Vila Erondina

22/02/2020 21:31
Homem é executado com vários tiros na Vila Erondina
Filha de vereador é detida ao ameaçar policiais durante blitiz
Campo Grande

Filha de vereador é detida ao ameaçar policiais durante blitiz

22/02/2020 18:37
Filha de vereador é detida ao ameaçar policiais durante blitiz
Operação prende 10 pessoas que podem estar ligadas a morte de jornalista na fronteira
léo veras

Operação prende 10 pessoas que podem estar ligadas a morte de jornalista na fronteira

22/02/2020 07:37
Operação prende 10 pessoas que podem estar ligadas a morte de jornalista na fronteira
Últimas Notícias